Contabilidade consultiva e a sua importância para as empresas

Contabilidade consultiva e a sua importância para as empresas
8 minutos de leitura

O contabilista que deseja ser reconhecido como profissional de referência pelas empresas no mercado, precisa sempre buscar informações sobre o que acontece no mundo empresarial e sobre as constantes mudanças que acontecem nas leis do governo. Dessa forma, surge uma importante faceta de prestação de serviços: a contabilidade consultiva.

Quando o contador está antenado, acaba tendo base coesa para auxiliar os seus clientes com orientações devidas e necessárias para melhor execução das operações nas empresas. Por exemplo, ele precisa acompanhar constantemente a reforma trabalhista para guiar as companhias sobre como proceder em relação às admissões e demissões dos seus colaboradores.

Nenhuma empresa deseja ter problemas com pagamento dos seus colaboradores ou com multas desnecessárias por atraso no cumprimento de alguma obrigação. Para evitar que esses casos aconteçam, com seus clientes, o profissional contábil precisa conhecer e entender sobre as leis trabalhistas, contribuindo assim com um serviço eficiente e de qualidade.

Alguns escritórios de contabilidade em Recife oferecem assessoria, treinamentos e eventos de conteúdos relacionados com as leis tributárias e com a legislação atual. O objetivo é ajudar contadores em suas performances diante do cenário empresarial que por muitas vezes se apresenta por demais desafiador.

Então, contador, se você deseja satisfazer as necessidades dos seus clientes e atingir uma posição de referência no mercado de atuação, é fundamental você estar bem informado, adotar essas ações e torná-las como hábito. A atualização deve ser constante para que o atendimento à carteira de clientes ocorra com excelência.

O que é contabilidade consultiva?

Em condições normais, a atividade contábil é vista como uma ferramenta que leva a uma empresa as informações fiscais e tributárias, de modo que nenhuma obrigação deixe de ser realizada e os trâmites legais sejam atendidos. De fato, durante muito tempo foi assim que o setor foi visto, apenas como uma necessidade.

O modelo de atuação de um contador baseado na contabilidade consultiva deixou essa antiga ideia para trás, pelo menos para quem já conhece o serviço e o utiliza. Por meio desse método, o escritório de contabilidade passa a atuar de forma muito mais próxima do empreendimento de um empresário. Toda a massa de dados é transformada em informações úteis ao negócio, de forma que possam ser traçados planejamentos estratégicos que tenham alto impacto.

Um dos primeiros resultados visíveis desse modelo de atuação é a maior proximidade entre contador e empresário. A confiança tende a aumentar na medida em que uma real parceria é estabelecida. Com a contribuição da contabilidade para o melhor gerenciamento do negócio, o contador naturalmente passa a ser visto como uma fonte de conhecimentos e como um aliado, ao invés da visão antiga de apenas mais uma obrigação.

Um exemplo prático disso pode ser constatado quando a contabilidade usa de seus conhecimentos para ajudar em simplificações tributárias que podem trazer vantagens financeiras para a organização. Isso vai muito além da mera obrigação de indicar corretamente o regime tributário ideal, pois é necessário que haja um estudo profundo do negócio para conhecer os produtos ou serviços oferecidos e, com isso, fazer proveito de substituições tributárias, por exemplo.

Porque o contador deve ser orientador do cliente? 

Primeiramente, para ser reconhecido como parceiro e não como uma despesa — até porque muitos empresários acham desnecessário arcar com investimento em serviços contábeis — é preciso estreitar o relacionamento com seus clientes. Mantê-los por perto e, assim, participar mais da vida das empresas, dará um forte diferencial ao escritório de contabilidade que estiver prestando a consultoria.

Esse bom relacionamento também reforçará a importância dos seus serviços para a sobrevivência da empresa no mercado em momentos de crise. Conheça agora alguns pontos relevantes segundo os quais você pode contribuir para a execução das operações nas empresas de forma muito mais eficiente.

Explicações sobre as MPEs e seus prazos

Os empresários, por estarem focados nas operações e vendas do seu negócio, na maioria das vezes não buscam entender sobre as obrigações fiscais e legais e nem acompanham as constantes mudanças que ocorrem nelas. Não estar atento às mudanças pode ser prejudicial ao negócio.

