Gestão financeira

Como enfrentar a crise financeira com 7 dicas infalíveis

Como enfrentar a crise financeira com 7 dicas infalíveis 1
Atualizado em: 28/06/2017 Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Que a economia brasileira está em crise, todos nós já sabemos! Porém, isso não é motivo para desistir e entregar os pontos.

E nesse cenário econômico conturbado, ele acaba refletindo diretamente no caixa da sua empresa. Para quem está com o saldo no vermelho e as operações em risco, essa é hora de entender como sair da crise financeira.

O caminho ideal para “sair do vermelho” é descobrir o que está errado em seu negócio. A pergunta que você deve fazer é:

Por que minha empresa está no vermelho?

Conhecer os números é premissa básica para poder fazer a gestão do seu negócio em tempos de crise ou de sobra no caixa. Mais do que conhecer os números, é preciso saber interpretá-los e essa deve ser uma das tarefas dos gestores financeiros.

A orientação dos especialistas é procurar ajuda, pois os empresários só se preocupam em conhecer os números quando está no aperto. É muito importante saber do resultado sempre.

Tirar a empresa do prejuízo não é missão fácil, mas também não é impossível. É preciso ter muita disciplina, planejamento e, redução de custos.

Acredite: mesmo na crise, existem diversas formas de você levantar seu negócio. Apontar culpados e não pensar em soluções práticas não vai adiantar de nada.

7 passos para sair da crise financeira

O gestor deve assumir integralmente a responsabilidade e tomar medidas para não “cair” nesse momento. Veja algumas dicas que podem te ajudar a superar essa crise financeira:

1) Identifique o que levou sua empresa a sair dos trilhos

Um bom diagnóstico do que está errado é fundamental para que sejam tomadas as ações corretas. Faça uma avaliação profunda das finanças da sua empresa e um mapeamento de forma criteriosa: tudo que entra, sai, quanto sobra ou quanto fica negativo.

2) Realize um corte de gastos

Após fazer o mapeamento e conhecer cada centavo da sua empresa, defina o que é prioridade e o que pode ser cortado o que não for realmente essencial para o negócio. Pequenos itens do dia a dia como copo descartável, papel e material de escritório precisam ser reduzidos. Assim como contas fixas de telefone, água e energia, onde puder ter redução precisa ser feito! Alinhe tudo com a equipe todos precisam se conscientizar e passar a contribuir para enxugar as contas da empresa.

3) Integre os setores da sua empresa

O sucesso de uma organização depende da sincronização que os setores trabalham. Em momentos de crise essa integração precisa ser mais forte, principalmente entre o financeiro e a diretoria da empresa. Todos precisam ter um entendimento de tudo que está acontecendo, saber do fluxo de caixa, perspectivas de receitas e despesas.

4) Tenha metas redefinidas

Não adianta ter um fluxo de caixa e fazer um planejamento orçamentário, se os números não são acompanhados. Por isso, marque reuniões periódicas para analisar e rever as metas. Se você é o único responsável por todo o controle financeiro então deve ter ainda mais atenção com o orçamento.

5) Cuidado com ao pedir crédito 

Tenha muito cuidado na hora de recorrer aos créditos disponíveis no mercado. Alguns, como o cheque especial, possuem juros altíssimos e podem criar um efeito bola de neve que vai piorar ainda mais a situação. Lembre-se que a finalidade é salvar o seu negócio e não endividá-lo ainda mais.

6) Fique em dias. Renegocie suas dívidas

Se tiver muito endividado renegocie essas dívidas, negocie com os credores uma condição que lhe possibilite estender os prazos e saldar a dívida da forma que não quebre ainda mais o resultado da empresa.

7)  Faça um planejamento estratégico

Tenha um planejamento para garantir o futuro e depois de passar pela turbulência, tome todas as medidas para garantir que esta situação não venha mais a acontecer. Como gestor, você precisa assumir a responsabilidade e comandar a empresa para voltar à estabilidade. Um planejamento estratégico/financeiro vai garantir o futuro da sua empresa para que seja mais tranquilo e que renda ainda mais.

E lembre-se: a crise não vai durar para sempre. Você precisa centrar suas forças, arregaçar as mangas e enfrentar com toda a disposição, sabendo que tudo voltará ao normal com um bom planejamento.

Quer saber mais como boa gestão financeira pode organizar suas contas? Então, veja outra dica nossa e entenda como gestão financeira pode gerar melhores resultados e garantir uma maior lucratividade da sua empresa.

Fortes_Tecnologia_Banner_Fluxo_de_CaixaPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Geordânia Oliveira

Graduada em Administração de Empresas; Especialização em Gestão de Pessoas; MBA em Controladoria e Finanças; Com experiência 14 anos na área financeira; Consultora de Conhecimento Financeiro e Gestão de Estoque na Fortes Tecnologia em Sistemas; Produtora de Conteúdo sobre assuntos Financeiros; Instrutora do Fortes na Prática Presencial e Web; Instrutora dos Treinamentos dos Sistemas Fortes Financeiro e Fortes Compras e Estoque para os Colaboradores Internos, Clientes e Unidades da Fortes Tecnologia.

Deixar comentário.

Compartilhar