Gestão contábil

Simples Nacional: entenda sobre exclusão e agendamento de opção 2019

Simples-Nacional-2019-entenda-sobre-exclusao-e-agendamento-de-opcao
Escrito por Fellipe Guerra
Publicado em: 16/11/2018 Tempo estimado de leitura: 4 minutos
Webinar Fortes Tecnologia e Exact SalesPowered by Rock Convert

Olá pessoal! Existe um tema que gera bastante dúvida e questionamentos na grande maioria dos nossos leitores, estou falando do Simples Nacional, sua exclusão e agendamento de opção 2019. Por isso hoje irei falar sobre ele.

As Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP) devem ficar atentas para não serem excluídas de ofício do Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devido pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Simples Nacional) por motivo de inadimplência.

Entre 10 de setembro a 12 de setembro deste ano, foram disponibilizados, no Domicílio Tributário Eletrônico do Simples Nacional (DTE-SN), os Atos Declaratórios Executivos (ADE) que notificaram os optantes pelo Simples Nacional pelos seus débitos previdenciários e não previdenciários com a Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB). como também a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

Foram notificados 716.948 devedores que respondem por dívidas que totalizam R$ 19,5 bilhões.

Simples Nacional: prazo de regularização

Importante ressaltar aqui que, a partir da data de ciência do ADE de exclusão, o contribuinte terá um prazo de 30 dias para a regularização da totalidade dos débitos à vista, em parcelas ou por compensação.

O teor do ADE de exclusão pode ser acessado pelo Portal do Simples Nacional ou pelo Atendimento Virtual (e-CAC), no sítio da Receita Federal, mediante certificado digital ou código de acesso.

O prazo para consultar o ADE é de 45 dias a partir de sua disponibilização no DTE-SN e a ciência por esta plataforma será considerada pessoal para todos os efeitos legais.

Como os débitos com exigibilidade suspensa não motivam a exclusão do Simples Nacional, aqueles débitos incluídos no Pert-SN não constarão dos ADE de exclusão.

É preciso comparecer na Receita Federal?

É preciso se atentar à pessoa jurídica que regularizar a totalidade dos débitos dentro desse prazo, pois esta terá a sua exclusão do Simples Nacional automaticamente tornada sem efeito, ou seja, o contribuinte continuará no Simples Nacional não havendo necessidade de comparecer às unidades da Receita Federal para adotar qualquer procedimento adicional.

Porém, para aqueles que não regularizarem a totalidade de seus débitos no prazo de 30 dias contados da ciência, serão excluídos do Simples Nacional com efeitos a partir do dia 1 de Janeiro de 2019.

Solicitação de opção pelo Simples Nacional

Focando no agendamento, a solicitação de opção pelo Simples Nacional somente pode ser realizada no mês de janeiro, até o seu último dia útil. Uma vez deferida, produz efeitos a partir do primeiro dia do ano calendário da opção.

Para empresas em início de atividade, o prazo para solicitação de opção é de 30 dias contados do último deferimento de inscrição (municipal ou estadual, caso exigíveis), desde que não tenham decorridos 180 dias da inscrição do CNPJ.

Se deferida, a opção produz efeitos a partir da data da abertura do CNPJ. Após esse prazo, a opção somente será possível no mês de janeiro do ano-calendário seguinte.

Como acompanhar o processo?

O contribuinte pode acompanhar o andamento e o resultado final da solicitação na opção “Acompanhamento da Formalização da Opção pelo Simples Nacional.”

O agendamento da opção pelo Simples Nacional é a possibilidade do contribuinte manifestar o seu interesse em optar pelo Simples Nacional para o ano subsequente, antecipando as verificações de pendências impeditivas ao ingresso no Regime.

O agendamento estará disponível entre o primeiro dia útil de novembro e o penúltimo dia útil de dezembro de cada ano. No mesmo período, é permitido o cancelamento de agendamento de opção já confirmado.

O agendamento não é permitido à opção de empresas em início de atividade (que devem utilizar o serviço Solicitação de Opção pelo Simples Nacional).

Posso fazer o cancelamento?

Durante o período da opção, é permitido o cancelamento da solicitação da Opção pelo Simples Nacional, salvo se o pedido já houver sido deferido. O cancelamento não é permitido para empresas em início de atividade.

Como cancelar o agendamento?

Por meio do Portal do Simples Nacional, menu “Simples-Serviços”,  clicar em “Opção”, selecionar “Cancelamento do Agendamento da  Opção pelo Simples Nacional”, serviço disponível durante o período do agendamento.

Após o período do agendamento, não é possível cancelá-lo (art. 7º, inciso V, alínea “b”, da Resolução CGSN nº 140, de 2018).

Além disso, é preciso se atentar que, a opção pelo Simples Nacional  é irretratável para todo o ano-calendário, podendo a optante solicitar  sua exclusão, por opção, com efeitos para o ano-calendário subsequente.

E também que, na hipótese de a ME ou a EPP excluir-se do Simples Nacional no mês de janeiro, em se tratando de exclusão por opção, os efeitos dessa exclusão se darão nesse mesmo ano-calendário.

Você quer entender um pouco mais sobre o Simples Nacional? Acesse este artigo e saiba quais foram as novidades para 2018.

Simples Nacional: entenda sobre exclusão e agendamento de opção 2019 1Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Fellipe Guerra

Deixar comentário.

Compartilhar