Gestão de pessoas

Conheça os 7 indicadores de desempenho que o RH deve estar de olho

Conheça os 7 indicadores de desempenho que o RH deve estar de olho 1
Escrito por Fortes Tecnologia
Publicado em: 18/08/2017 Tempo estimado de leitura: 5 minutos

Dentro de qualquer empresa, controlar resultados e estabelecer metas é essencial. Por ser assim, é preciso que o RH fique atento aos trabalhos realizados e utilize indicadores de desempenho.

Com a ajuda deles é possível acompanhar resultados, verificar o que está e o que não está funcionando e agregar valor ao negócio por meio de ações que tenham como principal objetivo as pessoas que trabalham na equipe.

Para que você entenda melhor como isso funciona e o quanto a utilização é importante para o setor do RH, leia o texto com atenção:

O que são indicadores de desempenho?

Os indicadores de desempenho são metodologias de mensuração que calculam resultados e medem o impacto das ações que são realizadas dentro de uma empresa.

O termo é oriundo da expressão Key Performance Indicator (KPI) e surgiu em razão da necessidade de descobrir processos que possam contribuir para que os empresários alcancem os seus objetivos com mais rapidez e mais eficiência.

Para o setor de RH a utilização desses indicadores é importante, uma vez que por meio deles é possível descobrir o potencial de cada colaborador e conferir responsabilidades conforme o perfil de cada um, o que melhora o serviço e aumenta a motivação.

Consequentemente, você terá mais produtividade, clientes mais satisfeitos e aplicação correta de recursos.

Quais os indicadores mais utilizados na gestão de pessoas?

Existem vários indicadores para medir resultados. Alguns qualitativos, outros quantitativos, aqueles voltados para ações estratégicas e também aqueles próprios para ações operacionais.

Para definir qual deles utilizar, é preciso conhecer o perfil da empresa e os objetivos de cada uma delas.

Porém, entre as diversas opções, alguns são mais efetivos. Confira:

1. Taxa de Absenteísmo

Esse indicador está relacionado com o número de faltas, justificadas ou não, que ocorreram durante um período de tempo.

É possível aplicá-la de forma global ou individual. Ou seja, você pode calcular o número de funcionários da empresa e verificar o percentual de faltas, e também pode fazer o cálculo para cada um deles.

Essa análise é de extrema importância, já que quanto maior o índice de faltas, menor a produtividade e maiores as despesas.

Além disso, também é interessante conhecer esse dado para compreender a razão das ausências. Se elas estiverem relacionadas à falta de motivação é preciso pensar se as pessoas estão desempenhando funções conforme o perfil e se o salário é justo em relação ao serviço prestado.

2. Índices de Rotatividade

Também conhecido como turnover, esse índica visa descobrir o período de tempo que os colaboradores ficam na empresa.

Se o percentual de troca for alto é preciso encontrar o problema e tentar saná-lo, afinal, preservar funcionários é uma forma interessante de ter uma equipe mais qualificada e realizar um serviço harmônico e satisfatório para o cliente.

Da mesma forma, compreender essa situação contribui para a redução de custos com acertos trabalhistas e realização de processos seletivos.

3. Custos com treinamento

Capacitar funcionários é extremamente importante, porém, é preciso medir o retorno sobre o investimento (ROI).

Quanto maior o ROI melhor, afinal, isso significa que a sua equipe se interessou pela capacitação e que os resultados do trabalho ficaram melhores.

Esse índice demanda o acompanhamento diário das tarefas e a interação do setor de RH com a equipe, portanto, manter o convívio saudável é uma estratégia inteligente e que gera um retorno positivo.

4. Lucro por empregado

Aqui o cálculo é simples: pegue o lucro da empresa durante um período de tempo e divida pelo número de funcionários contratados. O resultado encontrado será o seu lucro por empregado.

Conhecer esse valor é importante para saber se o desempenho está satisfatório ou não. Da mesma forma, se o valor encontrado for muito alto, é uma chance para analisar se o número de colaboradores não está insuficiente e se eles não estão sobrecarregados com as tarefas.

Esse cálculo pode ser feito de forma global, considerando toda a equipe, ou de forma individual, para que você tenha noção do lucro conforme a hierarquia, a qualificação, a função etc.

5. Hora Extra

Conhecer o valor gasto com hora extra dentro de cada mês é essencial. Além de onerar a folha de pagamento, o índice pode revelar a necessidade de contratar mais funcionários para a equipe.

Faça os cálculos exatos e descubra o que é mais vantajoso. Mas não considere apenas o investimento financeiro, lembre-se que um funcionário sobrecarregado e extremamente cansado pode ter a produtividade reduzida, o que impacta diretamente na satisfação do cliente.

6. Indicadores de liderança

O sucesso de qualquer negócio depende da existência de bons líderes. Por ser assim, é preciso saber quem são eles dentro da sua empresa.

Com os indicadores de liderança você terá a possibilidade de identificar quem exerce papel de influência em cada setor e acompanhar como essa tarefa está sendo exercida, para saber se as ações estão positivas e se estão contribuindo para a motivação da equipe.

7. Indicadores de recrutamento e seleção

Esses indicadores permitem que você analise se as contratações que realiza são efetivas e estão trazendo resultados para o seu negócio. Isso é importante já que o processo de contratação de colaboradores demanda tempo e gera gastos para a empresa.

Ao analisar os resultados das contratações é possível descobrir o perfil de funcionário que a empresa deseja ter e alcançar mais eficiência na realização das tarefas.

Convém ressaltar, ainda, que esse índice impacta diretamente nos anteriores, especialmente na Taxa de Absenteísmo, no Índice de Rotatividade e nos Custos com Treinamento.

Isto porque, se os recrutamentos estiverem satisfatórios, como consequência você terá funcionários que faltam pouco, que permanecem mais tempo na empresa e que possuem mais interesse pela área e pelas capacitações.

O setor do RH é estratégico dentro de uma empresa e contribui diretamente para a realização de uma gestão eficiente. Por ser assim, é preciso que os funcionários do setor estejam sempre atualizados e dispostos a realizar ações voltadas para a prevenção de problemas.

Por ser assim, o uso dos indicadores de desempenho deve ser frequente. Inclusive, existem programas e softwares de computadores que facilitam o monitoramento e a mensuração dos resultados, e contribuem muito para a realização dessa tarefa.

Esse texto te ajudou? Então siga nossos perfis nas redes sociais e continue acompanhando as nossas postagens. Estamos no Facebook, no Twitter no YouTube.

Conheça os 7 indicadores de desempenho que o RH deve estar de olho 2Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Fortes Tecnologia

Deixar comentário.

Compartilhar