Gestão de pessoas

Coaching: como ter um time de alta performance na sua empresa

fortes-tecnologia-coaching.png
Escrito por Isabel Holanda

Se você é gestor de pessoas, deve saber o poder que há em todas as ações praticadas. Assim como as boas práticas de Gestão de Pessoas são poderosas, a metologia aplicada no coaching podem auxiliar o desenvolvimento profissional individual com foco em melhor performance e por consequência melhorar os resultados da empresa.

Tenho formação nas duas áreas, RH e Coach, e posso lhes afirmar que quando aplicados juntos, o coaching e a gestão de pessoas têm o poder de acelerar e otimizar os resultados individuais e grupais com foco em propiciar a esses colaboradores experiências que o ajudarão a entender e realizar metas.

Eu te convido a acompanhar esse artigo até o final e não só isso, a aplicar o que falarei aqui com sua equipe. Você poderá me dizer depois se o resultado será surpreendente. 

Coaching, o que é e como usar?

A primeira coisa que eu escuto sempre quando ministro alguma palestra sobre o assunto é, qualquer pessoa pode ser coach? A resposta é simples, sim! Qualquer pessoa pode ser, desde que tenha feito a formação para que aprenda os processos de coaching. O nome vem do termo em inglês que quer dizer, na tradução literal da palavra, treinador. 

Embora o termo tenha se tornado mais conhecido há poucos anos, o a história do coaching tem um pouco mais de tempo do que o que achávamos, na idade média, essa palavra começou a ser utilizada para descrever os cocheiros, que eram responsáveis em conduzir as carruagens (coche) até seu local de destino.

Conceito coaching

Já o conceito de coaching mais próximo do que conhecemos surgiu por volta de 1830 na universidade de Oxford para definir um tutor particular, alguém que tinha como objetivo auxiliar o aluno na preparação para o exame de uma determinada matéria.

Atualmente utilizamos esse conceito quando  um profissional, denominado coach, ajuda ao coachees, por meio de perguntas poderosas, a atingir suas metas. Os objetivos dos clientes atendidos nas sessões de coaching podem ser dos mais diversos, pois quem define a meta que quer ser trabalhada é o coachee.

O coaching tem por finalidade geral levar o coachee de um estado atual insatisfatório para o seu estado desejado por meio de sessão, geralmente 10, nas quais o coach aplica determinadas ferramentas de coaching. 

Gestão de pessoas, a visão geral da área

A definição desse termo se refere quando utilizamos recursos que viabilizem a administração de recursos humanos, através de um conjunto de habilidades e métodos, técnicas e práticas definidas com os critérios necessários, sempre com o objetivo de valorizar o capital humano e gerir com habilidade os comportamentos internos e alocar competência adequadas as funções necessárias.

O processo de gestão de pessoas vai além da seleção de pessoas ou de qualquer outro subsistema de RH. 

A gestão de pessoas envolve expectativas, estratégias, engajamento com o mesmo objetivo, propiciar aos colaboradores das organizações o desenvolvimento contínuo e o orgulho de pertencer, de enxergar valor no trabalho que desempenham.

Coaching e gestão de pessoas

Podemos utilizar o processo de coaching na gestão de pessoas de duas maneiras:

  1. Pode ser realizada através de um coach profissional que por meio de sessões individuais ou grupais, poderá trabalhar metas e competências essenciais ao desenvolvimento daquele profissional;
  2. A outra forma é por meio da aplicação de metodologias de coaching dentro da própria organização, pelos gestores de recursos humanos, com a ajuda ou não dos demais líderes da organização.
De qualquer maneira, o coaching ajuda a melhorar a relação dos colaboradores com a empresa para a qual trabalham de diversas formas, como, por exemplo, com o aumento da motivação pessoal e o hábito do trabalho com metas.

O Coaching ajuda no engajamento

Com a aplicação das técnicas de coaching, os colaboradores poderão reaprender a buscar em si mesmo as suas motivações para melhorar o seu desempenho e se desenvolver de forma a crescer junto com a organização.