Baseado nesse cenário, cabe então ao contador ser o intermediador informativo dos seus clientes acerca de todas as atualizações que aparecem. Ele precisa manter-se antenado sobre as leis e suas mudanças para assim oferecer uma orientação mais coesa de quais ações cabem às empresas adotarem em determinadas situações.

Um exemplo bastante comum do que estamos falando são as empresas que, por falta de conhecimento, não entregam alguns tributos no prazo certo. É necessário apresentar regularmente ao Fisco, alguns documentos específicos como a DAS, GFIP, Balanço Patrimonial e DRE, a RAIS e o CAGED. Infelizmente ainda é grande o número de perda do tempo limite — isso incorre em multas e juros que encarecem a atuação de empresa e sugam importantes recursos de seu caixa.

O ideal é o contador acompanhar de perto essas obrigações e prazos e se antecipar para passar as devidas orientações aos seus clientes. Esse contato pode ser via e-mail, ligação telefônica ou WhastApp, principalmente para aqueles novos empresários com pouca experiência nesse assunto. O importante é que a empresa não seja punida financeiramente pelo não cumprimento de obrigações legais obrigatórias.

Orientações para tornar a empresa mais organizada 

O contador precisa aplicar a contabilidade consultiva para seus clientes, pois esse novo conceito está sendo adotado por bons profissionais do ramo e, por isso, vêm ganhando força no mercado. Todo escritório contábil que oferece esse tipo de serviço acaba tendo um grande diferencial competitivo no mercado e isso é percebido pelos clientes e não clientes.

Conhecida como um método da ciência contábil, ela pode ser utilizada pelos contadores para conseguirem entregar valor aos seus clientes e fazê-los a utilizarem da informação contábil para tomada de decisão.

A metodologia consultiva é composta por quatro passos. Eles são descritos a seguir.

1. Analisar o contexto da empresa

Fazer essa análise daempresaé importante para saber em que mundo e mercado ela está inserida, saber quais são suas crenças e seus valores além de entender qual o perfil do empresário, por exemplo. Essas características quantitativas interferem no momento de fazer o terceiro passo, que é o diagnóstico.

2. Análise de resultados

O segundo passo é a análise de resultados. Por meio das informações contábeis e financeiras da empresa é preciso analisar os dados quantitativos e conseguir evidenciá-los para entender a atual performance da organização. Somente assim o perfil da empresa em questão pode ser devidamente traçado para que seja feito uma alteração posterior.

3. Diagnóstico

Já o terceiro passo se trata do diagnóstico, ou seja, analisar os exames da empresa como indicadores de liquidez e gestão de capital de giro. Por meio deles entende-se como está a performance da empresa e se ela está rumo à prosperidade ou a caminho de uma insolvência financeira e possível falência.

É nessa etapa que conseguimos identificar se ela já está atuando bem e quais são os elementos que é preciso melhorar. Essa etapa é crucial para o sucesso da metodologia, pois diz respeito a traçar o perfil da organização com a maior exatidão possível. O objetivo é conhecer mais a fundo os seus resultados de operação.

4. Prescrição

O último passo é onde entra a prescrição. Aqui é levantado tudo que precisa ser feito para determinada empresa melhorar. É o momento ideal de fazer um plano de ação, consultoria contábil, financeira e estratégica, para orientar e liderar o empresário na tomada de decisão bem-sucedida. Essa etapa pode ser encarada como a conclusão de todo o esforço investido nas fases anteriores.

Educação consultiva para seus clientes

Hoje, é mais que comprovado que todo contador precisa ser consultor dos seus clientes, isso se reforça mais pelo fato que a contabilidade é uma ciência consultiva por natureza. Desde o seu princípio, a contabilidade é usada como ciência base para o apoio ao gestor, ao administrador e ao empreendedor no processo de tomada de decisão.

A contabilidade consultiva deve estar presente inclusive quando da abertura de empresa, que vai desde o início e passa por toda sua trajetória. Alguns escritórios de contabilidade de Pernambuco oferecem consultoria consultiva sem custos adicionais. Eles dão suporte e orientações para a gestão financeira, isso se torna um fortalecedor da relação entre as empresas e o contador.

Por isso, é ideal produzir conteúdos e informações relevantes que se transformem em educação consultiva para os clientes. Por meio deles, os clientes podem se interessar mais pelos serviços do seu escritório e darão mais atenção aos serviços tradicionais, como:

  • contabilidade;
  • folha de pagamento;
  • demonstrações contábeis;
  • geração de impostos etc.

