Segurança digital: conheça ameaças ocultas que podem infectar o seu computador

fortes-tecnologia-seguranca-digital-principais-ameacas-virtuais
3 minutos de leitura

Você Sabia que algumas ameaças na internet são silenciosas? Este conteúdo sobre segurança digital vai mostrar algumas delas.

A tecnologia que move nossos dispositivos inteligentes, como computadores e smartphones e toda a rede de internet que movem nossas vidas, está em constante evolução.

A princípio, um site era apenas uma sequência de texto com imagens anexadas, hoje é possível trabalhar com documentos, vídeos, games e fazer todo o tipo de atividade complexa dentro do navegador.

Os programas para computador, que antes eram simples e unifuncionais, se tornaram verdadeiras plataformas com diversos recursos e interações. 

Por que falar de segurança digital?

Enquanto esse avanço tecnológico constante nos traz uma série de vantagens, também traz o lado obscuro da história.

Os agentes mal intencionados que desejam invadir computadores, roubar dados, e por aí adiante, também se desenvolvem na mesma velocidade.

As técnicas para atacar um computador estão cada vez mais ardilosas, perigosas e escondidas. Por isso, para se defender desse tipo de ameaça é preciso cada vez mais conhecimento.

Por essa razão, selecionamos algumas das alternativas mais utilizadas para invadir computadores atualmente para que você possa ficar de olho.

Extensões maliciosas para navegador

As extensões para navegadores como o Chrome e Firefox, permitiram que diversos programas adicionem recursos adicionais para nossa experiência na web.

De fato, Alguns são extremamente úteis e podem até mesmo melhorar a nossa segurança digital, como é o caso de uma VPN para o Chrome, que impede interceptação de seus dados pessoais, ou um bloqueador de anúncios para o Firefox que pode impedir anúncios maliciosos. 

No entanto, hackers não demoraram para perceber o poder disponível nesse tipo de extensão. As extensões podem acessar dados do computador, histórico de acesso, cliques do mouse, digitação de senhas pelo teclado, e muito mais.

Na loja de extensões do Google Chrome, os números são assustadores, 9 a cada 10 extensões foram acusadas de possuir código malicioso, fato que se tornou o verdadeiro ponto fraco do Chrome

Assim, é recomendável instalar extensões apenas de fontes seguras, de empresas confiáveis ou desenvolvedores que deixam seu código aberto para consulta na internet. 

Temas para Windows

Mas se você achou que os vírus embutidos em extensões para o navegadores eram algo engenhoso, irá se surpreender com o mais novo mecanismo encontrado por desenvolvedores de malware para infectar computadores com Windows: Os temas customizados. 

banner-artigo-blog-instPowered by Rock Convert

Os temas não são uma novidade no sistema, existindo e evoluindo desde versões antigas como o Windows XP e mantendo-se relevantes até no Windows 10.

Disponíveis até mesmo na Microsoft Store, os pacotes permitem que o usuário receba ícones, sons, papéis de parede e outros recursos visuais para repaginar a aparência de seu PC, o que pode até ser legal, porém, perigoso.

Afinal, os Hackers perceberam que os arquivos de temas para o Windows podem enviar as credenciais do usuário para um servidor externo no ato de autenticação. Daí o motivo por existir esse tipo de ataque.

Através de um ataque de verificação, conseguem redirecionar as informações e obter o e-mail e senha da conta da Microsoft, conta corporativa do Windows e até mesmo a do Google caso exista serviços de sincronização.

Portanto, não é seguro instalar temas enquanto a Microsoft não liberar uma atualização que corrija essa grave vulnerabilidade. 

Documentos do Microsoft Office

Os documentos da suíte de programas Microsoft Office são quase que universalmente usados em escritórios, escolas e empresas para gerenciar planilhas, documentos de texto e apresentações de slides.

Dada a popularidade dos programas, esse tipo de documento se tornou alvo para que hackers buscassem falhas de segurança que pudessem roubar os dados de usuários. 

Existem diversas formas identificadas de esconder um vírus dentro de um arquivo aparentemente inocente do Word, Excel ou PowerPoint. Entre elas, uma vulnerabilidade antiga que tem sido usada em 2020 para obter os dados dos usuários, e é especialmente perigosa para quem ainda usa o Office 2007, Office 2010, office 2013 ou Office 2016, sendo essencial a atualização para a versão Office 365 do programa, a mais atual.  

Em versões atuais dos programas, ao abrir um arquivo pela primeira vez, o Microsoft Office opta por exibir o conteúdo, mas não permitir edição ou execução de automações, isso permite que o usuário verifique o documento antes de se expor a potenciais vulnerabilidades.

Jamais abra documentos do Office de remetentes desconhecidos, emails suspeitos ou fontes de terceiros sem garantir a sua segurança. 

Estar antenado para garantir a segurança digital

As vulnerabilidades de segurança estão por todos os lados, até mesmo em recursos e programas que jamais esperávamos.

É fundamental manter-se sempre informado sobre atualizações do sistema e aplicativos, notícias de segurança digital e usar ferramentas para proteção de rede e antivírus evitando o roubo de dados pessoais. Pois, caso contrário pode ter problemas.

Confira também as 10 melhores dicas para fazer reuniões online em tempos de pandemia.

Espero que tenha gostado e até a próxima!

Escrito por: Davi Gomes da Techwarn

cta_tecnologias-disruptivas_02-e1588256298941Powered by Rock Convert
Não perca mais nenhuma novidade!

Não perca mais nenhuma novidade!


Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo e marketing digital.