O que é a Taxa Selic e porque ela é importante?

O que é a Taxa Selic e porque ela é importante?
4 minutos de leitura

Você certamente já ouviu falar na Taxa Selic e em algum momento deve ter se perguntado o que é. O termo está presente nos investimentos, jornais, e carrega um papel fundamental para a economia brasileira, afetando e muito sua vida financeira.

Contudo, a selic ou taxa selic, é uma taxa básica de juros. A cada 45 dias ela se torna o assunto principal, seja pelos seus aumentos, baixas ou apenas por ter se mantido estável. 

Maio de 2022 foi marcado pela taxa Selic de 12,75% ao ano. Essa porcentagem aumentou 2% desde janeiro de 2022 até a data desta publicação, sendo que especialistas da área econômica acreditam na possibilidade de mais aumentos nos próximos meses. 

Quer entender mais sobre essa taxa e principalmente qual a sua importância? 

Continue a leitura!

O que é a taxa selic?

A taxa selic é a responsável por representar os juros básicos da economia brasileira. 

Os movimentos da taxa influenciam em todas as taxas de juros utilizadas no país. Sejam elas cobradas em empréstimos, financiamentos e retorno em aplicações financeiras.

De forma simples, a Selic refere-se à taxa de juros apurada nas operações de empréstimos de um dia entre as muitas instituições financeiras que fazem uso de títulos públicos e federais. 

É ainda o principal instrumento de política monetária utilizado pelo Banco Central na hora de controlar a inflação.

Como a Selic funciona?

A taxa selic é dividida em dois tipos, sendo a Selic Over e a Selic Meta.

A Selic over representa a taxa de juros praticada quando uma instituição financeira empresta dinheiro para outra, usando como garantia os títulos públicos adquiridos no Banco Central.

Já a Selic Meta é a mais comum, sendo a taxa básica da economia brasileira, que serve como um parâmetro para outras taxas praticadas no mercado financeiro.

Sendo assim, a taxa selic funciona como uma forma de arrecadação por meio dos impostos


Os títulos são certificados de dívidas emitidos e vendidos pelo governo através do Sistema  Especial de Liquidação e Custódia. Ou seja, quem compra um título ganha o direito de receber em uma data estipulada o valor de volta, mais o acréscimo dos juros.

Como é feito o cálculo?

Como falamos, a taxa selic é definida a cada 45 dias pelo Comitê de Política Monetária, junto ao Banco Central. Baseado, então, em números indicadores financeiros do país.

Portanto, não existe uma fórmula específica para calcular a selic. É o Banco Central por meio do Comitê que define o valor que será fixado para um período, podendo ser anual ou mensal.

Quanto rende a Taxa Selic ao mês

Como já falado no começo, em maio de 2022, a taxa selic começou em 12,75% ao ano. 

É importante ressaltar que a alta não traz mudanças significativas para o retorno da poupança, porém, pode indicar novas oportunidades para investir em renda fixa.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi de 1,01% em fevereiro. Apresentando um resultado de 0,47 ponto porcentual acima da inflação de janeiro de 0,54%.

Ou seja, quando a Selic está acima de 8,5% ao ano, o rendimento na poupança passa a ser de 0,5% ao mês, tendo um rendimento anual de aproximadamente 6,17%.

Como essa taxa é definida?

A taxa selic é definida pelo Copom, juntamente ao Banco Central, a cada 45 dias. São baseados nos indicadores financeiros do país, para que chegue a uma taxa. 

Dessa forma, a taxa pode se manter estável, sem alterações, ou aumentar e diminuir em pontos percentuais.

Os órgãos analisam o nível da inflação junto a questões econômicas que podem influenciar no preço, determinando a Selic com base nessa análise. 

O fator principal é o nível de inflação na economia.

Como utilizar a Taxa Selic?

A taxa selic é considerada o principal instrumento de política monetária para controlar a inflação, utilizada pelo Banco Central. É ela a responsável por influenciar todas as taxas de juros presentes no Brasil.

Para ter certeza que você está fazendo o uso correto da taxa Selic, peça feedback a quem entende do assunto. 

O feedback serve para avaliar informações sobre algo que vem sendo feito, se tornando uma ferramenta importante para a gestão de pessoas e otimizações contínuas de melhorias.

Mas de um modo geral, a dica é conhecer todos os tipos de investimentos possíveis e entender como cada um deles funciona. Hoje, existem diversos canais no youtube e perfis nas redes sociais, onde especialistas em investimentos explicam tudo com o máximo de detalhes.

Conhecer cada tipo de investimento vai te ajudar a saber como utilizar a taxa selic. Afinal, o aumento dela por um lado representa o aumento dos juros para quem toma dinheiro emprestado, mas também pode representar maior retorno financeiro para quem investe dinheiro, por exemplo, em ações e outros tipos de títulos.

Para que serve a Taxa Selic?

Seu papel principal é controlar a inflação como já foi mencionado, além de influenciar todas as taxas de juros do país, incluindo empréstimos, financiamentos e aplicações financeiras.

É utilizada ainda para manter a economia do país sob controle, evitando o desequilíbrio dos preços como vem ocorrendo nos últimos tempos. Esse descontrole dos preços faz com que a população perca o poder de compra.

A Selic estimula o consumo, e reduz o custo do crédito para as empresas, facilitando investimentos. Ou seja, quanto mais alta, mais impacta de forma direta no bolso do cidadão. 
Acesse o blog do Fortes Tecnologia e fique por dentro desse e outros assuntos!

Últimos posts 👇