Fortes Financeiro Web Gestão financeira

Quer tirar a empresa do vermelho? Veja essas 3 dicas

Fortes tecnologia apresenta como tirar a empresa do vermelho
Escrito por Vanessa Freitas
Publicado em: 30/10/2019 Tempo estimado de leitura: 4 minutos

“Entra ano e sai ano e o lucro continua caindo, a concorrência aumentou, o preço dos fornecedores subiu e para manter-se no mercado é preciso investir mais e cobrar um pouco menos.”

Se você conseguiu visualizar o cenário acima, na sua empresa, é preciso fazer alguns ajustes para que no próximo ano, você possa tirar a empresa do vermelho e os resultados sejam diferentes. 

Antes de continuar com o assunto, gostaria de fazer mais uma pergunta: cuidar do orçamento do seu negócio é hoje uma prioridade ou uma necessidade diante de tantas despesas?

Quitar as contas e manter um faturamento positivo é o desejo de todos os empreendedores, mas nem sempre as empresas dão a devida atenção ao planejamento financeiro.

Neste post, vamos propor algumas soluções para tirar de uma vez por todas a caneta vermelha dos seus resultados. Acompanhe com atenção e veja como planejar as finanças pode ser algo bem menos complicado e sair mais barato do que você imagina, bastando um pouco de disciplina. 

Para crescer, um planejamento financeiro bem estruturado é indispensável 

Um planejamento financeiro serve para projetar as receitas e as despesas da sua empresa, com a finalidade de indicar a situação econômica dos seus negócios e também tirar a empresa do vermelho, se for o caso.

Ao realizá-lo, você consegue visualizar claramente quanto você pretende faturar, gastar, investir e lucrar, podendo assim planejar a melhor forma que utilizará seus recursos.

Para isso, é preciso antes analisar sua empresa. Se os seus resultados estão no vermelho, olhe para o seu segmento de atuação e analise seus concorrentes, veja em que posição você está nessa hierarquia, sua participação no mercado, quanto sua marca está consolidada e quem é o público-alvo

Após avaliar seu posicionamento no mercado, é o momento de começar a analisar seus índices. Sempre respondendo algumas perguntas essenciais como:

  • Quanto faturei ano passado? Quanto isso representa de crescimento em relação ao ano retrasado?
  • Quanto faturo mensalmente? Como está o fluxo de caixa da empresa? Há o registro e análise adequada de entradas e saídas?
  • Como a sazonalidade atua nos meus resultados?
  • Quanto o mercado no qual atuo deve crescer no próximo ano? (Busque informações em associações de classe e em pesquisas setoriais)

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Procure fazer também um balanço patrimonial – ou seja, uma demonstração contábil que tem por finalidade apresentar a posição financeira e econômica da sua empresa, contemplando seus ativos e passivos.

Mas afinal, como tirar a empresa do vermelho?

Sabemos que muitos empreendedores não tem conhecimento de gerenciamento financeiro, por isso, podem criar um cenário de uma empresa endividada e inadimplente.

E por mais que o princípio básico de controle financeiro seja gastar menos do que se ganha, em uma empresa é mais difícil obedecer a regra, pois um negócio envolve capital de giro, datas de pagamento e de recebimento e salários de funcionários, por exemplo.

Você também vai gostar destes conteúdos
📌 Precificação de serviços: a importância de planejar preços
📌 Previsão de custos: o que é e como fazer de forma eficiente
📌 Produtividade no setor financeiro: decole seus resultados

1. Não hesite renegociar dívidas

Para solucionar os problemas de uma empresa endividada e inadimplente, a renegociação de dívidas com seus fornecedores, por exemplo, pode ser uma boa opção. Com uma simples conversa, é possível estender o prazo de pagamento ou baixar o valor diante de uma entrada imediata. Fornecedores costumam ser mais compreensivos do que os bancos e o governo. 

2. Gerencie o fluxo de caixa diariamente

Também é preciso focar no seu fluxo de caixa. Ele é um raio-x de como seu negócio está de saúde, e deve ser acompanhado todos os dias.

Quando você usa seu fluxo de caixa e registra o que tem a pagar, você antecipa períodos de dificuldade. Por exemplo, registrando uma despesa que deverá ser quitada daqui a dois meses, você já antecipa um saldo negativo no futuro. Assim, já pensa em estratégias para cobrir o gasto e não cair em dívidas.

3. Utilize um software online 

Com um bom sistema de controle financeiro você tem acesso fácil ao seu histórico de entradas e saídas. Isso te ajudará a usar o passado para planejar o futuro com muito mais embasamento. Para um bom planejamento temos uma solução eficiente: o Fortes Web Financeiro

Esta ferramenta vai te ajudar a controlar o seu fluxo de caixa, as contas a pagar e a receber, ver relatórios gerenciais como a DRE – Demonstrativo de Resultados do Exercício – e gráficos de resultados financeiros, além de poder emitir os boletos bancários para suas vendas. 

Tenha todos os dados da sua empresa centralizado em uma ferramenta em nuvem para monitorar seus resultados diários e, assim, conseguir projetar cenários, desenvolver planos de ação para melhorar o negócio.

Quais são seus objetivos para 2020? Deseja abrir a primeira filial no próximo ano? Ótimo, então comece implementando uma nova mentalidade na cultura da empresa, se possível desde o seu nascimento.

Espero que este artigo tenha ajudado você a refletir e pensar em algumas ações para tirar a empresa do vermelho.

Até a próxima!

Banners-internos-cta-blog-planilha-fluxo-de-caixa-mensalPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Vanessa Freitas

Deixar comentário.

Compartilhar