Estratégia financeira: 6 dicas para montar no seu novo negócio

fortes-tecnologia-estrategia-financeira-dicas-de-como-fazer-uma
5 minutos de leitura

Quem que nunca se perdeu no momento de montar uma estratégia financeira? Afinal, apesar de não ser um bicho de sete cabeças, é algo que precisa ser feito com calma.

Seja nas finanças pessoais ou nos negócios, montar uma estratégia financeira para algumas pessoas pode ser muito complicado, como também, correr riscos caso não saia como planejado.

Para quem pretende abrir um negócio é mais delicado ainda, pois é essencial saber onde está investindo o seu dinheiro para não correr o risco de perder o dinheiro investido ou oportunidades de negócio.

Pensando nisso, esse artigo foi feito para trazer dicas de como montar uma estratégia financeira na hora de abrir o seu negócio e mostrar que não é algo tão difícil como se imagina.

Porque criar uma estratégia financeira?

Muitas pessoas ainda não entendem a necessidade de montar uma estratégia financeira para o seu negócio, pois acham mais fácil dar o pontapé inicial e depois ir ajustando os pontos que precisam, do que parar para fazer essa análise.

Para àqueles que não tem um uma verba alta para começar um negócio, fazer o planejamento financeiro com o que tem em mão é essencial. Afinal, é necessário saber onde investir o dinheiro a fim de não ter gastos desnecessários.

O planejamento estratégico vai te mostrar a verba que você tem específica para os materiais e você vai saber quanto pode gastar em média. Assim, você irá ter um controle financeiro quando for abrir a sua empresa. 

Por exemplo, se um dentista realiza procedimentos para clareamento dental, todo cuidado é pouco para equilibrar custo de material e a mão de obra para entender como obter lucro.

Saber o valor que separou para isso vai ajudá-lo a não gastar mais que o necessário, e não dispensar a pesquisa minuciosa de material e de fornecedores antes.

Todo começo de negócios tem seus riscos e nem tudo sai como o planejado. Portanto, ter uma estratégia financeira que já prevê algumas situações que podem dar errado, faz com que a pessoa já imagine a possibilidade de acontecer algo e tenha uma carta na manga para resolver tal imprevisto.

Além disso, outro ponto importante de montar a estratégia financeira é que você consegue ter uma visão geral do cenário, saber como o seu dinheiro está sendo investido e caso precise, realocar a verba.

Ficou curioso de como montar essa estratégia? Continue a leitura.

6 dicas de como montar uma estratégia financeira

Para saber exatamente como montar sua estratégia financeira, confira as dicas que separei a seguir.

1. Separe as finanças

Não misture dinheiro particular com o dinheiro do seu negócio. Um erro que é cometido por quem está iniciando um negócio é misturar o dinheiro que vai investir com o dinheiro dos gastos pessoais. 

Isto pode causar alguns problemas no futuro, como em relatórios financeiros de gastos e lucros ou na hora de prestar contas para a receita. Além também de que misturar as duas coisas pode não dar uma visão real de como está indo o seu negócio. 

Quando você separa as duas coisas você tem uma visão real do fluxo de caixa no futuro, consegue controlar melhor as contas a pagar e a receber e ver como está o controle financeiro da empresa. É fundamental criar uma conta bancária para gastos pessoais e outra para a empresa.

2. Separe a verba para cada setor

Quando for criar o seu planejamento estratégico, você tem que ter em mãos o objetivo da empresa, no que vai investir, quais áreas precisará criar e o que cada uma delas irá fazer.

Com isso, separe a verba de investimento para cada área, por exemplo, quanto irá investir em marketing, em contabilidade, em área administrativa, jurídica e etc.

É sempre bom pesquisar sobre dicas do que considerar na hora de separar essa verba, quanto geralmente você pode investir em cada área, quanto cada profissional ganha. Só, assim você vai saber quanto realmente pode investir e não ter gastos desnecessários.

3. Pesquise Fornecedores

Um ponto importante na hora de criar a sua estratégia financeira é saber a média de gastos com materiais internos e externos, por exemplo, os materiais do escritório e materiais de limpeza.

Por isso é muito importante pesquisar diferentes fornecedores, analisando o preço de cada material e a qualidade.

