Gestão contábil

Consultoria contábil: seja o contador indispensável das empresas

Consultoria contábil: seja o contador indispensável das empresas 1
Escrito por Fellipe Guerra
Publicado em: 19/12/2017 Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Muita empresas, definitivamente, não param neste fim de ano. E com a proximidade do término, engana-se quem acha que os trabalhos se tornam poucos ou menores.

A verdade é que o período representa um momento de extremas análises e planejamentos para as organizações, que se alinham ainda mais ao trabalho do profissional contábil, cuja responsabilidade é apresentar aos gestores todas as demonstrações financeiras e contábeis.

Nesse sentido, o contador tem um papel fundamental a ser cumprido na empresa, pois é ele quem irá auxiliar nas tomadas de decisões para o ano que se aproxima. Muitos são os empresários que desconhecem as obrigações contábeis para este período, e é por esse motivo, também, que o texto de hoje vem apresentar as principais funções do profissional da contabilidade no encerramento anual das empresas.

Desta forma, fica fácil compreender o trabalho de um contador e se atentar ao que é necessário para fechar o ano de maneira planejada, estratégica e preparada para os próximos 365 dias. Conheça então as demandas específicas das empresas neste último mês do ano e porque o contador tem um papel fundamental a ser cumprido.

Demandas primordiais das organizações no fim de ano

Antes de entrar de fato no assunto, é importante dizer que o profissional da contabilidade tem pela frente – e isso não se restringe apenas ao fim de ano –  o desafio de ter tempo realmente hábil para levantar as informações necessárias e prestar as orientações para a empresa de maneira tempestiva. E tudo deve ser feito da forma mais assertiva possível.

Disto isto, vejamos a mais conhecida (e não menos importante) demanda a ser atendida neste período pelo contador:

1. Elaboração da folha de pagamento do 13º salário

O 13º salário só chega aos bolsos dos trabalhadores no fim de ano, mas os cálculos das despesas com o pagamento desse benefício devem ser feitos previamente pelo contador. Isso proporciona às empresas um maior controle das finanças e organização interna.

Parece ser simples, mas para além desses cálculos existem outras obrigações que precisam ser cumpridas pelo profissional contábil a fim de manter o negócio em dia com o Fisco. O contador precisa acompanhar e participar ativamente de todo o processo, até o pagamento do salário extra.

2. Definição do tipo de tributação

É neste período que o contador estuda, levanta informações e analisa a tributação mais adequada a ser adotada pela empresa para o próximo ano. É por meio do trabalho do contador que será possível identificar se é melhor a organização aderir ao Simples Nacional, ao Lucro Presumido ou apenas ao Lucro Real.

Uma responsabilidade e tanto! Uma vez que escolhida a tributação, a empresa deverá segui-la durante todo o ano. Então, o momento de se fazer esse estudo é agora. É importante que o contador analise todo o cenário e realize esse estudo, de forma eficaz e proativa. A melhor modalidade de tributação será aquela que trazer a melhor economia tributária.

3. O planejamento Estratégico

A contabilidade é a melhor aliada da empresa no quesito orientação ao planejamento estratégico. É ela que fornecerá informações importantes que contam (e muito!) na tomada de decisões, a partir do planejamento orçamentário e financeiro para o ano seguinte.

É a partir das despesas, dos gastos, das receitas tidas no ano atual que se é possível planejar, simular, criar cenários e orçar quais serão as metas, quais serão os valores que a empresa irá destinar no ano seguinte e etc.

Além disso, é necessário se atentar a cada passo da organização a fim de calcular as despesas geradas com cada ação realizada. Quanto mais o contador saber, quanto mais completo for o cenário para ele, será possível tomar decisões mais corretas e fundamentadas, as quais contribuirão para o alcance do êxito.

4. Revisões e cumprimento de obrigações

O contador também tem uma função importantíssima a ser executada: a revisão fiscal. Com o encerramento do ano, o momento torna-se apropriado para fazer um levantamento e identificar se todas as obrigações tributárias foram cumpridas.

As informações apuradas ainda contribuirão para que o empreendedor realize o seu planejamento financeiro ou estratégico. Desta forma, a empresa tem às mãos todas as ferramentas para que ela fique em dia com os seus tributos. Com esse estudo será possível destacar o Balanço Patrimonial, o Demonstrativo de fluxos de caixa, o de lucros e prejuízos e a declaração de ganhos retidos, dentre outros.

De forma resumida, essas são as ações primordiais do contador neste período. É uma profissão que requer muita atenção, planejamento, metas e criatividade para estabelecer estratégias e pensar de forma completa, sempre abarcando o todo. Com o início do ano, novas demandas específicas virão e o que se pode tirar disso é que o profissional contábil é indispensável dentro de uma empresa.

No mais, os desejos são para que 2018 traga muitas realizações, conquistas e crescimento profissional e pessoal para todos! Feliz Natal e Boas Festas!

Fortes tecnologia consultor contadorPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Fellipe Guerra

Deixar comentário.

Compartilhar