Gestão de pessoas Gestão e Negócios

Como implementar uma cultura colaborativa na sua empresa?

Fortes tecnologia apresenta cultura colaborativa
Escrito por Fortes Tecnologia
Publicado em: 13/12/2019 Tempo estimado de leitura: 5 minutos

O cenário organizacional está passando por mudanças que questionam a estrutura, os processos e até mesmo o jeito de ser das empresas. Estruturas rígidas, hierárquicas e baseadas em controles e punições estão cedendo espaço para as empresas colaborativas, que valorizam  pessoas, ideias e inovação.

Nesse contexto, surge a ideia da cultura colaborativa. O que vale não é mais a competição acirrada entre os colaboradores, mas sim o espírito de equipe e apoio mútuo focado nos resultados da empresa. Essa prática pode ser vista em grandes companhias, como Google, Amazon, Facebook, Apple, entre outras.

Se você sente a necessidade de mudança na cultura da sua empresa e deseja implementar essa tendência colaborativa para melhorar a performance dos colaboradores, acompanhe este post! Vamos falar um pouco mais sobre este assunto e dar dicas para você começar a praticar hoje mesmo.

O que é a cultura colaborativa?

Quando pensamos em cultura, pensamos no jeito de ser de uma pessoa, de uma comunidade, de uma empresa. A cultura organizacional é basicamente representada pelos traços de personalidade que marcam as empresas, sua imagem perante a sociedade, o mercado, os colaboradores e as demais partes interessadas.

Por muito tempo, as empresas foram geridas de forma hierárquica, burocrática e controladora. O papel do trabalhador se limitava a seguir ordens para manter o seu emprego.

Entretanto, esse cenário mudou. Agora, o trabalhador ganhou papel de destaque nas empresas, já que representa o capital intelectual, um recurso difícil de imitar e que oferece vantagens competitivas para as organizações. O trabalhador passa então de um recurso passivo, para um recurso estratégico e ativo na empresa.

Essa mudança tem forçado uma adequação na gestão de pessoas das empresas, já que se torna necessário estimular os colaboradores a terem um senso de propósito comum e trabalharem de forma colaborativa para alcançar resultados superiores.

A cultura colaborativa também é conhecida como gestão horizontal e tem elementos próprios, como:

  • delegação de responsabilidades;
  • espaços que estimulem a colaboração;
  • decisões descentralizadas;
  • abertura a ideias e inovação;
  • participação;
  • hierarquia flexível.

Entretanto, esses elementos não são inseridos de forma imediata. Para concretizar a cultura colaborativa, é preciso seguir algumas recomendações e atuar de forma contínua junto às equipes. Antes de falar sobre a implementação, vamos contar quais são as vantagens dessa mudança cultural para as empresas.

Qual a importância para a empresa?

Em primeiro lugar, a cultura colaborativa tem impacto direto sobre o ambiente de trabalho, que se torna mais agradável e produtivo. As equipes ficam mais coesas e as pessoas mais engajadas, já que sentem que são peças chave para o bom funcionamento do grupo.

A facilidade de trocar ideias deixa o ambiente mais dinâmico. As decisões são tomadas de forma mais rápida e assertiva. Essa forma colaborativa também minimiza os gargalos, devido a uma comunicação mais contínua e próxima.

A cultura colaborativa estimula um ambiente de aprendizagem, o que incentiva o pensamento criativo e a inovação na empresa. Isso também contribui para o desenvolvimento de novos talentos e gera vantagem competitiva.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Como implementar uma cultura colaborativa?

A mudança na cultura de uma empresa não ocorre de forma rápida e imediata, mas nós separamos 5 passos simples que são essenciais para esse movimento. Confira!

Fortes tecnologia apresenta indicadores estrategicosPowered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

1. Faça um diagnóstico inicial

Nessa primeira etapa, você deve fazer um levantamento do contexto atual da empresa. A começar pelo estilo de gestão e liderança. Como está estruturado o organograma? A hierarquia é rígida? Tem muitos dispositivos de controle? As pessoas são recompensadas pelas ideias e pelos resultados? Existem metas coletivas? A estrutura física facilita a colaboração?

Enfim, com essas questões você deve identificar o que precisa ser alterado para facilitar a interação entre os colaboradores.

2. Comunique de forma clara e objetiva

Após identificar as mudanças necessárias, é preciso comunicar amplamente sobre os objetivos e metas coletivas e estimular a participação de todos para alcançar esse propósito.

A comunicação é um dos elementos mais importantes para implementar a cultura colaborativa. Somente com uma comunicação fluida as pessoas vão entender o propósito da empresa e como poderão contribuir para alcançá-lo.

Para isso, as informações devem ser compartilhadas em jornais internos, boletins, mural, intranet, e-mails, palestras internas sobre a mudança, além de outros canais.

Nesse passo, é de extrema importância criar canais de abertura a ideias e sugestões. A conscientização da colaboração deve começar com essa abertura para a participação dos colaboradores.

3. Treine os líderes e identifique as lideranças informais

papel do líder é essencial para a cultura colaborativa. O líder é quem vai orientar, comunicar, deixar claro os objetivos e como cada pessoa pode contribuir para o resultado.

Por isso, o líder precisa ter a mente aberta para ouvir, sabedoria para apoiar, flexibilidade para aceitar as inovações, além de demonstrar confiança e transparência aos colaboradores. Investir em treinamentos para as lideranças pode ser uma boa dica para ajudar nessa mudança.

Os líderes informais são peças estratégicas na mudança, pois têm grande influência sobre as equipes. É preciso contar com esses aliados como disseminadores das novas práticas.

4. Crie espaços compartilhados

Para que a colaboração aconteça de forma cada vez mais natural, é fundamental reformular os espaços físicos. Menos paredes e divisórias e mais espaços de diálogos são necessários para estimular o espírito de equipe e a troca de ideias entre os membros de um grupo.

Inserir recursos físicos como sofás, bancos, mesas redondas e quadros brancos também podem ser muito úteis. O espaço físico deve ser um aliado para a implementação da cultura colaborativa.

5. Celebre as vitórias da equipe

Um passo importante para a consolidação de uma cultura colaborativa é o momento de comemorar as vitórias. Além da integração entre a equipe, os colaboradores sentem que o esforço valeu a pena.

A mudança na cultura não é algo imediato, portanto, é preciso desenvolver mecanismos de acompanhamento e reforço contínuo para que as práticas colaborativas se tornem algo natural na organização. Com este post, você aprendeu um pouco sobre os benefícios da cultura colaborativa e como implantá-la na sua empresa. Comece a colocar as dicas em prática hoje mesmo e desenvolva uma equipe colaborativa e de alta performance!

Gostou deste conteúdo sobre cultura colaborativa? Então, baixe agora mesmo o e-book “Kit Gestão Estratégica de Pessoas” e tenha acesso a um conteúdo completo para melhorar as práticas de gestão de pessoas da sua empresa!

Sobre o autor

Fortes Tecnologia

Deixar comentário.

Compartilhar