Gestão e Negócios

Data driven: como criar uma cultura orientada por dados na sua empresa?

Data driven: como criar uma cultura orientada por dados na sua empresa? 1
Escrito por Fortes Tecnologia
Atualizado em: 06/02/2020 Tempo estimado de leitura: 6 minutos

Com o avanço da internet e da tecnologia, as empresas estão buscam aproveitar ao máximo dessas ferramentas para obter mais informações sobre o mercado, aperfeiçoar a tomada de decisões e criar modelos de negócio. A cultura data driven é uma das principais tendências que possibilitam o alcance desses objetivos.

Apesar deste ser um termo bastante conhecido atualmente, nem todos sabem exatamente como ela funciona e implantá-la na empresa. Neste artigo, explicamos o que é data driven, qual é a sua importância para a organização, bem como quais são as melhores estratégias para implementá-la. Confira!

Qual é o conceito de data driven?

Data driven é um termo em inglês que significa “direcionado por dados” e consiste em uma cultura corporativa com foco na utilização inteligentemente de dados, fazendo com que eles sejam o centro do planejamento estratégico e das tomadas de decisões da empresa.

Seu objetivo é utilizar todas as informações possíveis a favor da empresa, elas são bastante versáteis e podem ser utilizadas para gerar melhores insights, identificar problemas antecipadamente, conhecer as tendências de mercado, prever comportamento dos clientes e mais. Tudo isso traz muitas vantagens, como:

  • aumento das vendas;
  • geração de engajamentos;
  • qualificação de leads — potenciais clientes;
  • potencialização dos resultados.

Na prática, são utilizadas ferramentas tecnológicas que coletam e trabalham os dados automaticamente, sendo preciso que os gestores saibam como analisá-las e treinem seus colaboradores para utilizá-las.

Por fim, antes de investir nessa cultura, é importante diferenciá-la do marketing data driven:

  • marketing data driven: dados coletados dos clientes, fornecedores e colaboradores são utilizados para melhorar as estratégias de marketing;
  • cultura data driven: informações são usadas para criar melhores planejamentos estratégicos e adequar o comportamento dos colaboradores.

Por que é importante investir na cultura data driven?

Data driven está cada vez mais popular no mundo corporativo. De acordo com os dados da Gartner — empresa autoridade no ramo da tecnologia e informação —, 80% das organizações de todo o mundo terão investido nessa cultura em 2020.

Isso ocorre pelo amplo rol de benefícios obtidos pelas empresas que a implementam, confira os principais deles nos tópicos abaixo.

Possibilidade de fazer análises preditivas

Um dos maiores desafios para empresas que desejam manter seu crescimento a longo prazo é saber quais serão os desejos do cliente e o comportamento do mercado no futuro, quais são as tendências, plataformas mais utilizadas pelo público, suas preferências etc.

Graças aos dados coletados, os gestores saberão com precisão como será o futuro do mercado, permitindo que ele estrutura adequadamente objetivos e planejamentos a longo prazo, como também invista nos projetos mais benéficos para o negócio.

Você também vai gostar destes conteúdos 👇
📍 Como garantir a tomada de decisão baseada em dados?
📍 Como fazer um relatório de gestão? Aprenda em 8 passos
📍 Estratégia empresarial: 7 erros de marketing que sua empresa não pode cometer

Redução de custos

De forma geral, a tecnologia é uma aliada que traz grandes reduções de custos para empresas, mas a economia é maximizada quando se implementa uma cultura direcionada aos dados, pois os colaboradores são incentivados e treinados para aproveitar de seus recursos.

Além disso, os custos dos produtos e do desenvolvimento da empresa são calculados com maior precisão.

Conforme a revista Harvard Business Review, 48,4% das 1000 empresas da lista da Fortune confirmam que conquistaram economias com a implementação da cultura Data Driven.

Decisões assertivas

Quando o gestor toma decisões baseadas no instinto ou suposições, ele está deixando o futuro da empresa à mercê da sorte, o que pode resultar em prejuízos ou até mesmo à sua falência. Mas a cultura data driven faz com que o máximo de dados seja aproveitado pelos gestores, tornando a tomada de decisões mais assertivas.

