Gestão de pessoas

Falar não: aprenda a melhor forma e seja mais eficiente

fortes-tecnologia-falar-nao-saiba-a-melhor-forma.png
Escrito por Isabel Holanda
Atualizado em: 12/02/2019 Tempo estimado de leitura: 6 minutos

ESTÁ SEM TEMPO PARA LER? CLIQUE NO PLAYER ABAIXO E OUÇA TODO O CONTEÚDO DE FORMA SIMPLES E PRÁTICA!

Constantemente ouço pessoas falarem que gostariam de ter feito mais coisas no tempo que elas tinham disponível. Nunca houve um apelo tão significativo por produtividade como temos visto nos dias atuais.

Se você gostaria de render mais e ser mais produtivo, uma das dicas mais importantes é dizer não para coisas que lhe tiram o foco.

Não saber falar “não”

Por muito tempo eu fui um tipo de profissional que jurava ser hiper eficiente,  sabe quando você está repleto de projetos e demandas e seu líder pede para que você assuma mais projetos? Por um bom tempo eu acreditei que assumir sempre tudo e fazer “das tripas o coração” era o máximo.

Depois do desespero de ter muitas coisas e não cumprir os prazos, você entra em um looping e acha que fazer tudo custe o que custar é super produtivo.

É maravilhoso assumir desafios, ser colaborativo, entregar o que te pedem , e principalmente quando esse alguém é seu diretor, mas quando você quer ser esponjinha e absorver tudo a sua volta você também esquece de coisas super importantes tais como, atenção aos detalhes e a capacidade de delegar e desenvolver mais pessoas.

Fatores históricos

Talvez o motivo de você não conseguir dizer “não” seja o de tentar agradar as pessoas, ou como o meu de achar que eficiência é topar tudo mesmo estando lotada de coisas para fazer, mas há algumas razões psicológicas que explicam por que você sempre topa ajudar alguém no trabalho, ou melhor, por que você não aprende a dizer “não”, mesmo quando já tem muita coisa para fazer.

Se analisarmos os fatos históricos e da evolução humana, foi necessário por milhares e até milhões de anos que os seres humanos caçassem e trabalhassem em grandes grupos para que pudessem sobreviver.

A cultura de compartilhar tudo

Não sei se você assim como eu tem família grande, eu tenho e sei bem como é sobreviver em uma comunidade grande e que precisa dividir tudo, é quase impossível dizer não, você se sente quase coagida a entregar todos os seus bens e se você não entregar a vida (sua mãe) vem e toma de você.

Então nossa herança histórica de compartilhar recursos, dividir a comida e suas coisas com nossos irmãos podem ter muito a ver com o fato de termos dificuldade em dizer “nãos”. Desde as épocas mais remotas, os indivíduos que fossem mais hostis corria o risco de não ser mais envolvido no bando e, consequentemente, dos recursos compartilhados.

Dos tempos primitivos até hoje 

Por isso ficou tão gravado em nossa memória genética? Adivinha quem eram os indivíduos que sobreviviam as intemperes e perigos dos tempos primitivos e qual a característica  “favorável” que ajudou nessa sobrevivência? acertou quem respondeu que era a aceitação das pessoas e o comportamento de vivência em grupo aceitando o compartilhamento de tudo.

Pois é! E você pensando que a pirâmide de Maslow era algo novo e revolucionário. A aceitação dos outros explica muitas coisas, inclusive a dificuldade que a maioria de nós tem sobre dizer não e muitas vezes assumir coisas que poderíamos selecionar.

Está ai então o porquê de eu não conseguir dizer não para o meu diretor. Nossa essência humana foi condicionada a aceitação das pessoas como mecanismo de sobrevivência. Recusar pedidos faz você pensar que as pessoas terão uma impressão negativa de você, tudo explicado!

