Gestão contábil

PGDAS-D 2018: conheça a integração do Fortes Fiscal ao novo portal da Receita Federal

Escrito por Eliane César

A Receita Federal disponibilizou, nesta quinta-feira (1), um novo portal para envio das informações para as empresas do Simples Nacional: o PGDAS-D e DEFIS 2018

Algumas mudanças aconteceram e, claro, o cliente Fortes já conta com a integração do Fortes Fiscal com o PGDAS-D 2018 totalmente atualizada e disponível. Entenda melhor o que é e como funciona essa mudança nos sistemas.

O que é o Simples Nacional? 

O Simples Nacional é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, previsto na Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006. Abrange a participação de todos os entes federados (União, Estados, Distrito Federal e Municípios).

Para o ingresso no Simples Nacional é necessário o cumprimento das seguintes condições:

  • Enquadrar-se na definição de microempresa ou de empresa de pequeno porte
  • Cumprir os requisitos previstos na legislação
  • Formalizar a opção pelo Simples Nacional

Sobre o PGDAS-D 2018

O Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional – Declaratório (PGDAS-D 2018) é um sistema eletrônico disponibilizado pela Receita Federal que realiza o cálculo do Simples Nacional para os períodos de apuração a partir de janeiro de 2018, conforme determinam a Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006 (e suas alterações) e a Resolução CGSN nº 94, de 29 de novembro de 2011.

Um dos principais objetivos do PGDAS é declarar o valor mensal devido referente ao Simples Nacional pelo contribuinte e gerar o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) para recolhimento na rede bancária. 

Como fazer no Fortes Fiscal?

Destaca-se como uma das principais mudanças o novo leiaute do portal, novas bases foram adicionadas e a ordem de declaração de informações também foi alterada.

Através do Painel Gerencial do Simples Nacional dentro do Fortes Fiscal, você realiza a apuração, transmissão e ainda recebe o DAS sem precisar acessar e preencher diversas informações manuais.

Seus dados serão processados em ambiente seguro, de forma muito mais prática. Isso permite o acompanhamento das apurações que foram transmitidas, a geração do DAS e a impressão do Recibo de Transmissão diretamente no Painel Gerencial do Simples Nacional.

Para iniciar a apuração do Simples Nacional de maneira rápida e automática, basta acessar o menu Movimentos > Obrigações Federais > Simples Nacional, ou através do atalho dentro do seu sistema:

Se você quiser mais agilidade na transmissão e apuração das suas escriturações, é importante contar com ajuda de ferramentas para isso.

Ferramentas como o Painel do Simples Nacional otimizam o tempo de entrega da obrigação, evitando digitação de valores, repetindo sempre os dados de acesso, dentre outros processos manuais.

 

Checklist eSocial Banner Blog Fortes Tecnologia

Sobre o autor

Eliane César

7 comentários

Deixar comentário.

Compartilhar