Gestão financeira

5 Dicas poderosas para um planejamento orçamentário de sucesso

Fortes tecnologia apresenta planejamento orçamentario
Publicado em: 22/11/2019 Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Sabemos que a  alta competitividade do mundo dos negócios não dá mais espaço para a permanência de empresas sem planejamento orçamentário, e isto é um erro bem mais comum do que se imagina.

A maioria das empresas brasileiras de pequeno e médio porte não possui um orçamento empresarial bem embasado. Essa gestão orçamentária aplica-se tanto ao setor governamental quanto ao privado, pessoa jurídica ou física, ou seja, não é uma preocupação apenas de grandes empresas.

Não encare esse planejamento como um bicho de sete cabeças, já que ele é uma ferramenta gerencial muito poderosa para definir e priorizar as estratégias da sua empresa, e se feito e controlado corretamente, se torna a solução para o seu problema. E se mal feito, pode trazer consequências para a empresa como, compras indesejadas e um estoque altamente lotado e sem saída de produtos, causando um grande prejuízo.

O orçamento transformará em números o que foi definido no planejamento estratégico. É nele que preveem-se as receitas, despesas, balanço patrimonial e o capital de giro para o ano seguinte, sem um orçamento torna-se difícil prever e reagir às oscilações do mercado.

Pensando na dificuldade que as empresas tem em iniciar um planejamento financeiro, preparamos 5 dicas que vão fazer com que a sua empresa obtenha sucesso na sua elaboração.

1) 3 perguntas básicas para o planejamento orçamentário

Os primeiros passos antes de começar o seu planejamento é fazer esse pequeno exercício. Comece respondendo as seguintes perguntas:

Onde sua empresa está hoje?

Pensar em que cenário está a sua empresa mostrará quais as dificuldades e oportunidades que podem ser trabalhadas. Esse raciocínio também ajudará a refletir sobre as suas atuais escolhas, principalmente sobre ações e investimentos.

Onde sua empresa deve chegar?

Você já parou para pensar como quer que sua empresa esteja daqui a 1 ou 5 anos? Se não, comece agora! Ter uma visão do futuro é algo que qualquer empreendedor precisa ter para que a sua empresa busque desenvolvimento e se torne um negócio saudável.

O que será feito para a sua empresa chegar lá?

Depois de definir o objetivo e o prazo para alcançá-lo é necessário pensar em como você vai conquistar isso. O planejamento orçamentário vai te ajudar na tomada de decisão.

2) Se baseie em ferramentas para preparar o planejamento

O Fluxo de Caixa é uma das ferramentas gerenciais indispensáveis para a Gestão Financeira de qualquer negócio, independente do setor de atuação ou tamanho da empresa. Com ele, é possível  avaliar a liquidez e a flexibilidade financeira, determinar a capacidade de pagar os dividendos aos acionistas e empréstimos aos credores, mostrar a relação lucro líquido e caixa e ainda ajuda a prever futuros fluxos.

O DRE – Demonstrativo dos Resultados do Exercício – é uma das peças mais importantes do orçamento, pois é nessa demonstração que se reflete o resultado final das operações. Isto é, das receitas subtraem-se as despesas e, em seguida apresenta-se o resultado.

Outra ferramenta importante é o Balanço Patrimonial, que é o conjunto de bens, direitos, obrigações e o valor patrimonial dos proprietários ou acionistas, permitindo identificar o total de ativos, que são as aplicações dos recursos, e o total do passivo, que é a origem dos recursos;

3) Acompanhe sempre os resultados

O planejamento orçamentário precisa ser pensado mensalmente e não apenas uma vez por ano na sua elaboração. Não crie um planejamento e simplesmente o esqueça, procure acompanhar sempre os resultados periodicamente, para você ter tempo de tomar uma decisão e corrigir algo quando identificado.

É muito importante comparar o que foi orçado e o que foi realizado, e fazer ajustes necessários para que não haja muitas diferenças quando houver a elaboração de um novo orçamento.

Esse acompanhamento também é necessário devido as mudanças na economia do nosso país. Um exemplo disso são as mudanças na carga tributária, então as empresas que não fazem o acompanhamento do seu orçamento, com certeza têm problemas para fechar os seus resultados.

4) Utilize o planejamento para identificar problemas

A vantagem de iniciar o processo orçamentário é que nele é possível identificar problemas antes que eles ocorram e mostrar para onde estão indo os recursos da empresa.

No momento da sua elaboração, verificar se as despesas estão maiores que suas receitas, e veja o que pode ser feito para conseguir um equilíbrio entre elas.

Outra grande vantagem é que ele ajuda a assegurar que todos na organização estão trabalhando na mesma direção. Lembra quando você pensou onde sua empresa deverá estar em 1 ou 5 anos? Então, é nesse momento em que você percebe que todos estão trabalhando para conquistar os objetivos definidos antes de iniciar o planejamento.

5) Evite erros comuns na elaboração do seu planejamento

Um dos erros mais cometidos quando se prepara o planejamento, é usar o passado como base e não como referência, assim em vez da sua empresa trabalhar em prol do crescimento, ela trabalha com o objetivo de apenas sobreviver no mercado. Lembre sempre de usar o passado, exclusivamente, como referência.

Outro erro bastante comum é começar seu orçamento pelas despesas. O ponto de partida tem que ser sempre as receitas.

Agora que você já sabe dessas 5 dicas, é hora de colocá-las em prática. Aproveite o momento e comece o seu planejamento orçamentário para o próximo ano agora mesmo. O grande diferencial de um gestor está no seu olhar estratégico. Aproveite também para conferir outras dicas navegando pelo nosso blog.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert
Banners-internos-cta-blog-planilha-fluxo-de-caixa-mensalPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Geordânia Oliveira

Graduada em Administração de Empresas; Especialização em Gestão de Pessoas; MBA em Controladoria e Finanças; Com experiência 14 anos na área financeira; Consultora de Conhecimento Financeiro e Gestão de Estoque na Fortes Tecnologia em Sistemas; Produtora de Conteúdo sobre assuntos Financeiros; Instrutora do Fortes na Prática Presencial e Web; Instrutora dos Treinamentos dos Sistemas Fortes Financeiro e Fortes Compras e Estoque para os Colaboradores Internos, Clientes e Unidades da Fortes Tecnologia.

Deixar comentário.

Compartilhar