Gestão financeira

Quais fatores devem ser levados em conta na hora de abrir um negócio?

Atualizado em: 12/05/2017 Tempo estimado de leitura: 5 minutos

Embora muitos empreendedores iniciem seus negócios sem realizar uma avaliação do seu real perfil de empreendedorismo, algumas dúvidas acabam surgindo no decorrer do tempo. Em alguns casos, acabam descobrindo outras habilidades e oportunidades além daquelas que haviam investido.

O perfil do empreendedor

Todo e qualquer empreendedor precisa, necessariamente, ser criativo e pesquisar o mercado a sua volta. Essa é a essência do empreendedor de sucesso: a busca constante por novos negócios e oportunidades e a preocupação contínua de melhoria dos produtos e serviços oferecidos.

Diante de um mercado cada vez mais concorrido, empreendedores que buscam um diferencial acabam solidificando seus negócios e fidelizando cada vez mais seus clientes. Muito além de almejar o tão sonhado lucro é perceber, nas dificuldades, novas oportunidades e novos mercados a serem conquistados.

Entre algumas qualidades que definem um perfil de empreendedor de sucesso estão:

Saber administrar riscos

Todo e qualquer negócio está susceptível a correr riscos. Contudo, o sucesso de muitos empreendimentos frente a situações de crise está na sua capacidade de absorver as oportunidades e utilizá-las a seu favor. Por isso, é preciso aprender a administrar os riscos de forma a sobreviver a eles.

Ter iniciativa

Abrir uma microempresa é sair da zona de conforto, como trocar a segurança do holerite pelo risco de abrir o próprio negócio. Embora pareça arriscado, grande parte dos negócios no Brasil são compostos por microempreendedores que vislumbraram na busca pela independência e autonomia profissional uma boa oportunidade de alavancar sonhos e conquistar seu espaço diante da concorrência.

Ser líder

Saber direcionar esforços para que os objetivos sejam alcançados é uma importante característica de pessoas que sabem conduzir e manter sua equipe motivada. Um líder não é apenas aquele que cobra resultados, mas que fortalece o relacionamento interpessoal e a capacidade de ouvir cada colaborador quanto as suas ideias. Saber se relacionar dentro e fora da empresa é uma virtude que muitos empreendedores conquistam e que fortalece a empresa frente o mercado e a concorrência.

Ser organizado

A organização é a chave para utilizar melhor os recursos disponíveis e otimizar o tempo gasto na execução de cada atividade.

Ter conhecimento do seu negócio e de outros setores

É preciso conhecer outras atividades e negócios e entrar em contato com associações e empreendedores de outros ramos de forma a aprender com suas dificuldades, oportunidades e até mesmo fracassos.

Ter aptidões empresariais

Todo empreendedor possui um instinto natural para identificar oportunidades e aproveitá-las, seja para montar um negócio ou conduzi-lo ao sucesso. O fato é que, independentemente do ramo de atividade, toda empresa precisa conhecer seus pontos fortes e fracos, para só então aprimorá-los ou minimizá-los.

O planejamento

O planejamento é o pontapé inicial para microempresários que querem apostar nos seus próprios negócios. Elaborar o Plano de Negócios evita que surpresas de última hora possam ocorrer e ocasionar, em muitos casos, a inatividade da empresa. É preciso que as ideias sejam colocadas no papel para que sejam analisados as melhores formas de alcançar os objetivos.

Antes de iniciar o processo de abertura de uma empresa elabore seu Plano de Negócios, levando em consideração:

O ramo de atividade

Registre o ramo de atividade escolhido para seu empreendimento atuar (comércio, indústria ou serviços) e relate as razões que levaram a esta escolha;

O mercado consumidor

Neste item, descreva as características do perfil do público consumidor e qual deles se adapta ao tipo de negócio escolhido para seu empreendimento. É nesta etapa que grande parte do sucesso de um negócio se concentra. Por isso, conheça o mercado da sua região, os tipos de nicho de mercado, tipos predominantes de classes sociais, sexo, idade, lugares e tipos de lazer realizados pela localidade, nível de renda e escolaridade.

É preciso que toda e qualquer informação sobre seus clientes potenciais sejam levantados, sejam amigos, vizinhos, parentes e tantas outras formas. Desenvolva uma pesquisa informal e identifique o que influencia seus potenciais consumidores na decisão de comprar produtos ou procurar por serviços; ou se na hora da escolha são levados em consideração: preço, qualidade, embalagem, facilidade de acesso, praticidade ou mesmo a conveniência.

O local de instalação

Implantar um negócio em um determinado local envolve muito mais que a concessão de uma Licença da Prefeitura. É preciso que seja realizado um exame cuidadoso da localidade para evitar arrependimentos futuros. É preciso levar em consideração, por exemplo, se há muitos problemas de congestionamento ou se não existem muitas possibilidades para estacionar e se a circulação de pedestres é dificultada. Esses locais, aliados aos altos valores de aluguel, acabam inviabilizando que empreendimentos possam se tornar opções para implantação de estabelecimentos comerciais, industriais e até mesmo de serviços.

Não há dúvidas que o melhor ponto para qualquer empreendimento se estabelecer é aquele onde o público-alvo está. É preciso avaliar as facilidades de acesso, mercado concorrente e tantos outros pontos que devem ser atrativos aos clientes e que chamem a atenção frente a concorrência. Fique atento às regiões onde existem shoppings e centros comerciais em bairros de classe média. Vale algumas dicas na hora de procurar um ponto para locar ou até mesmo para comprar:

Avalie as dimensões do local

Pense no seu negócio a médio e longo prazo, uma vez que todo e qualquer empreendedor sonha em ter seu negócio crescendo e podendo expandir. Por isso, avalie a possibilidade de poder ampliar as instalações em caso de necessidade ou, caso não seja possível, você terá que levar sua empresa para um outro local — o que vai gerar grandes transtornos.

Energia elétrica

Todo empreendimento necessita de energia elétrica. Dependendo do seu tipo de negócio, procure avaliar se existe a possibilidade de sobrecarga de eletricidade e casos de restrições no fornecimento.

 

Esse post esclareceu as suas dúvidas? Entre em contato conosco ou deixe seu comentário nos campos abaixo!

 

Experimente o Core Financeiro

Gerir as finanças da sua empresa ficou mais simples e fácil com o Core Financeiro.
Completo e 100% online, agora você controla, gerencia e toma as decisões certas para o sucesso do seu negócio.

Experimente grátis

Fortes_Tecnologia_Banner_Fluxo_de_CaixaPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Geordânia Oliveira

Graduada em Administração de Empresas; Especialização em Gestão de Pessoas; MBA em Controladoria e Finanças; Com experiência 14 anos na área financeira; Consultora de Conhecimento Financeiro e Gestão de Estoque na Fortes Tecnologia em Sistemas; Produtora de Conteúdo sobre assuntos Financeiros; Instrutora do Fortes na Prática Presencial e Web; Instrutora dos Treinamentos dos Sistemas Fortes Financeiro e Fortes Compras e Estoque para os Colaboradores Internos, Clientes e Unidades da Fortes Tecnologia.

Deixar comentário.

Compartilhar