Gestão contábil

5 dicas infalíveis para qualidade de dados na contabilidade

5 dicas infalíveis para qualidade de dados na contabilidade 1
Escrito por Sherman Alcantara

As obrigações fiscais digitais tem afetado todas as empresas independente do porte. Agora, os empresários precisam transmitir uma série obrigações acessórias, prestando suas contas digitalmente. Com isso, a qualidade de dados na contabilidade prestada ao Fisco se torna cada vez mais importante. 

Isso, porque, com base nos procedimentos de seleção de sujeitos passivos executados em 2016, a expectativa da Fiscalização da Receita Federal é de recuperar R$ 143,4 bilhões via lançamento de ofício.

Neste momento, estão na mira do Fisco 14.308 contribuintes com indícios de irregularidades. Essas irregularidades são verificadas pela Receita Federal através dos dados enviados pelos contribuintes em suas obrigações acessórias.

Dessa forma, a qualidade dos dados é um fator muito importante, pois através dele é possível realizar o cruzamento das informações contidas na base de dados da Receita Federal com as informações enviadas nas declarações.

Conheça os 5 dicas fundamentais para qualidade de dados na contabilidade

Para evitar futuros problemas com o Fisco por conta da má qualidade dos dados enviados, veja agora as cinco dicas infalíveis para que possa transmitir suas informações com segurança:

  1. Cadastros

Pensando em SPED, tudo começa nos cadastros. Então, faça uma revisão no cadastro de produtos, buscando sua correta classificação do NCM para que assim possa tributar o produto de forma correta.

Revise o cadastro das unidades de medida e busque manter atualizado o cadastro de fornecedores e clientes. Faça, ainda, o confronto entre o inventário físico e o inventário fiscal para verificar se as informações envidas em seus arquivos estão de acordo com o constante no controle de estoque da sua empresa.

  1. Capacitação de pessoal

Procure capacitar seus funcionários, principalmente aqueles responsáveis pela emissão dos documentos fiscais, pois os maiores erros encontrados hoje são oriundos da emissão incorreta dos documentos fiscais.

  1. Organização

Trabalhe de forma organizada estabelecendo prazos para a conferência e o envio de obrigações acessórias antes do prazo final de entrega.

  1. Conscientização do Cliente

Procure conscientizar seu cliente sobre o compartilhamento de informações.

É extremamente importante a parceria entre cliente e escritório, pois a partir do momento em que se trabalha de forma integrada o processo flui mais rapidamente.

  1. Análise prévia das informações

Faça a análise das informações enviadas ao fisco para evitar aborrecimentos futuros.

Após o envio da declaração pelo seu sistema e importação do arquivo no validador do SPED, emita relatórios para confronto e correção das informações  enviadas.

Ser um profissional contábil com o diferencial estratégico no mercado é um desafio, mas não impossível quando se quer ser um “contador consultor”. Conheça também as 5 estratégias para se destacar no mercado contábil e ser um contador consultor.

fortes-tecnologia-checklist-contador-consultorPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Sherman Alcantara

Formado em Contabilidade e Direito pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR). MBA em Contabilidade e Direito Tributário pelo IPOG. Foi Analista fiscal na empresa Gênesis Contabilidade. Atualmente é Consultor Técnico da Fortes Tecnologia, onde há mais de 5 anos ministra treinamentos sobre o Tema SPED Contribuições em parceria com o CRCCE.

Deixar comentário.

Compartilhar