Além disso, os colaboradores, auxiliados por um coach, aumentarão o seu autoconhecimento, de forma a compreender melhor quais são os seus pontos fortes, que devem ser otimizados no dia a dia de trabalho e também quais são os seus pontos fracos, que devem ser minimizados.

Alinhar as expectativas com a cultura da empresa

Sabe outro ponto importante que acontece com a utilização do coaching? Como os colaboradores que participam serão trabalhados para o seu auto desenvolvimento, existirá um aumento do alinhamento das expectativas individuais com a cultura organizacional da empresa.

Esse alinhamento faz toda a diferença em algo que pouco vemos acontecer. Se fizermos um teste ou observarmos, em grande parte das empresas vemos uma divisão intersetorial e cada um fazendo o seu trabalho sem o entendimento dos impactos. Alinhar coaching com gestão de pessoas trará uma maior sintonia com a missão, visão e valores da empresa.

É importante ressaltar, também, que funcionários que são auxiliados por metodologias de coaching tendem a melhorar muito o seu relacionamento interpessoal.

À medida que os colaboradores passam por sessões ou por aplicações de coaching pelos seus líderes, eles aumentam o seu poder de empatia, de compreensão e de tolerância em relação aos erros e limitações dos seus colegas de trabalho. 

Utilizando perguntas poderosas

O Coaching tem como princípio fundamental de que cada um é especialista nele mesmo e todos têm as respostas e soluções para os próprios problemas dentro de si mesmos.

O papel do coach é fazer com que esse coachee tenha insights e consiga acessar as respostas dentro de si mesmo. Então, saber perguntar é fundamental para que o líder extraia o melhor de sua equipe. E isso pode ser experimentado no processo de coaching.

Utilizar as perguntas certas tem o objetivo de “colocar” o liderado na posição de protagonista, fazendo-o assumir a responsabilidade e as consequências de suas decisões e escolhas.

Como essa abordagem ajuda?

  • Faz com que o colaborador que participa tenha insights de coisas importantes;
  • Faz com que a pessoa seja protagonista na busca por soluções;
  • Possibilita que cada um tenha suas próprias verdades;
  • Direciona o foco para o futuro, o que precisa ser refeito, e não no passado;
  • Ajuda na postura onde quem passa pelo processo saia da posição de “vitima” das circunstâncias e adote a postura de “senhor de seu destino”.

Quais são as perguntas poderosas?

  • O que você poderá fazer, de diferente, da próxima vez, para obter melhores resultados?
  • O que você quer, realmente, com este comportamento/ação?
  • O que você poderia fazer, ao invés disto?
  • Quais são as perdas e ganhos que você terá, tomando esta decisão?
  • Que outras opções você tem?
  • O que depende, exclusivamente, de você, neste processo?
  • O que te impede de tomar esta atitude, agora?
  • O que você pode fazer, imediatamente, para aproximar-se do seu objetivo?

Coaching é fundamental

O coaching não é só um modismo que esta sendo banalizado, trata-se de um recurso poderoso e impactante que auxiliará na gestão de pessoas e desenvolvimento de competências. As pessoas passam a ter outra postura frente aos desafios e a equipe, além de compreender seu papel dentro do que precisa ser feito.

Então, que tal buscar conhecer mais sobre esse tema e como ele pode te ajudar em sua empresa? Nos vemos no próximo artigo. Enquanto isso aproveite para saber mais sobre Hard Skill e Soft Skill.

Blog-Fortes-Tecnologia-calculo-de-custo-por-colaborador-facebook-linkedinPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Isabel Holanda

Há mais 10 anos atuando na área de gestão de pessoas, atualmente, é gerente de conteúdo na Fortes Tecnologia. Graduada em Pedagogia pela UFC, com pós graduação em Gestão de Pessoas, Psicopedagogia e Life Coach pela Sociedade Latino Americana de Coaching (SLAC). Além disso, é palestrante de temas relacionados aos subsistemas de RH com foco em liderança e desenvolvimento de equipes.

Deixar comentário.

Compartilhar