Gestão financeira

Termos do mercado financeiro de A a Z: conheça os mais utilizados

Fortes tecnologia apresenta termos do mercado financeiro
Escrito por Fortes Tecnologia
Atualizado em: 23/07/2019 Tempo estimado de leitura: 12 minutos

Existe uma infinidade de termos que são utilizados nas diversas áreas do mercado financeiroPor causa disso é muito comum que as pessoas se confundam ou achem complexo algumas questões, principalmente para quem está iniciando nessa área. Em muitos casos profissionais acabam desistindo por não conseguirem entender o significado de alguns termos, até mesmo porque alguns deles são em inglês.

A quantidade de termos do mercado financeiro pode até ser grande, mas não há razão para se assustar. O objetivo deste artigo é apresentar os principais termos utilizados no mercado financeiro e dessa forma, sempre que você tiver alguma dúvida, basta voltar neste artigo para ver o significado.

Vamos ao nosso pequeno glossário!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

A

Alavancagem

Trata-se de um recurso muito disponível para investimentos de renda variável. É quando você “pega dinheiro emprestado” para realizar uma operação. Ou seja, você faz operações com valores maiores do que teria sozinho.

É preciso tomar muito cuidado com esta ferramenta, pois assim como pode trazer grandes retornos para o investidor, pode facilmente fazê-lo perder muito dinheiro.

Alíquota

Alíquota é um percentual ou um valor fixo que será utilizado para o cálculo de algum tributo, por exemplo, o Imposto de Renda que incide sobre aplicações financeiras de renda fixa possui uma alíquota que na maioria das vezes varia entre 22,5% e 15%.

Outro exemplo disso é o ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). O mesmo possui alíquotas estabelecidas que variam entre cada estado brasileiro e para cada tipo de bem ou serviço.

B

Benchmark

Outro termo do mercado financeiro muito comum é o benchmark. Também é muito utilizado no dia a dia de empresas.

Este termo representa a busca do que é considerado padrão em qualquer tipo de prática. É a comparação de processos ou práticas a um determinado valor ou modelo de referência. Muito utilizado em fundos de investimentos para determinar uma meta de performance para a rentabilidade do fundo. 

Um valor muito utilizado como benchmark para gestores de fundos de investimentos é o CDI. Em alguns casos, se o gestor ultrapassar esse benchmark, o mesmo pode receber uma remuneração extra.

C

CDI

O termo CDI é a abreviação para Certificado de Depósito InterbancárioSe trata de um dos principais indexadores do mercado financeiro, o mesmo acompanha muito de perto a taxa Selic. E além disso é utilizado como referência para determinar a rentabilidade de muitos investimentos de renda fixa.

O CDI também é a taxa que os bancos utilizam para realizar empréstimos entre si.

CETIP

A CETIP, sigla para Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos é a integradora do mercado financeiro. Ela é uma empresa de capital aberto que oferece serviços de registro, negociação, central depositária e liquidação de ativos e títulos.

Entre os serviços prestados pela Cetip, estão o processamento e liquidação de TEDs e DOCs e o registro de títulos de renda fixa. Ao escolher uma corretora de valores, é importante verificar se a mesma possui o selo Cetip Certifica.

O mesmo é uma espécie de selo de qualidade que garante que todas as aplicações de renda fixa feitas através da instituição financeira em questão foram registradas e identificadas no CPF do investidor.

D

Debêntures

Debêntures são títulos de renda fixa emitidos por empresas privadas. Quando bancos ou outras instituições financeiras precisam captar dinheiro eles podem emitir outros tipos de títulos, como CDBs, LCIs e LCAs.

Mas quando uma empresa que não é uma instituição financeira precisa captar dinheiro, a mesma tem a opção de emitir uma debênture. As debêntures podem ser comuns ou incentivadas.

Debêntures incentivadas são emitidas por empresas que tem como objetivo realizar algum projeto de infraestrutura. Nesse caso o governo isenta a incidência de imposto de renda para os investidores que aplicarem nesse título.

As debêntures comuns possuem incidência normal do imposto de renda.

Desdobramento

O desdobramento de ações é um processo utilizado por empresas negociadas em bolsa para aumentar a liquidez das ações. É quando a empresa quer aumentar o número de ações em circulação, mas sem a emissão de novas cotas.

Se uma empresa tem suas ações negociadas a 100 reais cada, a mesma pode fazer um desdobramento de 10 para 1 por exemplo. Nesse caso, cada ação de 100 reais se transformará em 10 ações de 10 reais.

O valor de mercado da empresa vai permanecer o mesmo, apenas a quantidade de ações negociadas que irá mudar.

