Gestão de pessoas

6 passos para engajar colaboradores e ter excelentes resultados

engajar-colaboradores-6-passos-de-como-fazer.png
Escrito por Isabel Holanda
Atualizado em: 19/02/2019 Tempo estimado de leitura: 8 minutos

ESTÁ SEM TEMPO PARA LER? CLIQUE NO PLAYER ABAIXO E OUÇA TODO O CONTEÚDO DE FORMA SIMPLES E PRÁTICA!

Sabe aquelas empresas que quando você entra, logo sente um clima agradável e as pessoas parecem muito felizes, tem uma estrutura legal e o atendimento ainda é excelente?

Pois é, você pode até estar pensando; “- Nunca estive em uma empresa assim!” ou “- A empresa que eu trabalho é desse jeitinho!”, para ambos os casos, a receita do sucesso ou insucesso é ter um clima organizacional agradável e um acompanhamento interno.

Se eu pudesse lhe sugerir sobre quais pontos você poderia trabalhar primeiro em sua empresa, sugeriria seriam esses dois.

A importância do clima organizacional

Quando falamos em gerar um clima organizacional agradável onde as pessoas gostam de estar e trabalhar, muitos pensam que pirã gastar muito dinheiro para investir em estrutura, salários e outras coisas. Mas engana-se quem pensa que é necessário investir muito para conquistar tudo isso.

Empresas de todos os portes podem adotar ações de aproximação e relacionamento simples e de baixo custo que melhoram o engajamento, a comunicação e até mesmo a autoconfiança dos funcionários.

6 passos para engajar colaboradores

Você está pronto para por em prática? Não vou te dizer que será fácil e que você não precisará dedicar muitas horas do seu dia para isso, posso dizer que lhe exigirá um esforço para conhecer de verdade, cada um de sua equipe.

Mas você quer saber o que vai ganhar com isso? Respeito e admiração ao seu estilo de liderança e concomitantemente engajamento, comprometimento e um time que vai com você nos projetos mais inimagináveis possíveis. Confira os 6 passos abaixo:

1) Tipo de comunicação da liderança

Engajar colaboradores é realmente um desafio, mas sabe uma das coisas que pode ajudar, e muito, nesse processo de engajamento? Ter líderes fortes e de sensibilidade perceptiva.

Atualmente, as empresas que possuem um capital humano multigeracional não consegue mais para se comunicar de uma mesma maneira com todos. Existem as gerações (Baby Boomer, X, Y) e cada um com suas particularidades, anseios e expectativas.

Apesar das metas e objetivos da empresa serem padrão, estamos lidando com pessoas e bons líderes sabem que não podem gerir cada colaborador da mesma maneira.

Dica 1

Com colaboradores que não são tão organizados, trabalhe oferecendo-lhes processos, prazos e ferramentas. O Trello é uma ótima ferramenta para que você implante e acompanhe as demandas. É responsabilidade do líder ajuda-los a serem organizados.

Dica 2

Analise a situação de quem está a muito tempo em sua equipe e tem um desempenho acima da média, se não for possível reconhecer salarialmente, reconheça com autonomia. Permita que ele esteja mais próximo de suas demandas e confie a ele tarefas de maior complexidade.

Dica 3

Ofereça autonomia àqueles colaboradores de baixa manutenção e que não precisam tanto de acompanhamento. Sabe aqueles colaboradores que com poucas orientações já captam e fazem acontecer? Pois é, estou falando deles!

Dica 4

Tenha momentos de comemorar. Certa vez ouvi de um professor que comemorar é fazer com que um momento especial fique pra sempre em sua memória. Alguns prezam reconhecimento público, então ofereça-lhes esse reconhecimento.

Dica 5

Trate o feedback como algo que faça parte do seu dia-a-dia e de sua equipe, não espere pelo RH ou pelos ritos formais que acontecem a cada 6 meses ou 1 ano.

Dica 6

Quer ter sua equipe produtiva, então se relacione com ela. Chame para almoçar juntos, converse sobre coisas pessoais, gostos, filmes, fale de suas preferências. Isso gera relacionamento e humanidade a liderança.

Dica 7

Tire um momento para acompanhar com interesse o trabalho que sua equipe realiza, coloque em sua agenda para dedicar 1h do seu dia no acompanhamento de cada um.

Dica 8

Desafie seus liderados a serem melhores, entregue projetos importantes ou atividades sempre com um nível a mais do que ele já conseguiu e acompanhe-os.

Dica 9

Se comunique de forma diferente com cada um, entendendo qual é a melhor maneira, forma, canal e momento certo.

Dica 10

Solicite ao seu RH um teste de perfil comportamental se possível, esses testes tendem a lhe ajudar na percepção de gosto e forma de trabalhar de cada um. 

2) As pessoas precisam saber o seu papel

Muitos colaboradores que já conversei e que não tinham um bom rendimento, sempre me diziam algo homônimo a todos; “-Não sabia que para o meu cargo eu precisaria fazer isso, ou que você esperava que eu fizesse. 

Vou concordar em parte se você achar que falta interesse e esforço de ir atrás da informação, mas você acha mesmo que todas as pessoas são como você ou tiveram as mesmas experiências e oportunidades?

Se você alinha com todos a missão dos cargos, as expectativas que espera de cada um e o impacto das atividades que eles desempenham para o atingimento da estratégia da empresa, já há uma grande possibilidade de fazer com que sua equipe esteja engajada e no mesmo rumo.

Dica

Tire um tempo para conversar com sua equipe e repasse a eles qual o objetivo do trabalho que eles desempenham, esse momento pode ser uma reunião com todos ou individualmente.

