Gestão e Negócios

Moonshot thinking: o que é e como trazê-lo para sua empresa?

Fortes tecnologia apresenta moonshot thinking
Escrito por Fortes Tecnologia
Publicado em: 17/12/2019 Tempo estimado de leitura: 6 minutos

Cada época carrega consigo alguns traços bem peculiares, os quais podem render resultados extraordinários — negativa ou positivamente. Fato é que nós só descobrimos se determinado conceito foi realmente relevante depois de certo distanciamento histórico. Tal linha de pensamento se aplica a diversas áreas da vida em sociedade, incluindo o mundo corporativo. No caso das empresas, o chamado moonshot thinking é a melhor ilustração do que estamos falando.

Afinal, esse conceito surgiu como mais um elemento pronto para transformar totalmente o modo de enxergar os negócios. Quase que invariavelmente, lançamentos de ideias como esta costumam causar uma crescente onda de desconfiança. Isso é natural, já que novos modelos de negócio precisam de um tempo de maturação por parte dos empreendedores.

Entre os gestores (famosos ou não), é comum a difusão do popular “só acredito vendo”. Seria inveja? Não necessariamente. O pensamento está mais para a sábia cautela. Seja como for, o ponto mais relevante desta história reside na própria materialização do moonshot thinking.

Para comprovar isso, poderíamos mencionar alguns gigantes do mercado mundial. Mas a simples menção do Google já é o suficiente para chamar a atenção de muitas pessoas. Inclusive, a esta altura você deve estar se perguntando o que vem a ser o moonshot thinking.

A seguir, nós explicaremos não só do que se trata, mas como você pode aplicar o moonshot thinking na sua empresa. Continue a leitura e descubra como aumentar o poder de competitividade do seu negócio!

O que é moonshot thinking?

O conceito é, na verdade, antigo, mais precisamente de 1969, ano de lançamento da Apolo XI ao espaço. Como se sabe, trata-se da primeira missão espacial bem-sucedida de pouso à lua. A palavra moonshot faz referência exatamente ao ato de orbitar o nosso satélite natural.

A grande questão é o contexto em que tudo aquilo aconteceu. Para chegar à lua, a NASA teve de elaborar um projeto que utilize a máxima capacidade de inovação disponível. Além disso, a agência espacial precisava considerar a aplicabilidade dos processos inovadores.

Para entender melhor, basta pensar nos filmes de ficção científica do passado. Muitos tinham roteiros brilhantes, mas sofriam devido à falta de tecnologia aplicável na realização dos efeitos especiais. Ainda assim, existem muitos exemplos considerados espetaculares, de acordo com os recursos disponíveis na época.

Assim como a ida do ser humano à lua, o conceito leva as empresas a vivenciarem desafios diários de superação. Independentemente do departamento, os colaboradores devem ser continuamente motivados a pensar além, a valorizar a criatividade inovadora e efetiva.

Em números, o moonshot thinking almeja resultados 10x superiores ao de um projeto inicial. Mais do que pensar grande, significa expandir as possibilidades atreladas ao planejamento e execução.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Quais empresas já usam o moonshot thinking em seus projetos?

Os melhores exemplos do referido conceito são as empresas que atuam diretamente em segmentos tecnológicos. Portanto, trata-se de um conjunto de organizações que valoriza a pesquisa e investe pesado em projetos que proporcionem inovação.

O aspecto mais interessante é que a inovação é palpável e comprovada via diversas métricas do mercado. Não são projetos conduzidos por cientistas malucos que vivem no mundo da lua.

Google

O Google é o maior exemplo por variadas razões. Basicamente, vamos ficar com o mecanismo de busca. No fim da década de 1990, a empresa decidiu revolucionar o mercado de buscadores online. O objetivo? Propiciar buscas 10 vezes superiores às dos buscadores concorrentes e, assim, conquistar o domínio mundial do setor. Quanto ao restante da história, todos nós o conhecemos. Além disso, aprender com o Google continua sendo um hábito prazeroso e libertador.

SpaceX

De volta ao espaço, nós temos a SpaceX, organização especializada em grandes lançamentos de foguetes na órbita da Terra. Esses foguetes são projetados para transportar cargas, como os mantimentos destinados a estações espaciais.