E

ETF

O termo do mercado financeiro ETF é a abreviação para Exchange Traded Funds.

As ETFs são fundos negociados na bolsa de valores que tentam replicar algum índice do mercado financeiro. Um dos ETFs mais populares é o BOVA11 por exemplo.

O mesmo tenta replicar a rentabilidade do Ibovespa. Portanto, o investidor que quer ter a rentabilidade das principais ações negociadas na bolsa de valores, pode adquirir cotas do BOVA11.

F

FGC

Uma das siglas mais comuns no mercado de renda fixa. O Fundo Garantidor de Crédito é uma instituição privada que oferece proteção aos clientes em caso de falência da instituição financeira contratada.

O FGC garante aplicações em poupança, CDB, LCI, LCA, RDB e Letras de Cãmbio no valor de até 250 mil reais por instituição financeira. Ou seja, se você aplicar seu dinheiro em um título do Banco X e o mesmo quebrar, você recebe o seu dinheiro de volta.

Desde que o valor investido não tenha ultrapassado os 250 mil reais é claro.

G

Grupamento

O grupamento de ações é o processo contrário do desdobramentoO mesmo consiste em transformar várias ações de valor menor em apenas uma de valor mais alto.

Uma empresa pode decidir por realizar o grupamento de suas ações também para facilitar a negociação das mesmas em bolsa. A mesma pode entender que o preço baixo de cada ação está dificultando as operações.

H

Home Broker

Grande aliado do investidor de renda variável, o Home Broker é a plataforma digital que possibilita a compra e venda de títulos e ações. O mesmo pode ser acessado através do seu computador, tablet ou até mesmo celular.

Cada corretora de valores possui o seu próprio home broker para que os clientes façam suas operações.

I

IPCA

O IPCA, sigla para Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, nada mais é do que o indicador oficial de inflação do país, o mesmo é calculado mensalmente pelo IBGE. 

A coleta de dados para o cálculo desse indicador vai do dia 1º ao dia 30 (ou 31) de cada mês e abrange famílias que possuem renda entre 1 e 40 salários mínimos.

Esse indicador mostra o quanto que em média os preços dos principais produtos e serviços da economia estão subindo.

IPO

O termo Initial Public Offering ou Oferta Pública Inicial em português, representa o momento em que uma empresa vai oferecer suas ações na bolsa de valores pela primeira vez. Também é conhecido como abertura de capital. Pois é a primeira vez em que os donos da empresa renunciam de parte desse capital social para que seja negociado por investidores.

L

Lastro

Lastro é o termo utilizado que denomina a garantia de um ativo. Antigamente, cada papel moeda que era impresso tinha o seu equivalente em quantidades de ouro ou prata nos bancos centrais dos países e os países só podiam imprimir mais dinheiro caso a quantidade de ouro ou prata tivesse aumentado.

Esse ouro ou prata nos depósitos dos bancos centrais era o lastro do dinheiro, ou seja, era a garantia de que o dinheiro que estava em circulação no país valia alguma coisa. 

Atualmente os bancos não possuem mais reservas de ouro. Entretanto, o lastro do dinheiro é a própria economia de um país. Só pode ser impresso mais moeda se a quantidade de riquezas em um país também aumentar, ou seja, se a economia crescer junto. Caso contrário acontece a desvalorização da moeda, a inflação.

Liquidez

A liquidez é a facilidade com que um ativo tem de ser convertido em dinheiro sem perder valor. Quanto mais rápido esse ativo for convertido em dinheiro, maior a sua liquidez.

Um ativo que exemplifica bem o conceito de liquidez é o título Tesouro Selic. Se você possui dinheiro aplicado neste título e solicitar o resgate, no dia seguinte o mesmo estará na sua conta (desde que seja um dia útil).

Em contrapartida, imóveis são ativos com baixíssima liquidez, pois pode levar meses ou até anos para conseguir se desfazer de um imóvel.

M

Marcação a Mercado

A marcação a mercado nada mais é do que a atualização do preço de um ativo conforme a sua última cotação. Existem ativos no mercado financeiro que não possuem muita liquidez, mas ainda assim é possível vendê-los antes do prazo.

Contudo, o preço para venda desses ativos antes do prazo de vencimento será conforme a cotação de mercado do mesmo, ou seja, você pode vender um ativo por um preço menor ou maior do que o que você pagou.

Mercado Primário

Como dito anteriormente, o IPO é quando uma empresa se lança pela primeira vez na bolsa de valores. Nessa negociação, os donos do negócio abrem mão de parte de suas ações da empresa e oferecem elas no mercado.

