Gestão de pessoas

A evolução do RH: principais tendências na era digital

Fortes tecnologia apresenta evolucao do rh
Escrito por Isabel Holanda
Publicado em: 01/07/2019 Tempo estimado de leitura: 8 minutos

Bem sabemos que as mudanças tem acontecido de forma muito rápida nas organizações, e para que você ganhe tempo separei 8 tendências de RH que todo gestor precisa saber. Na era da  transformação digital nenhuma área ficará de fora e não seria diferente com a área que trata do capital humano. Por isso vamos falar aqui sobre a evolução do RH nesse cenário atual.

Todas essas novas soluções de recursos humanos implicam em uma transformação de mindset para que todas essas mudanças possam ser recebidas e adaptadas da melhor maneira para cada realidade organizacional. Claro que tantas mudanças exigirá de nós habilidades tecnológicas e uma pitada de adaptabilidade ao novo.

As mudanças tecnológicas e comportamentais têm nos dado um novo resignificado, tais como as que envolvem a experiência do colaborador no trabalho, a preocupação em estruturar a empresa com uma cultura forte e clima organizacional agradável, bem como a implementação de novas tecnologias para auxiliar a área de RH.

Quer saber mais sobre as principais tendências para RH? Nesse artigo irei resumir para você o que as empresas com melhores práticas em Gestão de Pessoas já têm feito.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

1) Utilizar recursos de marketing 

Assim como o marketing trabalha com ferramentas para aferir o nível de satisfação e percepção de seu consumidor, algumas empresas têm sacado que o colaborador feliz e com visão de valor da empresa também gera grandes resultados que reverberam em seu consumidor externo. A ideia de utilizar ferramentas de marketing seria a de munir a empresa com o resultado do seu público interno sobre o grau de satisfação de seus colaboradores com o que diz respeito a cultura e a gestão.

O setor de Recursos Humanos que possuem uma equipe de marketing pode sim utilizar ferramentas estratégicas de marketing para ajudar na atração, reestruturação da cultura, análise da percepção de seus colaboradores com as mesmas ferramentas de análise de mercado, levantando as principais personas que envolvem essa organização, quais “dores”, desejos e expectativas. E com base nesses resultados definir as melhores estratégias de mudança.

2) Utilização de Tecnologia pra área

Atualmente no mercado existem uma vasta opção tecnológica para a área de RH. Separei algumas sugestões que podem te ajudar nesse momento.

Reachr

Quem nunca ouviu falar sobre o Tinder? Tenho certeza que você já ouviu falar desse aplicativo de relacionamento, nem que tenha sido pela música do Gabriel Diniz. Um dos aplicativos bem legais que vou te deixar como dica é o Reachr, esse aplicativo é o Tinder do RH. Um aplicativo de relacionamento no qual os perfis das pessoas vão sendo mostrados na tela principal do usuário para que ele escolha dar “like” ou “dislike”.

Se a pessoa interessada também tenha dado “like” no perfil do usuário, aparece no feed desse candidato que houve uma  combinação e o aplicativo possibilita a abertura de um chat para que os dois possam conversar.

A regra básica desse aplicativo é a mesma, caso haja uma combinação entre candidato e vaga, um chat é aberto para que o responsável por recrutamento possa conhecer melhor o candidato interessado do outro lado. Mas sabe qual é a grande sacada? Tornar o processo de atração mais lúdico, interessante e autêntico.

Wrike

A ferramenta Wrike possibilita que você consiga realizar um bom gerenciamento de projetos em equipe, facilitando a vida de gestores de RH que buscam criar uma agenda e planejar cronogramas de tarefas e até subtarefas.

Todo o processo facilita no aprimoramento da gestão do tempo dos líderes e equipes e apresenta indicadores de eficiência para ajudar na análise do que não pode ser cumprido e assim, criar ações de correção.

Fortes Colabore

Você já deve ter passado em algum momento pela dificuldade em imprimir os contra-cheques ou enviar emails com as informações desses proventos para os colaboradores. A proposta desse app é muito bacana, através do Fortes Colabore seus colaboradores poderão:

  • Realizar batida de ponto por meio de Geolocalização, não importa onde estejam você conseguirá identificar;
  • Visualizar todos os recibos de Folha, 13º Salário, Férias, IR;
  • Receber notificações pelo aplicativo do DP e poder se comunicar através dele;
  • Os colaboradores terão acesso aos seus relatórios de ponto, tudo para facilitar a vida e o tempo de todos.

Biz.u

Esse app Biz.u  vai lhe ajudar a mensurar traços de personalidade, apresentando índices de compatibilidade de perfis ou seja, analisa o fit cultural entre a empresa e o candidato. Esse aplicativo promete entregar um perfil completo utilizando a metodologia Big Five.

Hondana INDICA

O aplicativo Hondana permite que as empresas treinem seus funcionários a partir de um chatbot que envia conteúdos e dicas curtas todos os dias para os celulares dos funcionários, permitindo um engajamento maior do que em treinamentos tradicionais de salas de aula.

