Gestão de pessoas

Promova a cultura da inovação na sua empresa em 5 passos

fortes-tecnologia-promova-a-cultura-da-inovacao-na-sua-empresa-em-5-passos
Escrito por Fortes Tecnologia
Atualizado em: 09/01/2019 Tempo estimado de leitura: 6 minutos

O termo “inovação” tem ganhado cada vez mais força nos últimos anos. Ainda assim são poucas as empresas que de fato apresentam o perfil voltado a ela. Isso porque uma cultura da inovação propriamente dita diz respeito a algo muito mais amplo do que simplesmente apresentar boas ideias.

Ele se refere a um ambiente interno, quando ele se apresenta de maneira propícia ao surgimento de novidades, o que exige que todas as pessoas envolvidas com o projeto tenham uma postura inventiva.

Somente quando a empresa constrói um ambiente com essas características é que podemos dizer que ela trabalha com a cultura da inovação.

Quer saber mais sobre o assunto e de que forma sua empresa pode criar um clima voltado para a inovação? Então siga esses 5 passos para transformar o ambiente interno da sua companhia e torná-la mais inovadora. Confira.

1) Entenda os benefícios de ter uma cultura da inovação

Quando a empresa é dotada de colaboradores voltados a inovar, ela não precisa de motivações externas para apresentar novidades. Consequentemente, tende a impactar o mercado com maior facilidade e frequência, antes mesmo de surgir uma demanda clara por novas soluções.

Essa é uma vantagem competitiva em relação a organizações que estabelecem uma maneira de atuar e mantém os procedimentos durante anos.

Num cenário cada vez mais rigoroso como o que encontramos hoje, em que fatores como a economia globalizada e a exigência dos consumidores faz com que a concorrência se acentue e o ciclo de vida dos produtos diminua, ter uma cultura voltada à inovação é um diferencial importante.

2) Realize treinamentos para desenvolver as competências necessárias

Como um time de futebol, sua equipe também precisa de entrosamento e boa técnica para funcionar bem. É por isso que para criar um ambiente voltado à inovação você precisa treinar habilidades e competências de maneira que a longo prazo os colaboradores consigam trazer melhores resultados.

Realize atividades para mudar a mentalidade das pessoas em relação a determinados processos e conceitos. Treinamentos corporativos voltados para a inovação permitem aperfeiçoar a criatividade, o dinamismo e a capacidade de quebrar paradigmas dos colaboradores.

Trabalhe com métodos que permitam aperfeiçoar a prática de vendas, desenvolver melhor a capacidade de liderança e facilitar a integração entre os colaboradores. Lembre-se: tudo pode ser transformado dentro de um ambiente corporativo se você investir em mecanismos para aperfeiçoar as ações das pessoas.

Por isso, esteja sempre em busca de alternativas como programas e projetos de reengenharias ou reestruturações, além de cursos voltados para criatividade e inovação, como de técnicas para soluções criativas de problemas.

3) Valorize o colaborador para ter boas ideias

Mesmo investindo em pesquisa e desenvolvimento, contratando profissionais qualificados e procurando por novas tecnologias, sem envolver os colaboradores de maneira que eles se sintam comprometidos com o projeto fica mais difícil apresentar soluções novas e úteis para o público.

Basicamente, é na motivação e na capacitação do colaborador que surgirá a competitividade permanente dentro da empresa. Assim, é preciso pensar em soluções para que isso aconteça.

Reveja sua política de gestão de pessoas e passe a investir em fatores que incentivem o grupo a comprar sua ideia. Tomando como referência as ideias de Jean M. Holtrop e Sheila Udall, autores de Accidental manager (1996), podemos considerar um conjunto de dez tópicos para analisar as políticas e práticas de gestão de pessoas numa organização. São eles:

  • o nível de confiança na promoção e no recrutamento interno;

  • a ênfase no trabalho em equipe;

  • a maneira com a organização constrói os sistemas estratégicos de carreira;

  • o nível de abertura e compartilhamento de informações;

  • a descentralização e delegação de autoridade;

  • o nível de preocupação com as pessoas;

  • o reconhecimento e a recompensa para altos desempenhos;

  • a forma como a remuneração valoriza as habilidades e competências;

  • a forma como a organização trata o treinamento e desenvolvimento dos empregados;

  • a existência de um foco de longo prazo nas decisões de RH.

Concentre-se nesses dez tópicos e reorganize suas práticas de gestão para obter melhores resultados.

4) Invista em tecnologia para gerar um ambiente propício à inovação

Procure por soluções para dar dinamismo ao trabalho dentro da empresa e assim oferecer melhores condições para o colaborador produzir.

Nos dias de hoje, isso pode ser melhor realizado quando a organização investe em tecnologia. Assim, considere alternativas para otimizar ações de endomarketing e benchmarking, por exemplo, para desenvolver métodos para reter talentos e entender se suas práticas estão em consonância com os da concorrência.

Quando a sua empresa se concentra em modernizar sua atuação visando facilitar a ação do colaborador, ela permite a ele contar com toda a estrutura necessária para desempenhar o seu trabalho e, assim, progredir profissionalmente. Quer uma vantagem competitiva em relação à concorrência? Então, invista na qualificação da equipe, tendo sempre por perto profissionais do mais alto nível.

Procure investir também em ferramentas modernas para criar processos sistemáticos para identificar, criar, renovar e aplicar os conhecimentos estratégicos na organização. Assim, você pode administrar melhor o capital intelectual e os ativos de conhecimento na sua empresa, o que permite a ela utilizar melhor o potencial da equipe.

Utilizando sistemas para gerenciar os setores, você cria meios para otimizar não somente a parte contábil, mas também a gestão de pessoas, o que certamente tornará todo o processo mais eficiente. Hoje, já é possível contar com soluções para melhor gerenciar as rotinas, a gestão de RH e o acesso dos colaboradores.

5. Dê liberdade para novas propostas

É comum ver empresas com culturas voltadas ao desempenho e não à inovação. Neste quadro, os gestores premiam o acerto, evitando erros a todo custo.

Entretanto, para inovar, a equipe deve ter a liberdade para errar. Grandes inventores da história valorizavam as tentativas mais do que nossa sociedade atual costuma fazer. É de Thomas Edison a célebre frase: “Eu não falhei, encontrei 10 mil soluções que não davam certo”. Não à toa, Edison inventou a lâmpada incandescente e a câmera cinematográfica.

Cabe à empresa oferecer aos colaboradores condições ideais para que eles inovem. É importante ter uma política de incentivo a novas ideias, de reconhecimento de metas atingidas e de divulgação de resultados. Tudo isso permite a construção de um espaço em que a tentativa é valorizada e os colaboradores têm motivos para se sentirem à vontade contribuindo, assim, com o crescimento da companhia.

Não tenha medo de mudar. Sair da zona de conforto é essencial para crescer e se desenvolver no dia a dia. Abra sua empresa para novas ideias e assimile novos pontos de vista.

Quer saber mais sobre cultura da inovação? Então acompanhe nosso trabalho nas redes sociais. Estamos no Facebook, no Twitter e no Youtube.

Blog-Fortes-Tecnologia-calculo-de-custo-por-colaborador-facebook-linkedinPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Fortes Tecnologia

Deixar comentário.

Compartilhar