Gestão de pessoas

Conheça 5 ações para ser uma liderança estratégica

Desafios da liderança como ser um líder estratégico
Escrito por Karina Souza

A liderança é um grande desafio na gestão de pessoas de uma organização, tanto para quem trabalha com Recursos Humanos quanto para um gestor corporativo de um modo geral.

Diversas empresas enfrentam esse mesmo desafio diariamente, principalmente pela diversidade de gerações que trabalham na empresa. Cada um com comportamentos, subjetividades, princípios, valores e culturas bem diferentes.

Para isso, apenas uma pessoa é capaz de conduzir essas diferentes personalidades, trazendo para uma integração harmoniosa com a equipe e a empresa: o líder. Por isso, mostro algumas ações e medidas que podem fazer você se destacar como uma grande liderança estratégica em sua empresa.

O que é a liderança estratégica?

Só ser nomeado um chefe ou gestor pela a direção da sua empresa, não faz de você um líder. E, principalmente, um líder estratégico. 

Um dos destaques em uma liderança estratégica é por saber lidar com todos os vários tipos de comportamentos, sempre propiciando condições favoráveis para o crescimento de uma organização. Assim, o líder deve focar na produtividade da sua equipe, qualidade e eficiência do produto ou serviço.

Tudo isso, proporcionado um clima organizacional harmonioso, aliado com o alcance das metas da organização. Ele tem domínio para lidar com situações difíceis, negociações de conflitos e conduz cada situação com muita maestria.

Conheça as 5 principais ações de um líder estratégico

Um líder estratégico é o que todo colaborador e empresa necessita para desenvolver talentos na organização, além de ser um papel fundamental para fomentar os resultados e objetivos de uma organização. Por isso, elencamos as cinco principais ações e postura que gestores de pessoas devem fazer para se destacar como um líder estratégico. 

1) Seja altruísta e resiliente

É muito importante acreditar que cada colaborador tem seus potenciais e também suas limitações. Por isso, ponha-se no seu lugar, trabalhando o seu altruísmo e resiliência.

2) Propicie um bom relacionamento

Cative a confiança e seja exemplo. Entenda que as emoções dos seus colaboradores impactam diretamente na produtividade e no relacionamento interpessoal no trabalho.

3)  Qualidade de vida dos seus colaboradores

Mais do que só garantir a lucratividade, as organizações devem também avaliar a qualidade de vida que promove para seus colaboradores. A satisfação em trabalhar em um local, com ótimo clima organizacional, é diretamente proporcional aos bons resultados da empresa.

4) Defina as ações em conjunto e entenda as necessidades dos colaboradores 

É fundamental lidar com as necessidades de cada colaborador e saber colocá-lo em função dos objetivos da organização. Ou seja, entenda seus processos e alie com as metas da empresa.

5) Identifique e desenvolva talentos

O líder deve ter em mente o quanto é importante capacitar e desenvolver os talentos da empresa. Essa ação proporciona um grande ganho para empresa, além de deixar o seu colaborador mais produtivo,  entregando suas atividades com mais qualidade e agilidade. Ou seja, você tem um colaborador mais eficiente e ele se sente mais valorizado e motivado a novos desafios.

Exerça a liderança mais humana

No contexto contemporâneo, o gestor de pessoas deve entender que ter os melhores profissionais requer das empresas uma postura mais humana. Não basta que os indicadores da empresa estejam todos verdes, devemos saber quais ganhos eles proporcionaram para a empresa. Os treinamentos e capacitações devem trazer conhecimento aplicável, percebido e mensurável.

Não devemos pensar somente em reduzir gastos, isso pode afetar diretamente nos colaboradores e por sua vez nos resultados da empresa, devemos pensar num âmbito geral, ou seja, ter visão sistêmica. Toda capacitação é revertida em ganhos em algum momento.

Muitas vezes, o treinamento pode aumentar o custo da empresa e algumas de fato não tem condições de investir nisso. Uma grande sugestão será você saber aproveitar os recursos da sua empresa.

O que fiz para conduzir o desafio de treinamento? 

Muitas vezes, existem pessoas capacitadas que possuem uma excelente didática e que tem desejo de compartilhar o seu conhecimento com os colegas de trabalho. Já passei por isso em uma das empresas que fui gestora!

Infelizmente, não tínhamos capital disponível para contratar um profissional para ministrar um curso ou até mesmo pagar um curso por fora. Tínhamos a necessidade de aperfeiçoar os colaboradores no pacote Office. Como a verba não existia a verba destinada para essa ação, utilizamos o nosso profissional de TI para ministrar o treinamento. Ele mesmo elaborou o material, pois tinha um excelente domínio no assunto e todos adoraram naquele momento. 

Além disso, ele se sentiu super valorizado e reconhecido pelo fato de ter sido escolhido para ser o tutor do treinamento. Paramos os colaboradores durante uma tarde, mas o resultado que isso nos proporcionou depois foi fantástico.

Assim, houve uma ganho na produtividade e satisfação com os clientes e colaboradores! Tivemos mais agilidade no  atendimento com os clientes, diminuiu a fila de espera do balcão, do caixa e o número de cliente aguardando na linha telefônica para serem atendidos, também foi otimizada. Uma simples atitude que fez a diferença!

Quer saber mais como melhorar os resultados em Recursos Humanos da sua empresa na prática? Veja o nosso webinar exclusivo e gratuito que destacamos mais ações de sobre como ser mais estratégico nas empresas. Ou então, baixe nosso ebook gratuito e aprenda como tornar o RH uma peça chave para o sucesso da sua organização.

Espero que eu tenha te ajudo com esse conteúdo! Desejo que ele traga novos horizontes para a sua empresa. 

 

Sobre o autor

Karina Souza

Deixar comentário.

Compartilhar