Por que investir em Gestão de Dados? Veja 3 motivos

Por que investir em Gestão de Dados? Veja 3 motivos
4 minutos de leitura

No mundo da era digital, a informação digital é um fator poderoso no mercado atual. Diariamente as empresas recebem todo tipo de dado e informação, de fontes variadas e de dispositivos diferentes. Nesse cenário se torna cada vez mais importante as empresas investirem na gestão de dados.

As empresas dos mais variados nichos e tamanhos precisam gerir as informações que recebem e que fornecem, para garantir privacidade e obter a segurança de dados em nuvem.

Todo esse processo se intensificou ainda mais com a pandemia do Coronavírus e a ascensão ao modelo de home office. 

Esses dois fatores se tornaram a nova realidade de empresas independente do porte. E, com essa alteração, os dados e informações da empresa passaram a ser consumidos de uma nova forma. 

 Por isso, as empresas precisam gerir as informações que recebem e que fornecem, para garantir a segurança e privacidade dos dados.

Afinal, o que é Gestão de Dados?

Gestão de dados é um disciplina que se relaciona com o campo dos negócios, que tem como objetivo gerenciar e administrar os dados das empresas. 

Ela se utiliza de processos, profissionais, metodologias e ferramentas para conduzir as informações.

De forma resumida, a gestão de dados confere a identificação, armazenamento, acesso, compilação e proteção de qualquer informação que perpassa pela empresa, seja ela interna ou externa.

Por que investir em Gestão de Dados?

Todos os dados das empresas devem ser considerados como recursos valiosos, pois elas geram valor e conhecimento para a empresa, além de auxiliar na tomada de decisões estratégicas. 

Por exemplo, ao ter acesso a grandes insights a partir de ações de marketing ao longo da história da empresa, é possível identificar a melhor forma de divulgar um novo produto ou de um teste de MVP.

E, é para casos assim que a gestão de dados se torna importante: ela repassa por todos os pontos de uma empresa, sendo relevante para a comunicação interna e também para o pós-venda.

Dados bem geridos, nutridos e compartilhados ajudam qualquer funcionário a tomar uma decisão e se basear para uma nova deliberação. 

Assim, com uma gestão de dados estruturada é propiciado uma comunicação interna eficaz entre todos os departamentos da empresa, pois pode-se compartilhar dados. 

Os dados passam a ser democráticos entre os usuários e não apenas focados em um departamento. 

Com os dados estruturados e bem definidos, todo o time fica informado sobre os status dos consumidores e atinge o sucesso do cliente. E isso auxilia o time de cobrança, que consegue garantir os pagamentos e geração de boletos e também auxilia a equipe de relacionamento com o cliente, que pode ser efetivo na fidelização de um consumidor.

Além de tudo, essa gestão garante principalmente a proteção e segurança de dados da empresa.

Essa segurança se torna muito necessária principalmente pelo contexto em que estamos vivendo. Segundo o relatório “O Grande Problema dos Bots Maliciosos 2020”, feito pela multinacional israelense Radware, houve um crescimento expressivo dos bots nocivos. A pesquisa descobriu que, em 2019, eles chegaram a 24,5% do tráfego total da Internet, um aumento de 20% em relação a 2018.

A pesquisa também identificou que em 2019, 15,4% do tráfego total foi feito por robôs mal intencionados em aplicativos para dispositivos móveis, ultrapassando os 13,4% de 2018.

Com a expansão de números negativos sobre a pauta de segurança digital, o tema está chegando ao status de item indispensável nas empresas.



3 motivos para investir em Gestão de Dados

Cada vez mais somos impactados pelas transformações digitais e as revoluções da tecnologia. Os modelos de negócios e os softwares internos de comunicação também sofrem grandes impactos com a tecnologia.

Para estar alinhado às tendências de mercado, é importante as empresas se estruturarem internamente e se viabilizarem para atenderem aos novos processos organizacionais.

Assim, vamos apontar 3 motivos para adotar a Gestão de Dados em sua empresa:

1. Exclusão dos silos de dados


Silos de dados são considerados os “estoques” de informação, que são isolados dos outros sistemas de informação das empresas. 

Com a instalação da gestão de dados, as empresas vão conhecer e integrar todos os dados que são gerados online e offline em uma organização.

2. Crescente no volume de dados

Além de transformações tecnológicas exteriores, é crescente a troca de dados e o recebimento de informações digitais. Os dados são desde documentações internas de funcionários até transações financeiras nas contas digitais de compradores e empresas.

Assim, quanto mais dados de diversas fontes, maior a necessidade de gestão. As empresas, principalmente as que estão em desenvolvimento, precisam se atentar para poderem crescer em vendas e também em estrutura de funcionamento.

3. Otimização desses dados

Ao implementarem a gestão de dados, as empresas conseguem identificar e caracterizar os dados necessários para cada departamento e para a gestão do negócio como um todo.

Assim, é possível otimizar os processos de captação, tratamento e desenvolvimento dos dados, para propiciar a gerar informações de valor para toda a empresa.

A gestão de dados é essencial para todas as empresas

A gestão de dados é um ponto de atenção para pequenas, médias e grandes empresas. Elas devem se atentar e valorizar seus dados, pois estes são recursos poderosos para a tomada de decisão.

Uma empresa que investe em gestão de dados, melhora sua competitividade no mercado, pois tem um processo de tomada de decisão mais assertivo e eficiente. Já para as pequenas e médias empresas, a gestão de dados também ajuda a alavancar os negócios e fidelizar seus clientes.

Com a transformação digital e a rapidez com que as coisas evoluem, as empresas precisam acompanhar as tendências do mercado para saberem como conduzir e adaptar essa realidade no seu negócio. 

Dentro desse contexto inovador, as empresas têm oportunidades diversas de modernização, por exemplo: como abrir um banco digital, protegerem seus dados com a interferência da tecnologia, oferecem soluções de pagamentos pelos modos tradicionais e também com a novidade do Pix, oferecerem soluções e softwares de proteção interna e entre outros.

As opções são diversas e cada empresa pode avaliar o que é válido para seu modelo de negócio.

Espero que tenha gostado do conteúdo, aproveite para compartilhar com seus colegas para que eles também possam entender um pouco mais sobre o assunto.

Até a próxima!

Este conteúdo foi produzido em parceria com a redatora Paula Moraes, para o blog Fortes Tecnologia.

Confira também os nossos últimos conteúdos 👇