Dicas para uma análise do fluxo de caixa eficiente e certeira!

Dicas para uma análise do fluxo de caixa eficiente e certeira!
4 minutos de leitura

Uma análise de fluxo de caixa eficiente é fundamental para que a empresa mantenha a sua saúde financeira. Além disso, contar com as estratégias e ferramentas certas é muito importante para que os dados sejam interpretados da forma correta, ajudando na tomada da decisão do negócio. Do contrário, corre-se o risco de fazer uma gestão às escuras, o que pode comprometer toda a viabilidade da organização.

Para ajudar você a fazer uma análise de fluxo de caixa eficiente e certeira, preparamos este artigo com dicas incríveis para colocá-las em prática agora mesmo. Acompanhe!

O que é análise de fluxo de caixa e qual a sua importância?

Resumidamente, podemos entender a análise de fluxo de caixa como sendo a observação do quanto uma organização gera de receita e o quanto ela gasta, considerando determinado período de tempo.

Nesse cenário, quando a questão é a gestão financeira e contábil de uma companhia, a análise de fluxo de caixa é a forma mais eficiente de verificar o desempenho de um negócio, já que, a partir dela, você pode medir e comparar os números da empresa.

A análise do fluxo de caixa também torna possível que você identifique quais são as fontes de receita mais eficientes e em quais demandas o capital da empresa está sendo empregado.

Dessa forma, fica mais fácil para a gestão financeira analisar como o dinheiro da empresa é usado, elucidando os fatores que levam o negócio a ter maior ou menor disponibilidade de capital. Com isso, é possível prever, analisando o período, como o capital pode ser investido da melhor forma.

Nesse cenário, a análise de fluxo de caixa contribui de forma estratégica para a tomada de decisões da empresa, contribuindo também para a criação de um planejamento que tenha como foco o crescimento da organização.

Como analisar o fluxo de caixa?

Antes de falarmos a análise do fluxo de caixa, você precisa ter em mente o que é o capital de giro da empresa. Trata-se de uma parte fundamental para a análise de fluxo de caixa e pode ser entendida como a quantidade de capital necessário para tornar mais fácil os processos e transações comerciais de uma organização.

Para encontrar o capital de giro, você deve subtrair o ativo circulante pelos passivos circulantes. Com isso, é possível ter uma visão clara acerca da liquidez dos negócios durante o período contábil futuro.

Nesse cenário, caso o capital de giro seja o suficiente para cobrir as despesas da empresa, talvez não seja tão eminente a criação de um orçamento de fluxo de caixa contínuo.

Contudo, caso a empresa apresente um capital de giro que não seja suficiente para arcar com todas as suas despesas, um orçamento de fluxo de caixa é fundamental para evidenciar as possíveis questões relacionadas à liquidez do empreendimento, que podem ocorrer, por exemplo, no decorrer dos próximos 12 meses.

Portanto, fica fácil entender que o capital de giro está diretamente ligado à saúde financeira de toda organização e, por esse motivo, precisa ser calculado para que a gestão tenha a confiança necessária para fazer novos investimentos.

Como otimizar a análise do fluxo de caixa?

Como você pode perceber, alcançar uma movimentação financeira positiva no caixa da empresa é fundamental para o sucesso do negócio e, por isso, é necessário estar atento às melhores formas de conduzir esse processo.

Para ajudar você, separamos algumas dicas para você otimizar o seu fluxo de caixa. Acompanhe!

Controle diariamente as entradas e saídas

Se você deseja fazer uma análise eficiente do seu fluxo de caixa, deve estar atento a todas as entradas e saídas de capital do caixa da empresa. Esse controle deve ser diário, pois, muitas vezes, o problema só é percebido quando a situação já está fora de controle.

Por isso, é tão importante manter um controle diário do fluxo de caixa, bem como estar atento à sua periodicidade. Dessa forma, você pode planejar as ações para manter as contas em dia e prever a cobertura de crédito, nos casos de não pagamentos.

Faça o registro de todas as informações

Para fazer uma análise de fluxo de caixa eficiente, é preciso registrar todas as despesas e receitas. Lembre-se de que deixar de registar entradas e saídas de capital é o mesmo que atuar com um cenário que não existe.

Faça uma análise de crédito eficiente

Analisar o crédito dos clientes é fundamental para manter o fluxo de caixa da empresa saudável. Afinal, vender e não receber é prejuízo na certa!

Logo, garantir na sua carteira de clientes bons pagadores é fundamental para manter a saúde financeira do negócio, evitando que seu fluxo de caixa fique negativo por conta de maus pagadores.

Cobre os inadimplentes com rapidez

A saúde financeira da empresa deve ser uma premissa básica para toda a gestão estar atenta. Por isso, é preciso estudar tudo o que diz respeito ao fluxo de caixa, o que inclui cobrar os inadimplentes.

Você pode fazer isso, de forma menos estressante, contratando empresas que trabalham com recuperação de crédito. É importante não demorar muito para começar as cobranças, afinal, o quanto antes o dinheiro entrar no caixa da empresa, mais rápido ele poderá ser usado para equilibrar as finanças da organização.

Tenha em mente que seus clientes podem estar passando por um momento delicado, e que, muitas vezes, eles estão inadimplentes, ou seja, não é uma situação definitiva.

Adote um software de gestão

A automatização das tarefas contribui para a diminuição de erros e para uma visão mais estratégica acerca dos negócios da companhia. Por isso, contar com um software de gestão vai ajudar você a ter uma visão muito mais ampla do fluxo de caixa da empresa.

Quando você automatiza o gerenciamento financeiro da empresa, por exemplo, você tem a segurança de manter todas as finanças organizadas, o que torna os processos mais simples, além de você não perder os prazos para pagamentos, o que pode gerar multas e juros.

Além disso, um software de gestão financeira eficiente conta com relatórios que ajudam na tomada de decisão, tornando as atividades muito mais estratégicas!

Viu como fazer a análise de fluxo de caixa pode ser um processo simples seguindo essas dicas? Além disso, ao contar com uma ferramenta de gestão financeira, você melhora os processos, tornando a gestão do negócio mais eficiente.

Se você gostou deste artigo sobre análise de fluxo de caixa, siga-nos no Facebook e Instagram para acompanhar mais conteúdos como este!

Últimos posts 👇