Fortes tecnologia apresenta indicadores estrategicosPowered by Rock Convert

Otimização de processos

Além da tomada de decisões, outros processos da organização também serão otimizados. Você conseguirá investir em iniciativas e campanhas de marketing mais vantajosos, minimizando a probabilidade de alocar capital em projetos que não trarão bons resultados à empresa.

Segmentação de clientes

Com o data driven é possível delimitar melhor o seu público-alvo, você saberá o perfil de consumidor que mais consome seus produtos ou serviços. As informações auxiliam na criação de planejamentos estratégicos, de comunicação ou de marketing mais adequados para o seu público.

Por exemplo, se os seus consumidores se preocupam com o desenvolvimento sustentável, você poderá alterar a composição do seu produto para atraí-los, bem como fazer com que essa qualidade seja foco principal de sua campanha de marketing.

Insights para o planejamento estratégico

Insight pode ser traduzido para “introspecção” e, dentro do mundo corporativo, é o momento que o empreendedor tem uma súbita compreensão sobre um tema ou situação. Esse fenômeno é resultado da aquisição de conhecimento e maturação do subconsciente do gestor.

Quanto mais informações os envolvidos na empresa têm sobre o negócio e seu mercado, eles têm mais momentos de insights e visualizam com mais clareza, quais são as melhores decisões a serem tomadas.

Como implementar a cultura data driven na empresa?

Para implantar essa cultura dentro da empresa, aproveitar das vantagens listadas e maximizar seus resultados é necessário seguir alguns passos básicos, entenda quais são eles a seguir.

Localizar, identificar e coletar todos os dados

Qualquer ação gera algum tipo de dado, seja uma movimentação do mercado, contato com os clientes, vendas realizadas, entre outras atitudes. O primeiro passo é coletar essas informações e armazená-los para uma futura análise.

Como há um grande volume de informações, recomendamos a utilização de tecnologia em nuvem, em que são usados sistemas e servidores de terceiros para armazenar as informações.

Separar apenas o que é necessário

Depois de conseguir as informações, é preciso verificar quais são relevantes para o negócio, caso contrário a empresa poderá se sobrecarregar de dados irrelevantes, levando à ineficiência operacional.

É recomendável ter o apoio de um especialista no assunto, denominado Chief Data Officer (CDO). Esse profissional gerencia os dados ativos estratégicos da empresa, zela pela qualidade e governança dos dados, aplica as métricas adequadas e mais.

Também é crucial conferir se os dados estão de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados — LGPD ou Lei n.º 13.709/2018 —, norma que diz como deve ser o tratamento dos dados pessoais coletados pelas empresas visando a segurança de dados.

Alinhar os colaboradores à cultura data driven

Invista no treinamento adequado para que os colaboradores saibam analisar os dados, separar os mais importantes e utilizá-los. Não é preciso dispensar o pessoal e contratar pessoas experts na área, recomendamos que sejam realizados treinamentos e cursos de capacitação para que seus talentos aprendam sobre o tema.

Usar ferramentas amigáveis

São várias fontes e ferramentas que podem ser usadas para coletar os dados, as mais amigáveis — cuja utilização é mais fácil — disponíveis no mercado são:

  • Google Analytics: permite entender como os usuários do site, blog ou aplicativo interagem com seu conteúdo, gerando relatórios sobre o comportamento dos clientes;
  • redes sociais: plataformas como Instagram, Facebook e LinkedIn são úteis para que você entenda a opinião dos seus clientes;
  • Retargeting: essa ferramenta permite identificar quem já teve contato com sua empresa;
  • e-mail marketing: estratégia usada para desenvolver relacionamentos com seus clientes.

A cultura data driven é uma impactante tendência futura, sendo que os empreendedores que aproveitarem dessa novidade no presente conseguirão estar à frente de seus concorrentes e garantir seu lugar no mercado.

Antes de coletar e armazenar informações, faça o download do nosso eBook sobre segurança de dados e entenda como proteger as informações de sua empresa! É gratuito!

Você também vai gostar destes conteúdos 👇
📍 Como garantir a tomada de decisão baseada em dados?
📍 Como fazer um relatório de gestão? Aprenda em 8 passos
📍 Estratégia empresarial: 7 erros de marketing que sua empresa não pode cometer

Sobre o autor

Fortes Tecnologia

Deixar comentário.

Compartilhar