Gestão contábil

eCAC: tenha mais agilidade na conciliação dos tributos dos seus clientes

Escrito por Sherman Alcantara

ESTÁ SEM TEMPO PARA LER? CLIQUE NO PLAYER ABAIXO E OUÇA TODO O CONTEÚDO DE FORMA SIMPLES E PRÁTICA! 

Lançado em dezembro de 2005 com papel fundamental na desburocratização das relações entre a Receita Federal e os contribuintes, o portal do Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (eCAC) efetiva 5,5 milhões de serviços ao mês.

O e-CAC é um portal eletrônico que funciona de forma similar a um Internet Banking. Obviamente, os serviços são colocados à disposição com garantia de preservação do sigilo fiscal do contribuinte. Além disso, há validade jurídica nas transações realizadas através do portal.

Dentre os inúmeros processos que os escritórios contábeis realizam rotineiramente, destacamos a conferência dos valores pagos das guias de impostos dos seus clientes, pois essas informações hoje são essenciais para a entrega da DCTF (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais).

Na prática como funciona esse processo?

Em 2006, os serviços mais acessados eram “Consulta Situação Fiscal” e “Consulta comprovante de pagamento”. Seis anos depois, neste início de 2012, os serviços mais utilizados são “Consulta Situação Fiscal” e “Extrato da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física”, indicando que o contribuinte pessoa física também tem descoberto as facilidades do serviço eletrônico.

Apesar do grande volume de atendimentos, este canal ainda é pouco conhecido pelos empresários e contribuintes em geral. Serviços relacionados ao Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) geram mais de um milhão de atendimentos por mês. Um número razoável, mas relativamente pequeno, se comparados às mais de 24 milhões de declarações do IRPF entregues em 2011.

A eficiência, segurança e agilidade dos serviços do e-CAC, que simplificam o relacionamento com a autoridade fiscal, ainda não são conhecidas pelos mais de 6 milhões de empreendedores brasileiros. A maioria pensa que o e-CAC deve ser utilizado apenas pelos contabilistas.

Após a data do vencimento no período de conciliação das contas, o analista acessa o eCAC – portal eletrônico da Receita Federal do Brasil que contém diversos serviços protegidos por sigilo fiscal, entre elas a consulta das guias federais de tributos – que confere quais guias já foram pagas. A partir daí se inicia o processo de conciliação das contas.

Pensando em otimizar essa rotina das empresas contábeis,  disponibilizamos a integração entre o Fortes Fiscal e o Portal e-CAC.

Através do próprio sistema, o analista fiscal realiza toda a conferência e conciliação dos tributos federais de forma mais rápida e sem sair do sistema – com mais segurança, evitando erros na conferência por código de receita, vencimentos e atualizando valores de juros e multa.

Qual o benefício para você, contador?

Através da integração com o e-CAC, é possível visualizar os DARFs dos tributos pagos e fazer a vinculação com os DARFs emitidos pelo Fortes Fiscal, facilitando o processo de conciliação dos valores pagos e sem a necessidade de sair do sistema para acessar o site.

Com a segurança do Certificado Digital, o sistema buscará as guias pagas do Portal e-CAC (DARF e DAS), elas serão relacionadas com os DARFs apurados no sistema, efetuadas automaticamente a sua baixa e realizado a contabilização. 

Com a baixa automática, o ciclo completo dos tributos poderá ser controlado de forma prática no Fortes Fiscal, da apuração, integração com a contabilidade até a geração da DCTF.

Ou seja, é mais agilidade e precisão na obtenção dos valores pagos pelos seus clientes e sem a necessidade de solicitar ou esperar a devolução dessa informação por parte do seu cliente.

E ai, gostou da nossa dica? Precisa de alguma ajuda? Para saber como realizar a consulta dos pagamentos pelo Fortes Fiscal, clique aqui. Não deixe de seguir nosso blog para se manter informado. 

Sobre o autor

Sherman Alcantara

Formado em Contabilidade e Direito pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR). MBA em Contabilidade e Direito Tributário pelo IPOG. Foi Analista fiscal na empresa Gênesis Contabilidade. Atualmente é Consultor Técnico da Fortes Tecnologia, onde há mais de 5 anos ministra treinamentos sobre o Tema SPED Contribuições em parceria com o CRCCE.

Deixar comentário.

Compartilhar