Desempenho financeiro: 5 dicas para melhorar sua performance financeira

Desempenho financeiro: 5 dicas para melhorar sua performance financeira
4 minutos de leitura

O desempenho financeiro de uma empresa pode ser visto como um ótimo termômetro que serve para medir o quanto suas ações estão sendo traduzidas em lucro para a companhia. A partir do momento em que um planejamento estratégico é elaborado, ele deve ser seguido à risca para que os objetivos traçados sejam alcançados. A melhor forma de saber se o caminho tomado está certo é por meio do desempenho financeiro apresentado.

Este artigo aborda formas de melhorar esse importante indicador. Durante a leitura do texto, você encontrará a tradução do desempenho financeiro para uma companhia. Saberá exatamente como ele serve de balizador para o departamento de finanças. Logo após, verá cinco formas eficientes de melhorar tal desempenho, caso sua empresa não esteja apresentando bons resultados.

Não perca mais tempo e continue sua leitura!

O que significa a análise do desempenho financeiro de uma empresa?

Toda organização que tem sua administração feita de forma saudável costuma analisar seu desempenho financeiro. Isso é necessário para saber se os rumos tomados na prática por uma companhia condizem com o planejamento estratégico previamente feito. Ou seja, é a comparação do resultado alcançado com as metas traçadas em determinado período.

Para que isso seja possível, é necessário valer-se de informações constantes em diversos relatórios, muitos deles (senão todos) advindos da área contábil. Trata-se de um conjunto de informações sobre os dados relativos às finanças da organização que englobam tempos passados, desempenhos presentes e também as projeções futuras, representadas pelo fluxo de caixa da companhia.

De posse das conclusões proporcionadas por tal análise, passa a ser possível encabeçar ações que visem à melhora desse desempenho, caso seja essa a situação. Pode ser também que os estudos constatem um ótimo desempenho, e, então, o modo de funcionamento deve ser preservado. Do contrário, mudanças serão necessárias, pois o futuro da empresa depende de bons resultados financeiros.

Quais são as 5 dicas para melhorar o desempenho financeiro empresarial?

Coordenar uma empresa de forma que seja mantido um bom desempenho financeiro não é tarefa fácil. No entanto, é perfeitamente possível, pois boas organizações já o fazem. Sendo assim, é preciso cuidar de todos os processos, desde o planejamento até o controle de gastos, passando pelo treinamento de pessoal. Acompanhe, a seguir, em maiores detalhes, as principais dicas a respeito do tema.

1. Faça um planejamento estratégico eficiente

O mais indicado quando se pretende implantar iniciativas de sucesso é começar pelo começo. No caso da melhora o desempenho financeiro empresarial, isso quer dizer ter um plano em mãos, mais especificamente, um planejamento estratégico. É ele que dará o norte a ser seguido pela companhia.

E não pense que isso se aplica apenas a grandes corporações. Independentemente do tamanho da empresa, é possível (e necessário) fazer um planejamento eficiente. Deve-se analisar a disponibilidade de caixa e a capacidade de gerar receita. Tendo isso claro em mente, as ações empresariais serão mais bem guiadas, e os termos iniciais servirão como comparação em relação aos resultados alcançados ao longo do tempo.

2. Pratique o monitoramento de mercado

As relações entre empresas e consumidores passam por transformações todos os dias. Algumas dessas mudanças são muito significativas e impactam fortemente o mercado. Outras nem tanto, mas o fato é que esse olhar atento deve permanecer constantemente sobre a área de atuação na qual uma organização atua.

Isso é necessário para captar qualquer nuance que venha a ocorrer, assim como estar a par das novidades do setor. Essa iniciativa faz com que se torne possível estar sempre na dianteira dos movimentos e continuar sempre ofertando as soluções desejadas pelos clientes. Com isso, o nível de receita auferida pela companhia pode alcançar uma previsibilidade que seja decisiva para manter um bom desempenho financeiro.

3. Realize um controle rigoroso das despesas

Na ponta oposta da receita, estão as despesas. Com elas, é preciso ter o máximo de atenção possível. Isso porque de nada adianta esforçar-se para cumprir o planejamento estratégico no que se refere ao faturamento, se a companhia é um verdadeiro dreno de recursos, com gastos sem qualquer tipo de controle.

Sendo assim, também é preciso acompanhar de perto o direcionamento do dinheiro em relação aos custos da companhia. O setor financeiro deve estabelecer um senso de gastos na companhia e acompanhá-lo. Isso pode ser feito com grande eficácia ao conhecer os gastos da empresa e por conta de uma análise apurada do fluxo de caixa.

4. Atente sempre à inadimplência

Infelizmente, não é possível livrar-se das dívidas em atraso que os clientes terão com sua empresa. Isso faz parte do jogo, e a habilidade maior não deve concentrar-se em não ter atrasos nos pagamentos, e, sim, em manter o nível de inadimplência o mais baixo possível.

Para isso, é recomendado que se tenham ações eficientes junto ao departamento financeiro que realiza a cobrança dos débitos. Além disso, o setor de vendas também precisa receber orientações em relação aos processos de negociação. Ofertar descontos para pagamentos à vista é uma boa forma de evitar que se acumulem débitos e que, posteriormente, esses fiquem pendentes.

5. Invista em treinamento

Ter pessoal qualificado para desempenhar as funções dentro de uma organização é fundamental. Erros cometidos por falta de treinamento adequado custam caro, além de tornar a gestão ineficiente. Na contramão desse cenário, tem-se equipes bem preparadas que proporcionam um funcionamento sem maiores problemas.

Outro ponto muito importante a respeito do investimento em treinamento é que os colaboradores podem tornar-se muito mais autônomos em suas atividades. Isso é essencial para que cada vez mais tarefas sejam delegadas. Com isso, a gestão principal da empresa pode concentrar-se nas atividades estratégicas, mais voltadas para o médio e longo prazo da companhia.

Manter o bom desempenho financeiro é ponto-chave para uma gestão empresarial bem-sucedida. Pode não ser uma tarefa simples de realizar, já que envolve a organização como um todo. Mas tenha certeza de que, com esforço e planejamento, é possível alcançar um nível de excelência. A recompensa se traduz em maior faturamento, mais exposição de marca, clientes satisfeitos e uma fidelização praticamente garantida. Além disso, os planos para o futuro tornam-se muito mais palpáveis, com crescimento continuado.

Gostou do conteúdo? Então curta nossa página no Facebook e ajude a espalhar os conceitos sobre o desempenho financeiro empresarial!