Os investidores que compram essas ações, estão comprando elas diretamente dos donos da empresa. Nesse caso, o dinheiro da compra dessas ações vai diretamente para a empresa, para que ela consiga arrecadar capital.

Esse é o chamado de mercado primário, onde os investidores compram ações diretamente da empresa.

Mercado Secundário

Depois de acontecer o IPO e de os donos de um negócio terem vendido parte da sua participação, os investidores vão negociar as ações entre si.

Não mais diretamente com a empresa.

Este é o chamado de mercado secundário, quando os investidores negociam as ações de uma empresa somente entre si.

P

Pregão

A bolsa de valores brasileira tem um horário de funcionamento, que é quando ocorrem as negociações. Esse período de tempo em que ocorrem as principais negociações na bolsa de valores é o chamado pregão.

Atualmente a bolsa de valores funciona nos dias úteis das 10h às 17h.

R

Rating

Na economia é normal empresas precisarem captar recursos para financiar novos projetos ou até mesmo para se sustentar. Existem diversas formas que essas empresas podem recorrer para captar recursos.

Se forem instituições financeiras podem emitir títulos privados como CDBs, LCIs, LCAs. Se não forem instituições financeiras podem emitir debêntures, como visto anteriormente.

Mas como toda empresa, existe o risco de a mesma quebrar e não conseguir pagar o empréstimo.

O rating é uma nota que as agências de classificação de risco de crédito atribuem a um emissor, de acordo com sua capacidade de honrar com a dívida.

Serve para que os investidores saibam qual o risco de emprestar dinheiro para essas organizações.

S

Selic

Selic é a abreviação para Sistema Especial de Liquidação e CustódiaTrata-se da taxa básica de juros da economia. A meta da taxa Selic é definida a cada 45 dias pelo Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil).

A mesma influencia todas as taxas de juros do país, como as taxas de empréstimos, de financiamentos e também de muitas aplicações financeiras de renda fixa.

Spread

Spread é o termo em inglês que representa a diferença entre o preço que foi adquirido algo, para o preço que isso está sendo oferecido. Por exemplo: uma das principais atividades bancárias é oferecer empréstimos.

Todo e qualquer empréstimo oferecido pelo banco é cobrado juro em cima. Mas em muitos casos os próprios bancos precisam pegar dinheiro emprestado a fim de emprestar para um correntista.

Para captar esse dinheiro o banco pode emitir títulos, como um CDB. Digamos que o banco emitiu um CDB e vai pagar uma taxa de juros de 6% ao ano para os investidores que estão dispostos a emprestar esse dinheiro.

Então o banco pega esse dinheiro que foi captado através da emissão desse CDB e empresta para o correntista a uma taxa de juros de 10% ao ano. Essa diferença de 4% (10 – 6) na captação do dinheiro para a oferta dele, é o chamado spread.

V

Valuation

Valuation é uma palavra em inglês que pode ser traduzida para “valorização”, mas o seu conceito compreende em um procedimento onde são aplicados diversos métodos e técnicas de avaliação de uma ação da empresa ou ativo, permitindo ver se vale a pena investir neles. Aqui são considerados diversos elementos do negócio, como as variações históricas de preço das avaliações e seus pares — que são os ativos e ações de controladoras, parceiras ou companhias parecidas — e outras variáveis.

A sua principal finalidade é a de descobrir se o preço do ativo é baixo, elevado ou justo, isso ajuda o investidor a decidir quando será mais vantajoso investir em determinada empresa. Seu resultado também auxilia o empreendedor a realizar negociações, pois ele saberá os valores de forma precisa, o que o compõe e como aumentá-lo.

Volatilidade

A volatilidade é a força com que a cotação de um determinado ativo do mercado financeiro está se movimentando. Quanto maior for a variação da cotação de um ativo em um período de tempo, maior a volatilidade do mesmo.

Dessa forma é possível se informar quanto à estabilidade ou instabilidade do mercado ou de um determinado ativo em específico.

Conclusão dos termos do mercado financeiro

Existem inúmeros termos no mercado financeiro, utilizados tanto para investimentos quanto para a economia de uma forma geral.

Isso pode dificultar o entendimento de algumas coisas. Mas com este pequeno dicionário, você já sairá na frente da maioria das pessoas que quer entender mais sobre essa área.

 

Artigo escrito por Francisco Krieger Abrunhoza.

Fortes_Tecnologia_Banner_Fluxo_de_CaixaPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Fortes Tecnologia

Deixar comentário.

Compartilhar