Mostre como os resultados dele(s) impactam no setor e na empresa, além de analisar se as atividades que cada um desenvolve e prioriza corroboram para a estratégia da sua empresa. Você vai ver que quando o papel dele fica claro e inteligível, o engajamento melhora.

Se você não comunica as responsabilidades de cada um, não fará sentido cobrá-lo por isso, agir dessa forma, ao contrário do que estamos buscando, que é gerar engajamento, o fará estar mais longe disso.

3) Expectativas

Você com certeza mantém expectativas para cada pessoa de sua equipe, mas você precisa falar para que eles entendam. Atualmente “a bola de cristal” para ver o futuro está em falta no mercado, então não espere que eles adivinhem. 

Dica

Estabeleça reuniões regulares para aumentar a comunicação com seu time. É sua chance de criar laços com a equipe.

Várias pesquisas indicam que quando o colaborador tem reuniões frequentes com seu gerente, ele é três vezes mais feliz no trabalho, veja como isso é impactante, pois dá a sensação ao seu colaborador de que ele está sendo acompanhado e assistido.

4) Seja completamente acessível

Certifique-se de que sua disponibilidade ande lado a lado com suas habilidades comunicativas. Pesquisas mostram que os colaboradores que podem abordar seus líderes com qualquer tipo de questionamento são 54% mais engajados no trabalho.

Dica

Sente-se junto de sua equipe, se possível na mesma sala, não mantenha barreiras ou “muros” visíveis. Esse é o primeiro passo para mostrar sua acessibilidade. Se não for possível mostre com ações, explicite que a porta está aberta e sua atenção estará focada nas necessidades deles, e o mais importante, esteja!

5) Não saber falar com as pessoas

Se sua equipe não se sente à vontade com você, se a sua liderança é daquelas que prefere chamar atenção em público para que o erro nunca mais se repita, fala gritando, ou nem fala, esta dica é para você.

Dica

Busque urgente por uma capacitação., pois os líderes também precisam de treinamentos e cuidados. Busque um curso legal para fazer ou procure um mentor. Tenho certeza de que vai ajudar muito na sua formação.

6) Elogie mais e critique menos

Já percebeu que o nosso olhar, desde de pequeno, sempre foi condicionado a enxergar mais as críticas e coisas que não estão legais, do que os acertos? Os melhores gestores criam um ambiente no qual seus colaboradores queiram ser excelentes.

Dica 01

Crie rituais de reconhecimento em público, elenque o que a pessoa fez de excelente. Todos querem se sentir valorizados. Respeito mútuo é conquistado através de elogios, apoio e incentivo constantes. Ambientes de trabalho positivos criam, naturalmente, uma força de trabalho mais engajada.

Dica 02

Se comunique sempre com um olhar de que o que você está falando se trata de sua percepção e não de uma verdade absoluta. Escute o que o outro tem a dizer, pondere e chegue a um senso comum com plano de ação para que aquilo não aconteça mais.

Dica 03

Mantenha uma comunicação com positividade em vez de negatividade, seus colaboradores se sentem empoderados, apoiados e farão o máximo possível para realizar o melhor trabalho para sua empresa.

Qual a importância de melhorar o engajamento?

Uma pesquisa realizada pela Consultoria Gallup em 2016, conseguiu avaliar em média 142 empresas sobre engajamento e conseguiu quantificar a importância de se ter um time motivado.

O resultado nos mostrou uma faceta que nos preocupa, mas que também nos dá a oportunidade de enxergar pontos de melhoria.

Cenário de desmotivação

Dentre os milhares de colaboradores entrevistados foram obtidos os seguintes resultados:

  • 13% dos empregados estão efetivamente engajados com o trabalho
  • 63% estão desmotivados e o resultado disso já sabemos, menos interessados em atingir os objetivos estratégicos da empresa;
  • 24% dos trabalhadores estão ativamente desinteressados com seus trabalhos, ou seja, espalhando negatividade para os outros colegas. Estão infelizes e improdutivos, podendo causar a perda de receita para sua empresa.

Onde há mais pessoas desengajadas?

Desmembrando essa pesquisa por continentes, é possível perceber que o grau de insatisfação na América Latina só perde para o da África e Oriente Médio. E você aí achando que engajamento era “bobagem de RH” ou “oba oba”.

É claro que não podemos atribuir apenas a esse fator o desenvolvimento sócio econômico nesses países, pois mas tudo faz parte de uma grande engrenagem e se não começarmos com o nosso quintal (a empresa em que trabalhamos), não iremos transformar nada. 

Engajar é o papel de todos os líderes

Vale enfatizar que não é só responsabilidade do RH aumentar o engajamento, os líderes devem se esforçar também, garantindo o crescimento não só de sua equipe, mas também da empresa e por consequência de todos os fatores que podem fazer aumentar os resultados econômicos.

E aí, gostou das dicas? Então convido você para conhecer mais sobre Hard Skill e Soft Skill e saber como desenvolver na sua equipe.

Blog-Fortes-Tecnologia-calculo-de-custo-por-colaborador-facebook-linkedinPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Isabel Holanda

Há mais 10 anos atuando na área de gestão de pessoas, atualmente, é gerente de conteúdo na Fortes Tecnologia. Graduada em Pedagogia pela UFC, com pós graduação em Gestão de Pessoas, Psicopedagogia e Life Coach pela Sociedade Latino Americana de Coaching (SLAC). Além disso, é palestrante de temas relacionados aos subsistemas de RH com foco em liderança e desenvolvimento de equipes.

Deixar comentário.

Compartilhar