Gestão contábil

O impacto das transformações digitais na contabilidade

O impacto das transformações digitais na contabilidade
Atualizado em: 20/10/2017 Tempo estimado de leitura: 4 minutos

No post te hoje, iremos falar sobre a importância dos profissionais de contabilidade estarem sempre atentos às transformações digitais para se adaptarem aos novos modelo de mercado, onde cada vez mais processos e ferramentas surgem. 

Quer aprender mais sobre esse cenário e sobre as novas habilidades que o profissional de contabilidade precisa adquirir? Embarque comigo nessa leitura!  

Nos últimos anos, você deve ter reparado o quanto a tecnologia está avançando com seus estudos em robôs e máquinas de todos os tipos e tamanhos, em diversas aplicações. Tanto para contribuir dentro das indústrias, quanto no convívio familiar. Os Estados Unidos, por exemplo, aprovou uma lei para acelerar a implementação de carros autônomos e robôs que fazem limpeza.

Toda esta evolução tecnológica está afetando de forma direta também as profissões, não apenas auxiliando os trabalhadores a desenvolver suas atividades, mas em alguns casos, fazendo o trabalho por eles. Como mostra o artigo de Michael Osborne e Carl Frey da Universidade de Oxford. Segundo dados apresentados pelos pesquisadores, na próxima década, 47% de todos os empregos dos Estados Unidos serão automatizados. O estudo avalia também as chances de que certas atividades serão completamente automatizadas nos próximos 20 anos. No caso dos serviços como preparação fiscal, o percentual é de 98,7%; para as tarefas operacionais da contabilidade e auditoria, 93,5%. Confira aqui como está o mercado contábil nos Estados Unidos.

O estudo avalia também as chances de que certas atividades serão completamente automatizadas nos próximos 20 anos. No caso dos serviços como preparação fiscal, o percentual é de 98,7%; para as tarefas operacionais da contabilidade e auditoria, 93,5%.

Para os pesquisadores, essas estimativas podem não se confirmar. Mas fica o alerta: se o futuro for este mesmo, não podemos dizer que não fomos avisados sobre a inovação na contabilidade. Não adianta pensar que estamos falando de uma das séries de ficção científica como Black Mirror, que mostra os seres humanos reféns da tecnologia. Não se trata apenas de ficção, é realidade, que está diante dos nossos olhos.

Automação e inteligência artificial: casos reais

Algumas empresas já começaram a aplicar essas tecnologias substituindo funcionários. Exemplo da KPMG, rede global de empresas que prestam serviços de profissionais de Audit, Tax e Advisory, que anunciou ter planos para utilizar o Watson (supercomputador da IBM), em ofertas e serviços profissionais, incluindo serviços de auditoria, impostos e assessoria.

Busca de conhecimento na contabilidade

Uma das habilidades mais importantes é a antecipação: capacidade de identificar e se posicionar diante de tendências futuras – para seu escritório contábil e para seus clientes. Antes mesmo que as mudanças os afetem. De acordo com o renomado futurista e autor best-seller do New York Times, Daniel Burrus, dizem que esta é uma competência chave, mas em falta nos negócios de hoje.

Inúmeros estudos realizados ao longo dos últimos anos são quase unânimes: para o futuro, os profissionais contábeis devem se tornar proficientes em habilidades que têm pouco a ver com o núcleo tradicional da profissão.

Essas habilidades incluem o seguinte:

  • Pensamento estratégico e crítico;
  • Comunicação
  • Colaboração;
  • Inovação;
  • Gestão da mudança;
  • Inspiração e motivação (sua e dos outros);
  • Tomada de decisão em tempos de ambiguidade.

A transformação digital está dando origem à idade de antecipação. O que serve para mostrar o quanto o contador 2.0 deve investir na busca de conhecimento, na inovação na contabilidade e desenvolvimento de outras capacidades. Só assim será possível criar novas oportunidades de serviços na área de contábil e financeira.

Além de acompanhar as mega tendências da contabilidade, é crucial se antecipar às mudanças no mercado. Veja esses dois canais:

  • O Business Learning Institute em parceria com a Burrus Research criaram uma versão da plataforma da aprendizagem voltada para os profissionais destas áreas.
  • Outra oportunidade é a IBM Big Data University. É um currículo on-line projetado para contribuir com os profissionais de contabilidade e finanças a aprender sobre inteligência artificial, big data, além de computação cognitiva.

Esse tipo de conhecimento será diferencial e ajudarão os profissionais contábeis a desempenhar um papel estratégico na orientação da transformação digital em seus escritórios. Desta forma, poderão apresentar serviços diferenciados em proposta de valor.

Os resultados da pesquisa sobre a Gestão das Organizações Contábeis mostram que, no Brasil:

  • Apenas 20% das empresas contábeis apresentam amadurecimento gerencial e dão atenção às questões estratégicas de seus negócios;
  • Apenas 33% consideram os serviços personalizados como diferencial competitivo;
  • Menos ainda, apenas 17% consideram serviços especializados como diferencial;
  • Já somam 56% as empresas que consideram a excelência no atendimento como fator de diferenciação;
  • Quase 40% já realizam ações estruturadas de marketing, para captação, atendimento ou fidelização de clientes;

Confira o texto completo aqui. 

Se você ainda tem dúvidas sobre valer a pena ter um site bem para a sua empresa contábil bem construído, confira quatro razões para você definitivamente ir em frente na missão de ter o seu canal de contabilidade online cumprindo o papel do marketing digital.

Baixe o checklist e saiba como ser um consultor contador!Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Roberto Dias Duarte

Deixar comentário.

Compartilhar