Foco é dizer não para o que pode te atrapalhar

“Algumas pessoas acham que foco significa dizer sim para a coisa em que você irá focar. Mas não é nada disso. Significa dizer não para as centenas de outras boas idéias que existem. ” Steve Jobs

Podemos tomar como norte essa frase de uma das pessoas que mais tentou otimizar o seu tempo e foi muito bem sucedido em seus feitos. O que mais vemos em grandes empresários é realmente a questão de aproveitar o tempo com questões realmente importantes e relevantes.

Subestimar o tempo

Várias pesquisas confirmam que os seres humanos são extremamente otimistas quanto ao tempo que levam para completar tarefas. Não sei você, mas muitas vezes eu subestimei o tempo que levaria para concluir cada projeto e isso me trouxe várias outras questões a serem resolvidas.

A falácia do planejamento, também pode ser atribuída aos arranjos mentais que fazemos quando nosso instinto evolutivo não vê a hora de dizer sim para um pedido, apesar de toda evidência que recomenda aprender como dizer não no trabalho.

O que leva uma pessoa a aceitar mais coisas já tendo várias outras em andamento? Essa é uma pergunta que você pode responder aí, mas na maioria das vezes fazemos cálculos mentais de que temos muitas coisas, mas que parte são rápidas e acabamos acumulando mais e mais.

Como lidar com os “nãos”?

Bem, sabemos que vivemos em dias onde o lema de algumas organizações é fazer mais com menos. E claro que essa cultura do mais com o menos muitas vezes vai requerer de nós, assumir demandas e projetos já estando assoberbado de coisas a fazer.

Daí, você me pergunta! Como dizer não, se não tem outra pessoa que o faça? Separei alguns pontos que você pode começar a fazer até chegar na evolução de saber dizer não.

4 dicas para começar a falar não

  1. A primeira coisa que se precisa fazer é você ter conhecimento de sua capacidade de entrega, até onde você consegue entregar com qualidade;
  2. Ok, não tem outra pessoa, mas você já experimentou falar com sua liderança sobre todas as demandas que você já tem e renegociar a transferência de algum projeto que não seja tão estratégico para outra pessoa;
  3. Ranquear os projetos e negociar prazos, envolvendo sua liderança nos processos que tem execução;
  4. Analisar tudo isso não está te impedindo de ter uma qualidade de vida. Nenhum sucesso no trabalho pode ser mais importante do que sua saúde psíquica, emocional e o tempo que você dedica a sua família.

Sempre se questione

Aceitar ajudar para melhorar relacionamentos pode ter seu lado bom, e, no fim das contas, nossa genética nos predispõe a fazer isso. Porém, é importante tomar cuidado para não cair no caminho autodestrutivo de querer agradar as pessoas sempre que alguém chegar pedindo um favor.

Também pergunte-se sempre: “Vou aprender algo?”. E sempre lembre-se: “Se não tem lado positivo, por que fazer?”

Esses parâmetros podem ajudar sempre que você sentir pressão para aceitar fazer algo e não se lembrar de motivos para recusar o pedido, mesmo já sentindo que deve dizer não. Serve para a vida pessoal e profissional.

Lembre-se de que não tem problema querer agradar, mas só se isso não colocar em risco o seu próprio bem-estar e a sua produtividade. O poder de aprender a dizer não traz liberdade, e quanto mais exercemos esse direito mais à vontade nos sentimos. É só saber como falar.

Você gostou deste artigo? Então aproveite para saber mais sobre Mindset Digital.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert
Falar não: aprenda a melhor forma e seja mais eficiente 1Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Isabel Holanda

Há mais 10 anos atuando na área de gestão de pessoas, atualmente, é gerente de conteúdo na Fortes Tecnologia. Graduada em Pedagogia pela UFC, com pós graduação em Gestão de Pessoas, Psicopedagogia e Life Coach pela Sociedade Latino Americana de Coaching (SLAC). Além disso, é palestrante de temas relacionados aos subsistemas de RH com foco em liderança e desenvolvimento de equipes.

Deixar comentário.

Compartilhar