Gestão contábil

A importância da cultura orçamentária para o escritório contábil

Escrito por Fortes Tecnologia
Atualizado em: 19/03/2020 Tempo estimado de leitura: 6 minutos

O planejamento — seja de ordem estratégica, seja de ordem financeira — não é uma prática comum entre os empreendedores brasileiros. Isso explica a razão de termos tantos negócios fechados em tão pouco tempo de existência. Se não existe um planejamento adequado, tampouco há uma cultura orçamentária nessas empresas malsucedidas.

Por que você precisa que o orçamento adquira status de cultura dentro do seu negócio? Continue a leitura para conferir!

O que é a cultura orçamentária?

Antes de qualquer coisa, é necessário retomar um antigo conceito do mundo corporativo: a cultura organizacional. A partir dela, a compreensão da cultura orçamentária fica muito mais simplificada. Se você buscar na memória o que já leu sobre o tema, lembrará que essa cultura se refere ao desenvolvimento de uma ambientação específica na empresa.

Note que a cultura organizacional realmente guia um dado conjunto de ações internas da empresa. Geralmente expansiva, ela marca presença no tipo de vestimenta exigido pela empresa, além de determinar uma série de posturas e comportamentos aos funcionários. Também é frequente que essa mesma cultura seja transcrita para as páginas dos manuais de conduta da organização.

Claro que existem culturas organizacionais mais flexíveis, ainda mais depois do avanço e consolidação das startups. O ponto central para entender o conceito de cultura tratado aqui não é a rigidez, e sim o compartilhamento de princípios. É por meio da cultura que a empresa transmite aos colaboradores quais são os valores que ela evidencia e exige. O convívio diário com essa cultura revela, por si, por que ela é tão importante para o sucesso de um negócio.

Dito tudo isso, a cultura orçamentária é a principal e mais eficaz forma de disseminar o planejamento financeiro para toda a organização. Com a implantação de uma cultura ligada ao orçamento, todos os departamentos ganham mais responsabilidade quanto à execução desse planejamento.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Qual sua importância?

Você já percebeu que o trabalho em equipe amplia a probabilidade de sucesso de uma atividade? Quanto mais gente talentosa envolvida no projeto, maior tende a ser o número de sugestões de melhoria úteis e aplicáveis. Nesse contexto e ambiente, a porcentagem de decisões acertadas também sobe.

Tendo em vista o auxílio de um RH estratégico, é provável que a empresa tenha excelentes profissionais à disposição. O alinhamento dos colaboradores aos objetivos do planejamento financeiro fará, consequentemente, com que eles contribuam para uma gestão orçamentária verdadeiramente efetiva.

Mais comprometidos com as metas indicadas pelo orçamento, os funcionários o levarão em conta durante a realização de suas tarefas. Em todo o processo de tomada de decisão, eles se orientarão com base em métricas precisas. O próprio peso das deliberações individuais manifesta mais evidência com a aplicação de uma cultura orçamentária.

Enfim, esse tipo de cultura faz com que o escritório assuma um ritmo harmonioso. Todos os colaboradores passam a ter ciência não só do seu papel na empresa, mas igualmente das contribuições e prejuízos que acarretam a ela. Portanto, a cultura orçamentária também é importante para o benéfico exercício da autocrítica.

Como implementar a cultura orçamentária?

Assim como a cultura organizacional, a orçamentária não ganha vida da noite para o dia. Para que ela seja incorporada da maneira esperada, faz-se necessária uma boa dose de repetição e convencimento. O processo é conduzido pelos líderes, os quais, como de costume, precisam ser seguidos espontaneamente pelos demais. Felizmente, existem meios de acelerar o grau de assimilação desejada. Veja!

Adoção de recursos tecnológicos

Se seu escritório ainda está na época das planilhas, experimente algo mais moderno e dinâmico, como um software de gestão financeira. Essa solução consegue emitir relatórios financeiros e notas fiscais, além aprimorar sensivelmente o monitoramento dos erros no fluxo de caixa.

A introdução da inovação tecnológica na empresa é vital para que a cultura associada ao orçamento fique arraigada de vez aos procedimentos empregados. Lembre-se que a tecnologia já é um elemento obrigatório nos escritórios contábeis.

Ampliação do engajamento da liderança

Como mencionado brevemente há pouco, o líder desempenha uma função decisiva para o sucesso da implantação da cultura orçamentária. Então, os gestores encarregados dessa liderança precisam ser os primeiros a abraçar e disseminar a nova ideia.

Se a cultura é a materialização de um hábito, sinal de que o tema orçamento deve ser recorrente entre todos os funcionários. À medida que os líderes trazem o assunto à tona com maior frequência, os colaboradores tendem a tratá-lo com mais seriedade. Assim, as reuniões preparadas anteriormente assumem a relevância já prevista desde o agendamento dos encontros. Em outras palavras, os funcionários concluem que, de fato, há um propósito ali.

Utilização de indicadores de desempenho ligados à cultura orçamentária

Os indicadores usados, por sua vez, devem dialogar diretamente com a criação e execução do orçamento proposto para a empresa. A escolha dos KPIs (Key Performance Indicators) merece um estudo apropriado, pois eles são a ponte entre o planejamento e a realização.

Se você não souber como medir os resultados, será muito difícil atingir os objetivos traçados no planejamento. Entre os indicadores de desempenho atrelados às finanças estão aqueles que apontam a situação da rentabilidade, dos custos e da liquidez. Como existem muitos outros, vale a pena reservar um tempo maior para estudá-los com calma. Essa precaução quanto à seleção dos KPIs ideais poupará tempo e dinheiro no futuro.

Realização de benchmarking com outras empresas do ramo

A tática de sucesso embasada no costume de pesquisar os hábitos dos vencedores faz muito sentido. Se você souber como identificar os acertos alheios, conseguirá traçar rotas mais seguras. Por isso, benchmarking é outro conceito que a sua empresa deve colocar em prática.

O benchmarking da sua empresa com as concorrentes permite que você estabeleça comparativos interessantes com relação aos procedimentos adotados por cada organização. Então, basta avaliar quais foram os resultados obtidos após cada medida utilizada. Em caso negativo ou positivo, é recomendável investigar os motivos que conduziram as ações às respectivas consequências.

Fazer com que o orçamento seja respeitado pelos colaboradores é um grande desafio. O sucesso depende de muitos fatores, sobretudo, da dedicação por parte de todas as pessoas que trabalham para a empresa. Com um planejamento customizado e o suporte de um software de gestão apropriado, você tem tudo em mãos para solidificar a cultura orçamentária na sua empresa.

Por falar em planejamento, como está a organização tributária do seu negócio? Aproveite para baixar o nosso guia de planejamento fiscal e evite problemas com o Fisco!

Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Fortes Tecnologia

Deixar comentário.

Compartilhar