Conheça 7 ferramentas de gestão financeira para otimizar a empresa

Conheça 7 ferramentas de gestão financeira para otimizar a empresa
4 minutos de leitura

Contar com boas ferramentas de gestão financeira é essencial para manter seu negócio eficiente e competitivo. Em um mercado cada vez mais concorrido, contar com recursos para a automação de tarefas e melhoria do planejamento estratégico se torna uma necessidade muito presente para conquistar resultados financeiros satisfatórios. 

Com bons recursos a disposição, sua empresa consegue centralizar os dados, melhorar o atendimento ao cliente e ter mais controle sobre os indicadores de desempenho do negócio. Se você quer entender quais as melhores ferramentas de gestão, continue a leitura e confira nossas recomendações!

1. Auditoria interna

A auditoria é um recurso de avaliação centrado no âmbito interno da empresa, com o objetivo de avaliar as atuais condições da corporação quanto a suas práticas contábeis, controle monetário e suas políticas de gestão. Desse modo, suas aplicações se estendem para o setor financeiro até os demais segmentos do negócio. 

Tal processo permite avaliar se o desempenho da equipe está alinhado aos resultados obtidos por empresas no mesmo setor, identificando pontos de melhoria no planejamento estratégico. 

Por isso a auditoria interna é uma excelente ferramenta de gestão, sendo capaz de mapear as reais condições do negócio e levantando quais os principais focos de problemas. Para contar com um procedimento de auditoria correto é importante que ele seja realizado por um especialista em contabilidade, esse indivíduo pode ser parte da equipe ou um profissional de uma terceirizada. 

2. Balanço patrimonial

O Balanço Patrimonial é um documento responsável por apontar qual a atual situação dos lucros, dividendos e patrimônio da corporação. Ele cumpre um papel central no estudo de planejamento e de investimento, afinal, ele indica quais as principais fontes de lucro e receita para a empresa. 

Por meio dele a avaliação financeira da auditoria se torna ainda mais completa e precisa. Afinal, ele apresenta o total do patrimônio líquido da sociedade e também pode trazer informações de outros períodos. 

Tal avaliação admite ser feita periodicamente, permitindo que se acompanhe o efeito da adoção de novas estratégias. Na maioria das empresas, ele é realizado trimestralmente, indicando quais as principais movimentações financeiras do negócio. 

3. Conciliação bancária

Essa é mais uma opção para você utilizar no dia a dia da sua empresa para otimizar a gestão financeira. Ela consiste em fazer um controle de entradas e saídas e comparar com os saldos encontrados nas movimentações bancárias da instituição. Com isso, é possível otimizar o controle financeiro da empresa.

O principal objetivo de fazer a conciliação bancária é verificar se os registros realizados na contabilidade estão em consonância com os presentes nos saldos bancários. Assim, evita-se que existam divergências no controle interno do negócio, além de permitir identificar potenciais equívocos ocorridos durante os lançamentos.

Uma boa alternativa para isso é utilizar algum sistema contábil que auxilie a criar maior dinamismo a essa ferramenta. Com esse tipo de solução, você pode reduzir erros e direcionar seus esforços para atividades mais estratégicas.

4. Demonstração do Resultado do Exercício

Essa ferramenta é elaborada em conjunto com o balanço patrimonial e pode proporcionar informações valiosas para a gestão financeira da empresa. Por meio desse demonstrativo, pode-se compreender todas as operações financeiras realizadas durante um período no negócio.

Nesse relatório, você descobre quais foram as receitas com vendas do negócio, o total de despesas efetivadas no prazo, os lucros obtidos e muito mais. Assim, ao utilizá-lo é possível entender em quais situações o negócio está ineficiente e empregar energia para resolvê-las e maximizar a lucratividade da organização.

Além disso, a DRE pode ser útil para identificar potenciais gargalos que geram gastos que podem ser evitados e determinar estratégias para acabar com eles. Portanto, contar com esse instrumento é essencial para ter uma gestão financeira profissional na empresa.

5. Fluxo de caixa

Já pensou em ter uma ferramenta que possibilite entender de onde vem e como se gasta o dinheiro da sua empresa e, além disso, fazer projeções que podem auxiliar no planejamento estratégico do negócio? O fluxo de caixa ajuda nesse sentido.

Apesar de ser pouco utilizado de forma estratégica nas organizações, essa ferramenta tem potencial para ser uma ótima alternativa a fim de compreender as entradas e saídas de capital, realizar projeções e efetuar análises que auxiliem no aumento da eficiência no cotidiano contábil.

Por exemplo, por meio do fluxo de caixa, é possível identificar quais a margem de lucro que a atividade está obtendo. Uma boa dica para conseguir extrair relatórios que ajudem na gestão do negócio é contar com um bom sistema de gestão, que lhe permite obter informações importantes para definir estratégias ótimas para serem adotadas.

6. Sistema de cobrança

Diminuir o nível de inadimplência existente na empresa é muito importante para assegurar a saúde financeira e a sustentabilidade do negócio no longo prazo. Portanto, encontrar meios de otimizar a tarefa de cobrar os devedores é essencial.

Por exemplo, direcionar funcionários para realizar essa atividade pode desmotivá-los, além de não ser uma solução muito eficiente, dado que esse tipo de tarefa pode ser otimizada por meio de soluções tecnológicas.

Assim, o melhor caminho a ser adotado para fazer a cobrança é por intermédio por meio de um software. Dessa forma, é possível direcionar os colaboradores para atividades estratégicas do negócio e garantir que as cobranças sejam efetuadas e o nível de inadimplência caia drasticamente.

7. Sistema contábil

Um bom sistema contábil é um excelente aliado para otimizar o trabalho da empresa, indiferente do seu setor de atuação. Com ele você pode automatizar tarefas, centralizar o fluxo de informações e produzir relatórios mais completos e confiáveis. 

Por meio desse recurso, muitas das ferramentas que listamos aqui, como o fluxo de caixa e a conciliação bancária, podem ser automatizadas e realizadas de modo mais eficiente do que ao empregar capital humano em seu desenvolvimento.

Viu como essas ferramentas de gestão financeira são essenciais para otimizar o desempenho do seu negócio? Além de simplificar o processo de tomada de decisão, esses recursos permitem que a empresa avalie suas condições internas para corrigir pontos necessários para o crescimento do negócio. Então não perca mais tempo e implemente agora mesmo essas mudanças em seus projetos. 

Gostou do nosso artigo? Então entre em contato conosco e descubra quais soluções da Fortes podem contribuir para a gestão financeira do seu negócio!

Últimos posts 👇