Gestão de pessoas

Conheça as 8 Siglas de Saúde e Segurança do Trabalho mais usadas

oito-siglas-de-saude-e-seguranca-do-trabalho
Escrito por Karina Souza

Como sabemos, obrigatoriamente as empresas devem realizar documentos de Saúde, Segurança e Medicina do Trabalho de acordo com as exigências das Normas Regulamentadoras. Nesse meio, algumas siglas de Saúde e Segurança do Trabalho são bem utilizadas e irei falar delas aqui.

Agora com o eSocial, as empresas devem ficar atentas a realizarem a gestão de SST de forma eficaz, para que evitem serem autuadas, uma vez que o governo passará a monitorar as exigências de forma automatizada.

8 siglas de Saúde e Segurança do Trabalho

Neste conteúdo, vamos conhecer as siglas mais utilizadas na área de Saúde e Segurança do Trabalho e saber os seus conceitos. Continue lendo e confira!

1) CIPA – NR5 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes

Tem como objetivo evitar que acidentes e doenças ocupacionais aconteçam, proporcionando uma melhor segurança e saúde ao trabalhador.

De acordo com a NR, devem constituir a CIPA por estabelecimento, e mantê-la em regular funcionamento as empresas privadas, públicas, sociedades de economia mista, órgãos da administração direta e indireta, instituições beneficentes, associações recreativas, cooperativas, bem como outras instituições que admitam trabalhadores como empregados.

A CIPA será composta de representantes do empregador e dos empregados, de acordo com o dimensionamento previsto no Quadro I desta NR, ressalvadas as alterações disciplinadas em atos normativos para setores econômicos específicos.

2) LTCAT – NR15 – Laudo Técnico das Condições do Ambiente de Trabalho

Atua em comprovar as condições ambientais em que o colaborador se encontra dentro da empresa na qual trabalha, identifica se tem exposição aos agentes físicos, químicos, biológicos ou a associação de agentes prejudiciais à saúde ou à integridade física.  

Ele é obrigatório para todas as empresas e é um programa regulamentado pela previdência social. O documento também tem a finalidade de dar base no preenchimento do PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário).

Não existe validade do LTCAT, porém o mesmo deve estar atualizado sempre que ocorrer alterações no ambiente de trabalho ou na empresa. 

É elaborado por um médico do trabalho ou engenheiro de segurança do trabalho onde ele quantifica todos os agentes de riscos existentes no ambiente.

3) PPRA – NR9 – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais

É uma Norma Regulamentadora que obrigatoriamente deve ser elaboradora e implantada, por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados.

Ele visa preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, através da antecipação, reconhecimento, avaliação e consequente controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho, tendo em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

4) PGR – NR22 – Programa de Gerenciamento de Riscos

O PGR – NR 22 –Programa de Gerenciamento de Riscos, tem como principal objetivo prevenir a ocorrência de acidentes ambientais que possam colocar em risco a integridade física dos trabalhadores, bem como a segurança da população e o meio ambiente. 

Esta norma se aplica a minerações subterrâneas, minerações a céu aberto, garimpos, no que couber, beneficiamentos minerais e pesquisa mineral.

5) PCMAT – NR18 – Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria de Construção

Realiza ações preventivas a integridade física e a saúde do trabalhador da construção civil, funcionários terceirizados, fornecedores, contratantes, visitantes, etc. 

São obrigatórios a elaboração e o cumprimento do PCMAT nos estabelecimentos com 20 (vinte) trabalhadores ou mais, contemplando os aspectos desta NR e outros dispositivos complementares de segurança.

6) P.G.S.S.M.A.T.R – NR31 – Programa de Gestão de Segurança e Saúde no Meio Ambiente do Trabalho Rural

Estabelece uma metodologia de ação que garante a preservação da saúde e integridade dos trabalhadores rurais, frente aos riscos dos ambientes de trabalho ou decorrentes das atividades produtivas.

7) PCMSO – NR7 – Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional

Previne, monitora e controla possíveis danos a saúde e integridade do empregado. Este documento  é parte integrante do conjunto mais amplo de iniciativas da empresa no campo da saúde dos trabalhadores, devendo estar articulado com o disposto nas demais NR. 

Ele deverá ter caráter de prevenção, rastreamento e diagnóstico precoce dos agravos à saúde relacionados ao trabalho, inclusive de natureza subclínica, além da constatação da existência de casos de

doenças profissionais ou danos irreversíveis à saúde dos trabalhadores.

8) PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário

É um documento que tem várias informações relativas às atividades do trabalhador na empresa, dados administrativos e resultado de monitoração biológica e ambiental.  

O PPP foi instituído pelo art. 148, parágrafo 1 da Instrução Normativa INSS/DC 95/2003, obrigatório a partir de 01.01.2004.

Você gostou de conhecer as principais siglas do SST? Veja também 41 termos importantes utilizados no RH.

Fortes-Banner-Blog-pesquisa-de-clima-pesquisa

Sobre o autor

Karina Souza

Graduada em Recursos Humanos, Coach e Especialista em Gestão Empresarial. Atualmente é gerente de produtos na área de Gestão de Pessoas do Grupo Fortes, instrutora na área de RH e gestão de pessoas. Participa como membro da Associação Brasileira de Recursos Humanos.

Deixar comentário.

Compartilhar