Gestão financeira

Conheça 5 dicas para reduzir a inadimplência dos clientes

Conheça 5 dicas para reduzir a inadimplência dos clientes 1
Atualizado em: 17/01/2018 Tempo estimado de leitura: 5 minutos

A inadimplência dos clientes é umas das consequências da crise financeira do país. Ainda que alguns economistas afirmem que a tendência de queda na inadimplência já começou e que a economia deu sinais de recuperação, o descumprimento da obrigação financeira do cliente ainda está sendo um grande desafio para os gestores, pois a falta de recebimento compromete diretamente o fluxo de caixa da empresa.

É muito importante ter uma equipe capacitada para fazer uma cobrança de forma sutil e ao mesmo tempo eficiente, pois uma se trata de um assunto delicado que, se não feito corretamente, pode colocar em risco o relacionamento com o cliente.

Neste post, vou mostrar para você quais os tipos de clientes e suas diferenças, as quais precisam estar bem claras para os colaboradores que compõem o setor de cobrança, além de algumas dicas e ações que vão melhorar e potencializar a comunicação financeira com o consumidor. Vamos lá?

As empresas têm três tipos de clientes com inadimplência

 É necessário entender qual tipo de cliente estamos lidando para oferecer alternativas que realmente funcionem. Veja, a seguir, em qual grupo a maioria dos seus clientes se encaixa.

1 – Cliente não pagou porque esqueceu

O cliente desse grupo no momento da ligação logo se desculpa e informa que esqueceu, mas já vai providenciar o pagamento e o faz. Nesse caso, vale consultar o histórico e verificar se ele realmente faz o pagamento depois que recebe a ligação. Também é válido trabalhar com os lembretes como, por exemplo, enviar um email cinco dias antes do vencimento.

2 – Cliente no momento não pode pagar, mas pede uma renegociação da dívida

Esse tipo de cliente pede desculpas e justifica o motivo do atraso, que pode ser por problema familiar, problema de saúde ou por ter batido o carro. Enfim, logo ele pede uma nova data para efetuar o pagamento.

3 – Cliente que realmente não quer pagar 

Ele pode ser confundido com o cliente do grupo 2, se justifica todas as vezes, porém nunca cumpre as datas dos pagamentos. Considero esse grupo o mais delicado, pois geralmente é formado por pessoas que não gostam de receber nenhum sinal de cobrança. É necessário definir estratégias de negociação de forma extremamente sutil.

 

Confira 5 dicas para controlar a inadimplência dos clientes

Listei 5 dicas que vão ajudar a sua empresa a direcionar melhor a equipe de cobrança, conseguindo reduzir e controlar esse indicador tão temido pelos empresários e setores financeiros.

1 – Cadastro completo

Ter um cadastro bem feito e organizado do seu cliente é de suma importância. Saber todos os dados possíveis e o limite de crédito que será liberado é fundamental. O responsável por liberar esse limite precisa estar atento para não disponibilizar mais do que o cliente possa pagar.

Lembre-se sempre de que manter o cadastro do seu cliente atualizado é muito importante para esse controle.

2 – Recebimento com cartão de crédito ou à vista

Claro que o pagamento à vista é o melhor dos mundos para sua empresa, pois já alimenta diretamente seu fluxo de caixa. Porém, existe outra maneira de não ter inadimplência, que é o recebimento com cartão de crédito.

Hoje muitas empresas aderiram esse tipo de recebimento, pois não correm o risco de não receber o valor vendido. Claro que existem as taxas da administradora de cartões, mas não deixa de ser uma forma segura de recebimento, principalmente porque o custo com boleto bancário aumentou, já que agora o boleto precisa ser registrado.

3 – Emita nota fiscal

Além de estar em dia com o Fisco, a empresa se respalda caso seu cliente não efetue o pagamento, pois você pode entrar com uma ação judicial caso esse pagamento não seja cumprido.

Não demore tanto para tomar uma iniciativa. Determine um prazo máximo de espera e depois disso tome medidas mais rígidas, pois sua empresa também está correndo risco de não conseguir cumprir com suas obrigações. 

4 – Como fazer a cobrança

O primeiro passo é fazer a cobrança por e-mail, formalizando a dívida. A primeira cobrança tem que ser de forma impessoal para não haver constrangimento.

Se o e-mail não surtir efeito faça a cobrança por telefone, converse com o cliente dando algumas alternativas de pagamento. O importante é ele se sentir confortável em escolher a melhor forma para ele.

Tente descobrir o motivo pela falta de pagamento. Pode acontecer também do problema ter sido na entrega ou na prestação de serviço. É muito importante o cliente perceber que você não está só preocupado em receber o que lhe pertence, mas que você quer ajudá-lo.

5 – Tenha um Pós-venda

Sua equipe pode entrar em contato com o cliente antes do vencimento para saber como foi o atendimento e se o serviço foi bem prestado. É um meio de saber se seu cliente está satisfeito ou não, além de fortalecer o relacionamento.

A importância do pós-venda serve também para que o cliente não se sinta lembrado somente no momento da cobrança, pois ele gosta de se sentir importante a qualquer momento.

O que pode e o que não pode no momento da cobrança

A Lei diz que o credor pode cobrar ao cliente inadimplente e até protestar, mas até onde você pode ir com essa cobrança? Em momento algum ele pode se sentir constrangido, humilhado ou ameaçado.

É preciso adotar, com o cliente inadimplente, o mesmo atendimento que a equipe dá ao que está se tornando consumidor. A cordialidade e a discrição também são fundamentais para o cliente não se sentir constrangido e discriminado.

 

Por fim, minhas últimas dicas são acompanhar de perto as entradas e saídas da sua empresa, ter uma equipe financeira competente para fazer essa gestão, para caso a inadimplência chegar na sua empresa você ter tempo para tomar decisões, e ver a melhor forma do seu fluxo de caixa não ficar negativo.

Tenho certeza que, se colocar essas dicas em prática, você vai perceber uma melhoria na inadimplência. Fique atento ao nosso blog, pois estamos sempre desenvolvendo conteúdos com dicas financeiras para a sua empresa. Até mais!

Fortes_Tecnologia_Banner_Fluxo_de_CaixaPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Geordânia Oliveira

Graduada em Administração de Empresas; Especialização em Gestão de Pessoas; MBA em Controladoria e Finanças; Com experiência 14 anos na área financeira; Consultora de Conhecimento Financeiro e Gestão de Estoque na Fortes Tecnologia em Sistemas; Produtora de Conteúdo sobre assuntos Financeiros; Instrutora do Fortes na Prática Presencial e Web; Instrutora dos Treinamentos dos Sistemas Fortes Financeiro e Fortes Compras e Estoque para os Colaboradores Internos, Clientes e Unidades da Fortes Tecnologia.

Deixar comentário.

Compartilhar