Outra ferramenta muito lúdica e que trabalha com gameficação é o aplicativo Qranio. Ele trabalha muito com o conceito de micro learning e game. Duas dicas bem legais para que você reforce a capacitação de forma digital e interativa.

3) Metodologia ágil 

Muito utilizada na área de desenvolvimento de software, a abordagem ágil é utilizada para operar com velocidade e gerir imprevisibilidade. Essa metodologia tem sido utilizadas também em outras áreas, inclusive a de RH.

O scrum é uma dessas abordagens que utiliza muito a parte empírica procurando fazer com que as pessoas envolvidas sigam o processo de aplicação, a base é: executar, errar, aprender e melhorar a cada etapa.

4) Chatbots piloto em RH

A utilização de IA (inteligência artificial) vem ganhando cada vez mais espaço em todas as áreas e não será diferente com o RH. Esse tipo de tecnologia está a transformar a forma de se relacionar e receber dados. Algumas áreas já passaram a substituir a interação humana por robôs para ajudar nas demandas de atendimento ao cliente.

Uma sugestão para o RH, seria a utilização de chatbots para ajudar os novos colaboradores no conhecimento da cultura e até mesmo de informações importantes do seu trabalho. Algumas empresas já utilizam essa tecnologia para ajudar nesse inicio esses colaboradores e fazê-los cada vez mais integrados.

5) Investir em bem-estar 

As empresas estão a fazer tentativas deliberadas para criar uma visão holística de bem-estar, desde o bem-estar financeiro à saúde e conforto. Chris Boyce, CEO da Virgin Pulse, diz que programas de bem-estar estão a aproveitar a Internet das Coisas (IoT) e a incorporar a inteligência artificial.

Ferramentas de Inteligência Artificial como a Alexa da Amazon que usam Bluetooth, permitem que os utilizadores saibam como estão os seus objetivos de saúde e fitness sem usar um telemóvel ou um navegador da web.

6) Propósito

Atualmente muito tem se falado sobre propósito e o impacto dele nas organizações e relações. Nunca se falou tanto em trabalhar com e por propósito. Foi-se o tempo em que as pessoas se mantinha nas empresas por salário tão somente. As novas gerações Y e Z têm nos mostrado que não se trata só de uma tendência o fato de você entender o seu papel e impacto dele para as pessoas.

Se torna cada vez mais importante que nós gestores de pessoas, reflitamos sobre quais são as melhores estratégias para apresentar os colaboradores como eles são importantes para o atingimento dos resultados e como podemos aumentar o percentual de engajamento.

Tenho um artigo muito legal sobre esse tema, falando sobre o impacto de termos e trabalharmos com propósito em nossas organizações.

7) Employer branding

A expressão Employer Branding significa trabalhar a marca da sua empresa para que ela atraia mais clientes. Mais um conceito do marketing que podemos aplicar internamente para os nossos colaboradores no sentido de atrair e manter os melhores talentos.

Trabalha os conceitos de que lugar bom para estar e para trabalhar são peças fundamentais, que busca o engajamento dos colaboradores que já estão na empresa e dos potenciais colaboradores que queremos atrair.

8) Treinamento Virtual

Se estamos falando de mudanças e era digital, precisamos entender que quanto mais informações nossas equipes tiverem mais estratégicos e assertivos nós seremos. Pensando nisso precisamos parar para pensar sobre como temos feito nossas capacitações, o propósito que temos dados e se todos têm sido beneficiados e alcançados.

Você só conseguirá atrair as pessoas para capacitação se elas perceberem aplicabilidade e relevância. Já se foi a época de cumprirmos calendário de treinamentos só para fechar o indicador de Hora percapta de treinamento.  Pensando nisso a forma como treinamos precisa também ser revista.

Analisar as dores, apresentar conteúdos com formato de micro learning (treinamentos curtos e relevantes) e deixar que esse colaborador faça o seu tempo de treinamento. O atual cenário nos pede menor custo, maior rapidez e significado em tudo o que fazemos.

Nesse sentido, as ferramentas de EAD têm se sofisticado, contribuindo para a superação da resistência das pessoas quanto ao ensino a distância.

Espero que você tenha gostado do assunto e que possamos ir juntos para esse RH que não é mais do futuro, mas uma realidade cada vez mais presente. Até a próxima!

A evolução do RH: principais tendências na era digital 1Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Isabel Holanda

Há mais 10 anos atuando na área de gestão de pessoas, atualmente, é gerente de conteúdo na Fortes Tecnologia. Graduada em Pedagogia pela UFC, com pós graduação em Gestão de Pessoas, Psicopedagogia e Life Coach pela Sociedade Latino Americana de Coaching (SLAC). Além disso, é palestrante de temas relacionados aos subsistemas de RH com foco em liderança e desenvolvimento de equipes.

Deixar comentário.

Compartilhar