Quais são as vantagens de atuar com a contabilidade consultiva?

fortes-tecnologia-contabilidade-consultiva-feed

Acompanhe a seguir algumas das principais vantagens proporcionadas por esse modelo de atuação inteligente de manter a prática contábil.

Maior valor agregado

O grande trunfo de um contador que atua no modelo consultivo é justamente estar mais próximo do negócio de seu cliente, pois assim pode analisar com mais detalhes sua situação. Nesse sentido, ele deve se valer de todos os dados possíveis para fazer análises acertadas e contribuir para a melhora contínua da saúde financeira da pessoa jurídica que assiste.

Se tudo isso for feito de modo que possa ser transmitido em uma linguagem de fácil compreensão, podem ser desenvolvidas ações que visem ajudar o negócio a crescer espontaneamente, além de reduzir a ocorrência de falhas nos procedimentos de contabilidade. Com isso, a entrega dos serviços de contabilidade ganha muito mais valor do que o costumeiro serviço obrigatório que é prestado.

Retenção de clientes

Todo escritório contábil que desenvolve o serviço de contabilidade consultiva tende a agregar um valor tão grande à sua entrega que normalmente os clientes não se desfazem da parceria realizada. Pense bem: um empresário que nitidamente enxerga a fonte da prosperidade financeira de sua empresa a deixará ir embora? Não é muito provável.

A consequência disso é que o contador consegue reter seus clientes de uma maneira fantástica. Isso significa a fidelização de sua carteira e o consequente aumento de faturamento. Clientes fidelizados tendem a ser promotores de sua marca, recomendando o serviço. Além disso, é muito mais fácil vender novos serviços para clientes satisfeitos do que conseguir novos clientes. Mais fácil e mais barato também.

Inovação

O trabalho rotineiro intrínseco a um escritório de contabilidade não é deixado de lado (nem pode ser). Obrigações como a apuração de fluxo de caixa, controle de passivos, de ativos e geração de demonstrativos de resultados também são executados, só que não são o foco central. Até onde é possível, o contador consultivo deve desenvolver estratégias (até mesmo de marketing) para sua carteira de clientes.

Isso só é possível por meio da análise profunda dos dados que o negócio gera. Essa análise, por sua vez, somente pode ser realizada se parte da tarefa for automatizada. Isso ocorre com o uso de ferramentas modernas e de grande impacto. É trabalho do contador expor isso aos seus clientes de modo que o conceito de inovação seja percebido. Isso traz mais autoridade para o profissional de contabilidade que atua no meio digital.

Redução de custos

É importante que fique clara a necessidade de implementação de ferramentas automatizadas no processo de adequação ao modelo de trabalho da contabilidade consultiva. Dessa forma, é possível esquadrinhar um verdadeiro raio-X de um empreendimento, ao mesmo tempo que mais tempo é liberado para execução de outras tarefas, como reflexão estratégica do negócio em questão. Podem ser traçados diversos cenários e planejar-se adequadamente.

Dessa forma, mais lucro pode ser auferido pela simples alocação inteligente de esforços. O escritório de contabilidade pode aproveitar melhor o tempo de seus colaboradores, focando naquilo que é mais importante e deixando as atividades rotineiras por conta de processos automatizados.

No que diz respeito aos empresários, seus negócios podem ser otimizados para operarem de forma mais eficiente. A análise de grande banco de dados pressupõe a aplicação do conceito de business intelligence. Isso quer dizer que as decisões estratégicas da empresa serão tomadas baseadas em números, ou seja, nas informações úteis que puderem ser retiradas dos insights promovidos pelo estudo realizado.

Tudo isso que falamos até agora gera mais valor e benefícios para o serviço de um contador. Um dos fortes serviços de contabilidade consultiva que vem crescendo no Brasil é o BPO Financeiro. A terceirização da gestão financeira é muito importante para tempos críticos e por meio desse serviço o contador pode orientar as empresas sobre quais serão as melhores ações a adotar diante um cenário ruim.

Esperamos que tenha gostado do conteúdo! Para aproveitar e saber sempre mais, siga nossos perfis nas redes sociais. Estamos presentes no Facebook, no Instagram e no YouTube!

Conteúdo escrito por: Anexo Gestão Contábil

Confira também os nossos últimos conteúdos 👇

banner-artigo-ebook-sst-para-contadores-jpge