Não considere apenas o valor, pois se não for um material de qualidade pode te dar um problema maior e ainda por cima gastar mais do que o necessário.

Por exemplo, para abrir um consultório odontológico em que um dos procedimentos a realizar será lente de contato para os dentes, é necessário pesquisar pelo menos três fornecedores e avaliar a qualidade dos materiais e a imagem da marca no mercado, além de fatores como assistência e durabilidade.

4. Simule cenários

fortes-teccologia-apresenta-dicas-de-estrategia-financeira

É muito importante no planejamento estratégico financeiro você simular cenários.

O cenário que você vai entrar é incerto de várias formas. A economia sempre passa por mudanças e algumas delas podem ser drásticas. Além disso, o gosto do consumidor pode mudar também, além de desastres naturais, entre outros cenários.

Também podem surgir oportunidades de negócios que vai fazer sua empresa subir no mercado e você vai precisar estar preparado com mão de obra, materiais e processos que podem mudar.

Você precisa estar preparado para todos os tipos de cenários e precisará considerar eles na sua estratégia financeira também, pois tudo precisa de investimento.

Crie simulações para três tipos de casos:

  1. pessimista: algum acontecimento que pode ocorrer na redução de lucros da empresa;
  2. realista: cenário que vai se basear em hipóteses prováveis de acontecer no seu negócio;
  3. otimista: oportunidades de negócios que podem surgir.

Em qualquer uma dessas simulações, sua empresa precisa estar preparada e ter uma verba para qualquer situação que ocorrer. Isto vai diminuir a possibilidade de fracasso. 

5. Planeje os custos de abertura

Você pode já ter toda a verba separada para o seu negócio, já saber onde vai investir o seu dinheiro, ter pesquisado os materiais, o lugar para locação, profissionais que irá contratar, e etc. Mas, sua verba também vai ser utilizada em outra parte que ainda não falamos, no processo de abertura da empresa.

Abrir uma empresa envolve alguns custos, como documentações de emissões de declarações e registro da marca, contratos e toda a parte jurídica da abertura.

Para não ter uma dor de cabeça, pesquise tudo que é necessário e o quanto irá gastar com essa parte, o valor de taxas que precisará pagar e etc.

Fazendo dessa forma, você terá uma visão real de gastos ao todo e não terá surpresas se falta verba em algum lugar.

6. Conheça o seu público

Pode ser que você ache que esse ponto não tem a ver com o planejamento estratégico financeiro, mas na verdade tem sim.

Quando você cria um planejamento estratégico você precisa considerar para quem você irá oferecer o seu produto ou serviço e o que o seu público está buscando no mercado.

O que você precisa nesse ponto é fazer uma pesquisa aprofundada para conseguir mais informações sobre seu futuro consumidor.

Quando você pesquisa sobre o seu público e conhece os seus gostos, suas necessidades e o que eles procuram, irá saber onde precisa investir mais para atrair as pessoas.

Por exemplo, seu público-alvo tem pesquisado muito sobre quanto custa um clareamento a laser, sendo que você faz esse procedimento dental de forma simples.

Daí você acaba identificando a oportunidade de investir em procedimentos mais avançados de clareamento. Dessa forma, você investe em materiais e procedimentos que o seu público procura.

Uma dica extra: Controle a empolgação

Abrir um negócio pode gerar ansiedade, ainda mais se for o primeiro negócio de um empreendedor, mas não pode se deixar levar pela empolgação.

Por mais que seja animador ter seu próprio negócio, é necessário ser racional nesse momento e analisar todos os pontos. Uma estratégia financeira tem que ser montada com muito cuidado para não deixar passar nenhum ponto.

Sente e analise tudo com cuidado e se possível, contrate um contador para te auxiliar, pois caso tenha algum erro no processo ele pode te ajudar.

Essas dicas foram pensadas para ajudá-lo a entender como montar sua estratégia financeira antes de começar o seu negócio e para fazê-lo entender que os procedimentos podem ser mais simples do que imaginava.

Seguir essas dicas garantirá sucesso ao seu negócio. 

Conteúdo produzido por: Larissa Figueiredo, redatora do Clínica Ideal.

Powered by Rock Convert
Não perca mais nenhuma novidade!

Não perca mais nenhuma novidade!


Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo e marketing digital.