Fortes tecnologia apresenta indicadores estrategicosPowered by Rock Convert

Com a adoção da lógica moonshot thinking, a SpaceX conseguiu algumas façanhas nos últimos anos. Um dos principais consiste no desenvolvimento de uma tecnologia capaz de reutilizar dos foguetes lançados na órbita terrestre. Falando assim, parece algo corriqueiro, mas a empresa foi a primeira a realizar esse tipo de procedimento.

Uma das características do moonshot thinking é incentivar a realização de ações de grande impacto — à empresa e à sociedade. No caso da SpaceX, essa cultura é exemplificada pelos projetos que visam colonizar outros planetas. Sim, pensar grande faz parte do processo — lembra?

Amazon

Em se tratando da Amazon, vale mencionar o Just walk out. Como funciona? O consumidor deve baixar um app específico da Amazon antes de entrar na loja. Na entrada, ele apenas posiciona o smartphone em um dos sensores do estabelecimento, o que vai gerar uma identificação. É como se fosse uma comanda, mas muito mais moderna.

Na loja, o consumidor pode simplesmente colocar qualquer produto na bolsa e ir embora. Ao sair, receberá a fatura da compra diretamente no celular. Incrível, não? Se analisarmos a tecnologia disponível atualmente, o projeto é perfeitamente realizável. Mas ele não deixa de ser extremamente ousado e inovador.

Como você pode usar o moonshot thinking na sua empresa?

Diante de alguns exemplos fora do comum, muitos empreendedores ficam receosos quando ouvem falar em moonshot thinking. O primeiro desafio é ter mente que o conceito, em si, não se restringe a empresas de tecnologia.

O que há é o já habitual uso de recursos tecnológicos, uma prática presente em empresas de qualquer segmento. Na prática, o que se tem é um novo arquétipo na hora de pensar o desenvolvimento de um negócio. Isso acontece por meio de algumas formas que vamos abordar a seguir, confira.

Promoção de uma mudança de pensamento na cultura organizacional da empresa

Esta é um fator importante, pois aplicar o moonshot thinking significa exatamente viver no limite daquilo que é possível. Não é à toa que o moonshot thinking está diretamente ligado a uma mudança da cultura organizacional.

A colocação do conceito em prática faz com que a empresa tenha de repensar os métodos aplicados na resolução de problemas. O redirecionamento das equipes de trabalho é vital para que o novo modelo funcione.

Identificação de problemas internos e desenvolvimento de soluções disruptivas

As dificuldades enfrentadas por uma empresa são parte do processo de administração dela. A grande questão que precisa ser colocada são os caminhos trilhados no momento de desenvolver soluções. Aqui, cabe uma expressão popular: pensar fora da caixa.

Para que essa frase não seja um mero clichê, é essencial pensar em soluções dissociadas dos padrões existentes. Vale lembrar que inovar significa criar métodos novos e mais efetivos do que os anteriores.

Manutenção do time motivado e conectado ao propósito do projeto

Além de respirar a cultura organizacional da empresa, os colaboradores devem ser totalmente engajados em cada projeto. A competição deve ficar em segundo plano, pois o foco é a concessão da energia de trabalho para a equipe. Com todos pensando na mesma frequência, fica mais fácil buscar soluções em conjunto.

Coleta de insumos e insights rapidamente

O ambiente deve favorecer a proliferação de insights úteis, ou seja, nada de ideias soltas e destituídas de propósito. O ideal é que os colaboradores encontrem soluções para, depois, pensar nas formas de torná-las realidade.

Foi assim com a primeira ida à lua e é assim com muitas empresas que adotam o moonshot thinking. Com os profissionais certos, pode ter a certeza de que a sua empresa não terá que esperar pelas próximas oportunidades. Em vez disso, ela aprenderá a gerar as suas próprias ocasiões, desvendando novas trilhas para o sucesso!

Gostou de aprender sobre moonshoot thinking? Então, aproveite para compartilhar todo esse conteúdo precioso com seus amigos nas redes sociais!

Sobre o autor

Fortes Tecnologia

Deixar comentário.

Compartilhar