Fortes Pessoal

Pontos Relevantes para a geração da DIRF no Fortes Pessoal

Pontos Relevantes para a geração da DIRF no Fortes Pessoal 1
Atualizado em: 13/07/2017 Tempo estimado de leitura: 1 minuto

 

A entrega da DIRF está prevista para 15 de fevereiro de 2017 e os pagamentos dos trabalhadores, empregadores e autônomos devem estar devidamente registrados, para o correto envio da declaração.

Para que você não tenha surpresas desagradáveis é importante verificar as movimentações antes de gerar a DIRF, pesando nisso vai aqui algumas dicas para ajudar você nessa tarefa!

Cadastro da empresa.

A declaração deve ser enviada com as informações centralizadas na matriz, logo, verifique se a opção de “Estabelecimento matriz” está marcada no cadastro do estabelecimento, dentro do cadastro da empresa.

Desconto do plano de saúde

Confira os descontos de plano de saúde. Se você utiliza a ferramenta de controle de plano de saúde, ao gerar a DIRF o Fortes Pessoal irá considerar os descontos gerados em valores mensais dos planos (Movimentos>Empregados>Valores pensais de plano de saúde.), ou seja, valores movimentados manualmente na folha não serão considerados para DIRF.

Valor mínimo de rendimento

Na geração da DIRF lembre-se que você deve atualizar o valor do rendimento mínimo de obrigatoriedade para declarar.

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1671, DE 22 DE NOVEMBRO DE 2016

Art. 12. As pessoas obrigadas a apresentar a Dirf 2017, conforme o disposto nos arts. 2º a 4º, deverão informar todos os beneficiários de rendimentos:

I – que tenham sofrido retenção do imposto sobre a renda ou de contribuições, ainda que em um único mês do ano-calendário;

II – do trabalho assalariado, quando o valor pago durante o ano-calendário for igual ou superior a R$ 28.559,70 (vinte e oito mil, quinhentos e cinquenta e nove reais e setenta centavos);

III – do trabalho sem vínculo empregatício, de aluguéis e de royalties, acima de R$ 6.000,00 (seis mil reais), pagos durante o ano-calendário, ainda que não tenham sofrido retenção do imposto sobre a renda;

Curtiu nosso conteúdo? Somos referência no mercado e se precisar de ajuda para otimizar os resultados na sua empresa, você pode contar com a gente. Pense grande e solicite uma proposta comercial!

Sobre o autor

Patrícia Capistrano

Há 14 anos na área trabalhista, atualmente como Consultora de Relacionamento da Fortes Tecnologia, membro da Comissão de Normas Técnicas Aplicadas às Áreas Trabalhistas e Previdenciária do CRC-CE, graduanda em Direito pela FANOR. Atuou como consultora e coordenadora no suporte de gestão de pessoas da Fortes Tecnologia. É instrutora e palestrante do Programa de Apoio ao Estudante (PAE); Fortes na Prática (FNP); professora da Fortes Treinamentos e Simples Treinamentos com cursos voltados para área trabalhista e atualmente é destaque com palestras sobre eSocial e Reforma Trabalhista em diversas regiões do País.

2 comentários

    • Bom dia Andrea,

      Na verdade o aplicativo da DIRF ainda não foi liberado pela Receita Federal. É necessário aguardarmos a liberação.

      Um abraço!

Deixar comentário.

Compartilhar