Gestão de pessoas

Fortes Tecnologia em pauta: “Existe vida fora do trabalho?” (Revista Você S/A)

Fortes Tecnologia em pauta: “Existe vida fora do trabalho?” (Revista Você S/A) 1
Escrito por Fortes Tecnologia
Atualizado em: 22/06/2017 Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O nível de felicidade profissional é proporcional ao grau de satisfação na esfera pessoal. Para ter mais alegria, é preciso ter interesses que ultrapassem as paredes do escritório. É o que discute a matéria deste mês de maio da revista Você S/A: Existe vida fora do trabalho?

Nela, temos uma entrevista com Isabel Holanda, nossa gerente de Suporte, que destacou como ter maior harmonia dentro e fora do trabalho. Leia a matéria:

Não é exatamente novidade que passamos a maior parte do tempo despertos no ambiente de trabalho – e no trajeto até ele. No Brasil trabalham-se, em média, 43,5 horas por semana, ou 8,7 horas por dia.

Isso é mais do que em países como Dinamarca, França e Estados Unidos, de acordo com um estudo da empresa de comunicação americana GetVoIP, com dados da Organização Cooperação e Desenvolvimento Econômico.

Mais harmonia

Foi por uma demanda externa que Isabel Holanda, de 37 anos, percebeu que havia chegado a hora de buscar maior harmonia dentro e fora do trabalho.

Há dez anos na área de gestão de pessoas da Fortes Tecnologia e Sistemas, em Fortaleza, ela sempre tinha sido workaholic.

“Atendia chamadas relacionadas ao escritório no fim de semana e não havia hora para responder e-mail. Por mais que eu achasse que estava desempenhando meu papel bem e me sentisse feliz, sabia que algo estava fora do eixo”, afirma.

A gerente se mantinha na ativa durante as férias. Após detectar esse desequilíbrio entre a vida pessoal e profissional, a empresa realizou um trabalho de coaching com a funcionária.

Hoje, mesmo com o aumento das responsabilidades e da equipe sob o seu comando – 62 pessoas -, Isabel conquistou mais qualidade de vida.

“Nos dois últimos anos, reduzi minha jornada e tenho tempo para ficar com minha família. Consigo fazer caminhadas, ir ao cinema, passear com cachorro e buscar minha filha na escola”, diz.

O aspecto financeiro é, de fato, um dos mais importantes para equilibrar a vida pessoal e profissional. Afinal, quem está com dívidas não consegue pensar em outra coisa. Mas, quando o dinheiro está bem organizado, é preciso fazer um esforço pessoal na busca da satisfação.

O caminho é diversificar os interesses para além dos assuntos da rotina de trabalho. Quem só pensa sobre o que faz não tem válvulas de escape para o momento de tensão – nem assuntos para conversar durante um jantar com amigos, sejamos sinceros.

Ao redor do mundo

A Organização das Nações Unidas fez um estudo para comparar o grau de felicidade dos diferentes países.

Para isso, avaliou seis categorias: PIB per capita; expectativa de vida saudável; apoio social, ou seja, ter alguém em quem confiar em momentos difíceis; ausência de corrupção no governo e nas empresas; liberdade social; e generosidade, que é medida por doações recentes.

O Brasil ficou em 22º lugar, atrás dos Emirados Árabes e à frente da República Checa e Argentina.

Veja a matéria completa da Revista Você S/A e saiba também as cinco atitudes que vão ajudar você a se sentir mais satisfeito no dia a dia profissional. Quer saber como, basta acessar clicando aqui!

Fortes Tecnologia em pauta: “Existe vida fora do trabalho?” (Revista Você S/A) 2Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Fortes Tecnologia

Deixar comentário.

Compartilhar